Momento Policial

PM encontra dupla dada como desaparecida carregando armas de fogo em Rio Branco

Publicados

em


Policiais militares do 2º Pelotão de Rio Branco (a 356 km de Cuiabá) apreenderam nesta terça-feira (27.10) duas armas de fogo e um simulacro que estavam com uma criança de 10 anos e um adolescente de 14 anos, na área rural da cidade.

Os policiais realizavam diligências pela região a procura dos dois meninos tidos como desaparecidos. Os pais registraram o sumiço da dupla na segunda-feira (26). Eles teriam ido pegar manga e desapareceram logo em seguida.

Durante o procedimento, os militares foram informados que os dois estariam em uma casa próximo do Córrego da Onça. No caminho, os meninos estavam sendo levados por dois adultos.

A criança e o adolescente estavam com uma mochila e dentro uma garrucha calibre 22, uma espingarda artesanal e uma réplica de revólver, uma munição calibre 32 e um tubo de pólvora, além de uma faca e cordas.

Eles disseram que furtaram o material da casa onde dormiram e passaram o nome do proprietário que não estava no imóvel. Ele não foi localizado. Os dois ainda acrescentaram que voltariam para casa.

Leia Também:  PM apreende droga no bairro São Gonçalo e identifica suspeito

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

Propaganda

Momento Policial

Suspeito de locar residências em áreas nobres da Capital para esconder veículos roubados tem prisão cumprida

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um integrante de uma associação criminosa especializada em roubos de veículos teve o mandado de prisão cumprido, nesta terça-feira (01.12), em trabalho da Delegacia Especializada de Repressão a Roubo e Furtos de Veículos (DERRFVA).

No inquérito policial instaurado na especializada em maio de 2020, ficou demonstrado que o suspeito era responsável por locar residências em áreas nobres da Capital para ocultar e adulterar sinais identificadores de veículos roubados pelo grupo criminoso.

Com base nas investigações, o delegado Gustavo Garcia Francisco representou pelo mandado de prisão preventiva do suspeito, o qual foi deferido pela Justiça e cumprido nesta terça-feira (01) pela equipe da DERRFVA.

De acordo com o delegado, a DERRFVA tem buscando intensificar as investigações para identificar membros de associações criminosas envolvidas em roubos e furtos de veículos. “Não só os executores dos assaltos, mas também aqueles que atuam no planejamento e logísticas das atividades criminosas”, explicou o delegado.

Fonte: PJC MT

Leia Também:  Policiais de Confresa dialogam e conseguem evitar que homem tirasse a própria vida
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA