Momento Policial

1º Batalhão de Polícia Militar de Cuiabá celebra 104 anos com homenagens a personalidades de Mato Grosso

Publicados

em

A solenidade de formatura dos 104 anos do 1º Batalhão de Polícia Militar de Cuiabá, agraciou 70 personalidades com a honraria mérito centenário ‘ Medalha Daniel de Queiroz ‘, na noite de quarta-feira (28.07), na sede da unidade, localizada no bairro do Porto,  na capital.

A cerimônia foi presidida pelo comandante adjunto da Polícia Militar, coronel Daniel Lipi Alvarenga e pelo anfitrião do ato solene, comandante do 1º BPM, tenente-coronel Marcos Guimarães. O Batalhão centenário da PM fez aniversário no dia 03 de junho, data de fundação da unidade, mas devido à pandemia da Covid-19, a solenidade foi adiada.

Alvarenga agradeceu a presença dos homenageados na ocasião e destacou a importância do 1º Batalhão para a história da segurança pública do Estado. “ É uma noite de alegria e reconhecimento de um importante trabalho de 104 anos. O esforço e dedicação de homens e mulheres que aqui laboram, todos  são  responsáveis pelo sucesso das incessantes ações em prol da segurança pública”, ressaltou o coronel.

Para agradecer a contribuição e apoio às ações desenvolvidas pelo 1º Batalhão, a PM homenageou autoridades militares e civis a medalha comemorativa do centenário como a presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargadora Maria Helena Póvoas; o deputado estadual Elizeu Nascimento, comandantes de Batalhões da PM e de Comandos Regionais, o secretário de estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, dentre outras importantes personalidades.

Leia Também:  Em poucas horas, Força Tática apreendem 18 kg de maconha em Tangará de Serra

Homenageado, o secretário de estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, fez questão de destaca o orgulho em fazer parte da história da unidade e apontou os satisfatórios índices de produtividade do 1º BPM. “Me sinto muito confortável em estar à frente desta tropa. Essa comenda é motivo de muito orgulho deste batalhão histórico que mantém os índices positivos de ações em prol da segurança”, afirmou Bustamante.

A unidade faz parte da história mato-grossense. Patrimônio histórico estadual, o 1º BPM, pertence ao 1º Comando Regional da PM, e é considerada fundamental à Segurança Pública.  O “Batalhão Daniel de Queiroz” é uma homenagem ao policial Daniel Queiroz, um carioca nascido em 1891 que atuou por mais de 40 anos na Polícia Militar de Mato Grosso, inclusive no 1º BPM, onde chegou ao posto de comandante da unidade.

“Somos um Batalhão que se alicerça em uma  história de 186 anos, quase dois séculos, ao longo deste caminho. Esse é um dia especial, a condecoração” Medalha Daniel de Queiroz” celebra esse novo momento da PM, que é marcado por investimentos em tecnologia embarcada, o uso de radiocomunicadores digitais, armas modernas e seguras que engradecem ainda mais nosso trabalho nas ruas”, disse o tenente-coronel Marcos Guimarães.

Leia Também:  Em ação conjunta, Polícia Civil e Gefron recuperam motocicleta que estava em poder de um estrangeiro

A solenidade de formatura contou com a presença do comandante de Estado Maior Geral, coronel Carlos Eduardo Pinheiro da Silva, do comandante do Comando Especializado da PM (Cesp), coronel José Nildo Silva de Oliveira, comandante do 1º Comando Regional, coronel Esnaldo Moreira, comandante do 3º Comando Regional de Sinop, coronel Wesney de Castro Sodré dentre outros oficiais da PM, magistrados e autoridades civis.

Fonte: PM MT

 

Momento Policial

Estelionatária que aplicou golpe em vítimas se passando por advogada é presa pela Polícia Civil

Publicados

em

 

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Uma estelionatária que ludibriou e aplicou golpes em vítimas idosas, em Peixoto de Azevedo (691 km ao norte de Cuiabá), foi presa na quinta-feira (23) pela Polícia Civil.

A mulher trabalhava em um escritório de advocacia da cidade como serviços gerais e aproveitava para abordar clientes se passando por advogada.

Ela prometia aos idosos que os auxiliaria em processos de aposentadoria e, para isso, pedia parte do pagamento antecipado para ingressar com as supostas ações. Depois de receber o dinheiro, a estelionatária sumia. Várias vítimas procuraram a Delegacia da Polícia Civil e relataram os golpes.

O delegado Edmundo Félix de Barros Filho abriu uma investigação e apurou-se que alguns idosos chegaram a fazer empréstimos consignados para que pudessem pagar a golpista.

Depois de reunir vários indícios da prática criminosa, o delegado representou à Justiça pela prisão preventiva da mulher, que foi deferida pelo juízo da Comarca de Peixoto de Azevedo.

Fonte: PJC MT

Leia Também:  Homem é preso pela Polícia Civil após estupro cometido contra filha de seis anos
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA