Momento Policial

PM frustra assalto em ótica e prende dupla em flagrante no bairro Cristo Rei

Publicados

em


.

Policiais do 25º Batalhão da Polícia Militar frustraram um assalto em uma ótima do bairro Cristo Rei, em Várzea Grande e prenderam os dois suspeitos em flagrante delito. Os dois, um de 19 e outro de 15 anos, haviam acabado de sair do estabelecimento comercial levando diversos óculos, nove relógios de pulso, alianças e outros produtos em uma mochila.

A primeira abordagem partiu de um de um soldado do setor administrativo do 25º Batalhão que estava em missão burocrática externa. Esse policial viu uma movimentação estranha e ouviu pessoas pedindo ajuda nas proximidades da loja.

Os suspeitos ainda tentaram fugir, mas o reforço de equipes do 25º BPM e da Força Tática chegou rápido. Durante a ação policial um dos suspeitos, o de 19 anos, levou a mão na cintura fazendo menção de pegar a arma, porém foi abordado e contido. Com ele havia um revólver calibre 38 com seis munições, quatro picotadas e duas intactas.

Já o adolescente de 15 anos carregava a mochila com os objetos roubados. Os dois foram reconhecidos por proprietários e funcionários da ótica como sendo os assaltantes que minutos antes haviam invadido o comércio e levado as vítimas para a parte dos fundos da loja. Enquanto o suspeito maior de idade mantinha as vitimas sob a mira da arma o adolescente roubava e colocava os produtos na mochila.

Leia Também:  Força Tática encontra droga e arma de fogo com homem durante abordagem

Em áudios enviados ao comando do 25º BPM cidadãos do bairro agradecem a ação e elogiam a rapidez na chegada reforço policial. Os dois suspeitos e todo o material recuperado foram levados para a Central de Flagrantes do Cisc Verdão.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

Propaganda

Momento Policial

Condenado por homicídio, homem é localizado pela Polícia Civil em área rural de Juruena

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Em diligências no interior do estado, policiais civis da Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol) prenderam mais um foragido da Justiça, que era procurado pelo crime de homicídio qualificado. O foragido foi localizado nesta sexta-feira (23) em uma área no município de Juruena (880 km a noroeste de Cuiabá).

 Após receber a ordem judicial de prisão, os policiais passaram a realizar as investigações para localizar o fugitivo. Os investigadores apuraram que o foragido, de 31 anos, poderia estar escondido em uma região de mata densa na zona rural entre os municípios de Juara, Juína e Juruena.

Depois de percorrer vários quilômetros em locais de difícil acesso, a equipe da Polinter conseguiu localizar o homem na altura do quilometro 45, da MT-174, conduzindo um veículo Chevrolet Vectra.

Após acompanhamento tático, os investigadores realizaram a abordagem e, em um primeiro momento, o homem se identificou com nome diverso do que constava no mandado judicial.  Porém, ao ser reinquirido pelos policiais, ele revelou seu verdadeiro nome e recebeu voz de prisão.

Leia Também:  Suspeito de furto a farmácia é preso em flagrante pela Polícia Civil

Ao ser questionado se tinha arma de fogo, ele revelou que possuía uma arma longa em sua residência. Na casa, os policiais  localizaram o armamento e 82 munições de calibre 22 e mais 12 cartuchos intactos de calibre 32.

O preso foi encaminhado à delegacia da Polícia Civil para apresentação à autoridade policial e registro do cumprimento da prisão.

O mandado de prisão foi expedido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Sinop, por sentença penal condenatória de 14 anos por homicídio qualificado, cometido por motivo torpe ou circunstâncias que impossibilitaram a defesa da vítima.

O crime ocorreu em fevereiro de 2011 após uma discussão entre o réu e a vítima ocorrida por conta de uma dívida contraída após a aquisição de uma motocicleta. O réu tem antecedentes criminais pelos crimes de corrupção ativa, furto qualificado e estelionato.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA