Momento Policial

Casal é preso suspeito de fazer contrabando de defensivo agrícola

Publicados

em


Policiais do 26º Batalhão da Polícia Militar prenderam um casal, o homem de 60 e a mulher de 38 anos, que foi abordado e preso na tarde desta sexta-feira (15.01), no pátio de uma empresa de guincho em Nova Mutum (268 km de Cuiabá). Marido e mulher haviam acabado de chegar trazendo cerca de 300 quilos de defensivos agrícolas supostamente contrabandeados do Paraguai.

Conforme narrativa dos policiais, inicialmente o homem revelou se tratar de suplemento animal para ser misturado ao sal, porém, uma apuração preliminar indicou que seria defensivo agrícola, ou seja, veneno para ser usado na plantação de grãos.

O produto veio do Paraguai, na fronteira com Mato Grosso do Sul, passou pela cidade da Cascavel, no Paraná, onde ganhou nova embalagem, e tinha como destino final um produtor de Lucas do Rio Verde. Durante a checagem os policiais também perceberam irregularidade na nota fiscal apresentada pelo casal.

O defensivo estava sendo transportado em uma caminhonete modelo Strada. A apreensão e prisões foram realizadas a partir de informações sobre carro suspeito de transportar contrabando, repassadas à PM por equipe da Polícia Rodoviária Federal. O casal, a caminhonete e o produto ficaram à disposição do plantão da Delegacia Municipal de Nova Mutum.

Leia Também:  PM, PF E PRF encontram droga dentro de carro de luxo e prendem homem e jovem em Água Boa

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

Propaganda

Momento Policial

NOTA DE ESCLARECIMENTO – Diretoria Geral da Polícia Civil de MT

Publicados

em


ESCLARECIMENTO

A Diretoria Geral da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso esclarece que não compactua com as declarações emitidas pelo delegado Flávio Henrique Stringueta em artigo divulgado na imprensa, onde tece comentários e críticas ao Ministério Público Estadual e ao Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso.

A Polícia Civil esclarece que o artigo e as matérias consequentemente repercutidas sobre a publicação refletem exclusivamente a manifestação pessoal do delegado e tais opiniões não expressam correlação com as ideias e valores da direção da Polícia Civil em relação ao Ministério Público Estadual e ao Judiciário mato-grossense.

Finalmente, destacamos que o MPE e o Poder Judiciário têm sido grandes parceiros da Polícia Civil de Mato Grosso, com contribuição efetiva em ações de valores inestimáveis ao fortalecimento, estruturação e modernização da instituição, a fim de que os serviços essenciais de investigação criminal e acolhimento de vítimas possam ser continuamente prestados com a melhor qualidade à sociedade mato-grossense.

Atenciosamente,
Diretoria Geral da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso

Cuiabá, 28 de fevereiro de 2021

Fonte: PJC MT
Leia Também:  Mulheres pedem socorro e policiais encontram suspeito dentro de residência

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA