Momento Policial

Homem tem prisão cumprida por estupro de menina de cinco anos em Cáceres

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem considerado foragido da Justiça há mais de um ano por estupro de vulnerável cometido contra uma menina de apenas cinco anos teve o mandado de prisão cumprido, nesta segunda-feira (19.10), em ação da Polícia Civil com apoio da Polícia Militar no município de Cáceres (228 km a oeste de Cuiabá).

O autor dos abusos foi investigado em inquérito policial instaurado pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cáceres, ocasião em que teve o mandado de prisão representado pelo crime de estupro de vulnerável.

O suspeito é pai da irmã mais velha da vítima e aproveitou a necessidade de apoio da ex-companheira para estabelecer um convívio maior com a menina. Em uma ocasião, o suspeito deu carona em sua motocicleta para a criança e aproveitou o momento para passar a mão nas partes íntimas da menina. Não satisfeito, ele levou a menor para lateral da casa onde novamente abusou da menina.

A situação foi flagrada pela irmã de 9 anos da menina que chamou pela vítima e viu o momento em que o suspeito e a criança arrumavam as roupas. Diante das provas levantadas, a delegada Judá Maali Marcondes representou pela prisão preventiva do suspeito que estava foragido desde a data do crime.

Leia Também:  Ação integrada prende nove pessoas envolvidas em roubo de mineradora em Nova Lacerda

O mandado foi expedido pela Justiça e após mais de um ano de diligências, a Polícia Civil com apoio da Polícia Militar conseguiu localizar o suspeito que teve a ordem judicial cumprida. Ele foi encaminhado à Cadeia Pública de Cáceres a disposição da Justiça.

 

 

Fonte: PJC MT

Propaganda

Momento Policial

Suspeito de locar residências em áreas nobres da Capital para esconder veículos roubados tem prisão cumprida

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um integrante de uma associação criminosa especializada em roubos de veículos teve o mandado de prisão cumprido, nesta terça-feira (01.12), em trabalho da Delegacia Especializada de Repressão a Roubo e Furtos de Veículos (DERRFVA).

No inquérito policial instaurado na especializada em maio de 2020, ficou demonstrado que o suspeito era responsável por locar residências em áreas nobres da Capital para ocultar e adulterar sinais identificadores de veículos roubados pelo grupo criminoso.

Com base nas investigações, o delegado Gustavo Garcia Francisco representou pelo mandado de prisão preventiva do suspeito, o qual foi deferido pela Justiça e cumprido nesta terça-feira (01) pela equipe da DERRFVA.

De acordo com o delegado, a DERRFVA tem buscando intensificar as investigações para identificar membros de associações criminosas envolvidas em roubos e furtos de veículos. “Não só os executores dos assaltos, mas também aqueles que atuam no planejamento e logísticas das atividades criminosas”, explicou o delegado.

Fonte: PJC MT

Leia Também:  Encontro entre comandante-geral da PM e presidente da Assembleia Legislativa de MT firma projetos em parceria
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA