Momento Policial

PM prende cinco suspeitos de sequestro, tentativa de homicídio e roubo de veículo

Publicados

em


Policiais da 10ª Companhia Independente de Polícia Militar de Aripuanã (a 563km de Cuiabá) prenderam quatro adultos, entre eles duas mulheres, e apreenderam um adolescente de 17 anos por sequestro seguido de tentativa de homicídio e roubo de um caminhão.

As prisões ocorreram na madrugada do dia 13, porém os crimes foram em datas distintas. O sequestro e a tentativa de homicídio haviam ocorrido horas antes das prisões, a margem de um rio perto da ‘Estrada da Salvação’, a cerca de 7km do perímetro urbano. Já o roubo do caminhão, em Alta Floresta, ocorreu no dia 11.

Os policiais estavam fazendo rondas próximo da rodoviária quando foram abordados por um rapaz de 23 anos. Ele relatou que havia acabado de ser libertado de um sequestro no qual tinha sido obrigado a levar os suspeitos até a casa de seu pai. Disse que ele e o pai, principal alvo dos criminosos, foram levados para uma área rural. Na margem de um rio, o pai foi baleado, enquanto ele ficou dentro do carro, com pés e mãos amarrados, mas de onde estava ouviu os tiros.

Leia Também:  PM encontra motosserra e carne de caça em acampamento em Cocalinho

Libertado na cidade horas depois, o filho pediu socorro e a PM foi até o local indicado, a margem do rio, onde encontraram a vítima com tiros na cabeça e costa, porém ainda com vida.  

Após assegurar socorro e assistência médica à vítima, os policiais passaram às buscas aos suspeitos com as informações sobre o modelo e características do carro usado no sequestro, um Fiat Uno. Em um bar da área central de Aripuanã o carro foi visto e o primeiro suspeito preso, um homem de 26 anos.

A ação policial se estendeu por horas. Com a prisão do segundo suspeito, um adolescente de 17, a PM chegou à arma do crime, um revólver 38, e ao dono da arma, um homem de 27 anos.

Questionados sobre a motivação do crime, os suspeitos disseram que a esposa da vítima, uma mulher de 19, teria dito que era traída, agredida e estava sofrendo ameaças de morte. E ainda, que o marido baleado teria abusado da irmã dela quando era adolescente. De acordo com a narrativa dos policiais, as duas mulheres negaram envolvimento no crime, mas admitiram os relatos de violência feitos aos suspeitos. Também disseram aos policiais que os presos podem ter “tomado as dores” delas. Ambas foram conduzidas à delegacia.

Leia Também:  Policiais interceptam suspeito quando levava Hilux roubada à Bolívia

Ao final das diligências os policiais militares ainda recuperaram um caminhão que os suspeitos haviam roubado em Alta Floresta, no dia 11 deste mês. O veículo estava escondido em uma área rural a 18km de Aripuanã com o eixo quebrado, sem a bateria e os pneus.

Os suspeitos, a arma e o veículos ficaram à disposição da Delegacia de Polícia Civil de Aripuanã para medidas legais complementares.

Fonte: PM MT

Propaganda

Momento Policial

Suspeito de tentar matar companheira em Tangará da Serra é preso pela Polícia Civil cinco dias após o crime

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

O autor de uma tentativa de feminicídio ocorrida na segunda-feira (01.03) no município de Tangará da Serra teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, neste sábado em ação da Delegacia Especializada da Defesa da Mulher do município com apoio das equipes do Centro de Detenção Provisória (CDP) e da Delegacia de Campo Novo do Parecis.

 O suspeito de 28 anos teve o mandado de prisão expedido pela Justiça no final da tarde de sexta-feira (05), sendo a ordem judicial cumprida menos de 24 horas depois no município de Campo Novo do Parecis.

O crime ocorreu na noite de segunda-feira (01) quando o suspeito e a vítima tiveram uma discussão, momento em que ele pegou uma faca e desferiu dois golpes contra a companheira, a atingindo na região da cabeça e da barriga. A vítima também teve um corte no dedo enquanto tentava se defender dos golpes Logo após o crime o suspeito fugiu do local.

Uma vizinha que acionou a equipe do Samu e da Polícia, porém antes da chegada dos primeiros socorros, a vítima sofreu convulsões e desmaiou em decorrência dos ferimentos. Assim que foi acionada dos fatos, a equipe da Polícia Civil iniciou as diligências para localizar o suspeito, porém a vítima só teve condições de ser ouvida na quarta-feira (03).

Leia Também:  Líder de organização criminosa é preso em Cuiabá após investigação da Polícia Civil

O suspeito já era monitorado por tornozeleira eletrônica em razão de violência doméstica praticado contra outra mulher no município de Barra do Bugres.  

Com base na oitiva da vítima, a delegada Liliane Soares Diogo representou pela prisão preventiva pelo crime de feminicídio, a qual foi deferida pela Justiça no final da tarde de sexta-feira (05).

Imediatamente após a expedição do mandado, a equipe da DEDM de Tangará da Serra iniciou os trabalhos para prender o suspeito e na manhã deste sábado (06), com informações fornecidas pela Centro de Detenção Provisória conseguiu informações de que o procurado estava em Campo Novo do Parecis.

Foi solicitado o apoio da equipe da Polícia Civil do município que conseguiu dar o efetivo cumprimento ao mandado de prisão do suspeito. Ele foi conduzido à delegacia para as providências de praxe e posteriormente será encaminhado para a unidade prisional à disposição da Justiça.  

Fonte: PJC MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA