Momento Policial

Mais de 200 mil tartarugas já foram soltas no Araguaia pelo projeto “Amigos da Natureza”

Publicados

em

A Polícia Militar de Mato Grosso, em parceria com o projeto “Amigos da Natureza”, já realizou a soltura de 200 mil Tartarugas-da-Amazônia nas regiões do Araguaia. A ação conta com o apoio do Ministério Público, prefeituras e colônias de pescadores em prol da preservação e repovoamento da espécie ameaçada de extinção.

Coordenado pelo biólogo Francisco de Assis Ribeiro de Souza, o projeto foi criado em 2001, no município de Luciara, e passou pelas cidades de Santa Terezinha, Confresa, Porto Alegre do Norte e, desde 2015, está em São Félix do Araguaia.

A sede do projeto fica no quartel da 2ª Companhia de Polícia Militar de São Félix do Araguaia, onde, durante o período de gestação dos filhotes, os ovos são cuidados por policiais militares e integrantes do projeto em uma praia artificial.

Tenente Juliano Rebelo, comandante da unidade da PM em São Felix do Araguaia, explica que os ovos dos animais são recolhidos nos leitos dos rios e colocados no berçário, permitindo o nascimento seguro e controlado dos filhotes. “Nós damos uma sobrevida ao animal. Nesse período (nascimento), é quando as tartarugas mais morrem. Nós cuidamos e monitoramos os filhotes no dia a dia, para que possam nascer seguros”, explica o militar.

Leia Também:  Batalhão Ambiental e Juvam apreendem 98 quilos de pescado ilegal no Rio Paraguai

A importante atuação do projeto no período de recolhimento dos ovos e incubação (que varia de 45 e 60 dias), o trabalho de manejo e soltura realizado pela PM e parceiros, aumenta em 60% o índice de sobrevivência dos filhotes, que são soltos em locais seguros, onde há abrigo, esconderijo e alimentação – devido às ações de predadores e às altas temperaturas, nessa etapa apenas 4% dos filhotes sobrevivem.

Além do repovoamento das tartarugas, o projeto promove ações de preservação, como a coleta de lixo e resíduos em pontos turísticos da cidade, o repovoamento de peixes nativos da bacia hidrográfica do Araguaia, além da recuperação de nascentes e matas ciliares.

“Vale destacar a importante participação social da PM nesses projetos de preservação ambiental, através do 10º Comando Regional, atuando e colaborando diretamente em prol do nosso meio ambiente”, conta o comandante do 10º CR, tenente-coronel Rodrigues.

A Tartaruga-da-Amazônia está ameaçada de extinção devido à apreciação da sua carne. Rica em proteína, ela é considerada um prato exótico e saboroso na região. Sua gordura também é bastante utilizada na produção de cosméticos e na indústria farmacêutica.

Leia Também:  Atendimentos da Gestão de Pessoas garantem direitos e qualidade de vida dos servidores
Fonte: PM MT

 

Momento Policial

PM prende três pessoas por tráfico de drogas e apreende 15 kg de maconha

Publicados

em


Policiais militares prenderam dois homens, de 23 e 26 anos, e uma mulher, de 19 anos, por tráfico de drogas e associação ao tráfico, no final da tarde desta quinta-feira (20.01), em Sinop. Com os suspeitos, a PM apreendeu 15 kg de substância análoga à maconha, localizadas em uma residência.

Por volta de 17h40, a equipe de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (Raio), foi informada pela Agência Regional de Inteligência (ARI), sobre uma suspeita, que teria recebido um pacote de drogas de um outro homem, no bairro Jardim das Violetas. Em abordagem, policiais localizaram um tablete de maconha dentro da bolsa da mulher.

Questionada sobre quem teria entregue a droga, a suspeita informou o nome do homem e que ele era monitorado por tornozeleira eletrônica. Os policiais buscaram a localização do suspeito e o encontraram em sua residência, no mesmo bairro, com posse de R$ 750,00 em dinheiro. 

O suspeito foi perguntado sobre onde estariam os entorpecentes e apresentou a residência do terceiro suspeito, na mesma rua. No local, os policiais encontraram o suspeito e localizaram sete tabletes inteiros, três meios tabletes e nove porções grandes, todas de substância análoga a maconha. Diante dos fatos, o trio recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Delegacia de Sinop, junto com as drogas apreendidas.

Leia Também:  Aprosoja-MT apresenta propostas para desburocratização e melhorias de processos fiscais e tributários da SEFAZ

Disque-Denúncia  

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

 
Fonte: PM MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA