Momento MT

Força Tática prende homem com R$ 20,9 mil proveniente de tráfico de drogas

Publicados

em

Policiais militares da Força Tática do 1º Comando Regional prenderam um homem de 34 anos por tráfico de drogas, na tarde desta terça-feira (28.06), em Cuiabá. Com o suspeito, a equipe apreendeu a quantia de R$ 20,9 mil, proveniente do crime. Também foram apreendidos meio tablete de cloridato de cocaína, além de porções de maconha e de cocaína.

Por volta de 13h, durante patrulhamento pelo bairro Jardim Brasil, a equipe da Força Tática flagrou o momento em que um suspeito, que utiliza tornozeleira eletrônica, desembarcou de um veículo Mercedes, cor preta. Os policiais militares se aproximaram e identificaram que o suspeito carregava um tablete de drogas.

Ao visualizar a viatura da Força Tática, o suspeito fugiu para dentro da residência. Neste momento, a equipe fez abordagem ao segundo suspeito, que conduzia o veículo e que também utiliza tornozeleira eletrônica.

Os policiais militares entraram na residência do primeiro suspeito, autorizados pelo dono da casa e encontraram meio tablete de cloridrato de cocaína, além de porções da mesma droga, de maconha e uma balança de precisão.

Leia Também:  Juiz da Corte Interamericana fala de medidas cautelares e prisão processual após a Lei Anticrime

Já em vistoria ao veículo Mercedes, a equipe da Força Tática encontrou a quantia de R$ 20.910,00 em dinheiro, proveniente do crime de tráfico de drogas.

Diante dos fatos, o condutor da Mercedes recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Central de Flagrantes, com o material apreendido, para registro da ocorrência e demais providências cabíveis. As equipes policiais continuam em diligências em busca do suspeito foragido e monitorado por tornozeleira eletrônica.

Disque-denúncia  

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Fonte: GOV MT

Momento MT

Juiz da Corte Interamericana fala de medidas cautelares e prisão processual após a Lei Anticrime

Publicados

em

Medidas cautelares e prisão processual após a Lei Anticrime” foi o tema do painel 6 do evento jurídico “Pacote Anticrime – Avanços ou Retrocessos”, cuja mesa foi presidida pelo ministro do STJ Sebastião Reis, que destacou a importância do debate.
 
“São 911 mil presos, mais 350 mil mandados de prisão não cumpridos. Ou seja, se somarmos todos aqueles que deveriam estar presos teríamos uma população carcerária de 1 milhão e 200 mil pessoas, sendo que um percentual bem relevante – 35% ou 45% – sem decisão transitada em julgado, o que é mais assustador ainda. Esse tema precisa ser discutido”.
 
A palestra foi proferida pelo advogado do Distrito Federal Rodrigo Mudrovitsch, que é juiz da Corte Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA). Os debatedores foram o desembargador do TJMT Orlando Perri e o promotor de Justiça Caio Márcio Loureiro.
 
Em relação às medidas cautelares, para Mudrovitsch a nova norma “é um avanço, um mérito do Legislativo, mas, também numa esteira que já vinha sendo construída pela jurisprudência há muito tempo e que orienta algo que já vinha sendo construído pelo nosso texto constitucional que redimensiona as posições e objetivos do Direito Processual Penal e do Direito Penal”.
 
Apontou a necessidade de “ler o Pacote Anticrime em conjunto com a Lei de Abuso de Autoridade (13.869/2019), que tem dois tipos penais (no artigo 9º), que necessitam de mais debate. Os avanços certamente melhoram, mas ainda deixam dois pontos de preocupação: o juízo de garantias e trazer vida prática à Lei de Abuso de Autoridade nos dispositivos que mencionei”.
 
O palestrante destacou ainda o papel do juiz brasileiro na Corte Interamericana de Direitos Humanos da OEA de aproximar o país, debater e julgar casos de outros países, trazendo experiências do Direito Comparado.
 
Esta matéria possui recursos de texto alternativo para promover a inclusão das pessoas com deficiência visual. Fotografia colorida com os integrantes do painel n. 6, onde aparecem, da esquerda para a direita, o desembargador Orlando Perri, o ministro Sebastião Reis, o advogado Rodrigo Mudrovitsch e o promotor de Justiça Caio Loureiro. Ao microfone está o ministro Sebastião Reis, com uma camisa azul clara.
 
Texto: Lídice Lannes (Assessoria de Imprensa da FESMP-MT)
Fotos: Bruno Lopes
 
 
 
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Leia Também:  Secretaria de Esportes e Lazer de Sorriso MT e CDL anunciam para o período de 02 a 09 de setembro a edição dos Jogos do Comércio
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI