Momento Policial

PM prende sete pessoas após registro de furto em motel em Várzea Grande

Publicados

em


.

 

Na madrugada desta terça-feira(08.09) a Polícia Militar prendeu sete pessoas por furto a um motel, no bairro Jardim Potiguar, em Várzea Grande. Cinco homens e duas mulheres foram conduzidos à delegacia após denúncias de fazerem uma festa no local e furto de algumas  quantias em dinheiro de pessoas do estabelecimento. 

 

Os policiais militares foram acionados via 190 de que uma situação de furto a pessoas que estavam em um motel na região do Zero KM. A PM foi ao estabelecimento e foi informada por uma das vítimas que estava participando de uma festinha em um dos quartos quando percebeu que havia sumido a quantia R$ 200 de sua bolsa, que havia mais duas mulheres no local que deixaram o quarto antes da chegada da polícia e que os homens do grupo relataram que essas pessoas seriam as responsáveis em assumir a conta do motel.

 

Durante o atendimento da ocorrência, os policiais flagraram discussões entre o grupo e ofensas  e ameaças por  parte dos homens contra as mulheres dizendo que “depois irem ver o que vai acontecer”.

Devido o impasse, a equipe da PM decidiu conduzir as sete pessoas por crime de furto e injúria, eles foram conduzidos  à delegacia. A Ocorrência foi entregue à Polícia Judiciária Civil.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque – denúncia 0800.65.39.39. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. 

 

Leia Também:  Saveiro é recuperado logo depois de ter sido roubado em Cuiabá

 

Fonte: PM MT

Propaganda

Momento Policial

Polícia Civil prende homem investigado por estupro de enteada, que tem necessidades especiais

Publicados

em


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Policiais da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (Dedm) de Cáceres cumpriram nesta quarta-feira (23) um mandado de prisão preventiva contra um líder religioso investigado por estupro de vulnerável. O crime foi cometido contra a enteada do suspeito, que tem necessidades especiais.

 

Inquérito foi instaurado pela delegacia para apuração do crime. Irmãs da vítima flagraram o padrasto, de 59 anos, mantendo relação sexual, durante a madrugada, com a vítima e contaram sobre o fato à mãe delas.  A vítima afirmou que os abusos ocorreram por diversas vezes e, principalmente, durante a noite, enquanto todos dormiam. A mãe da vítima questionou o suspeito e ele não se explicou, apenas saiu da casa.

Na delegacia, o suspeito alegou que confundiu a enteada com sua esposa, pois segundo ele, ambas tem o mesmo tipo de corpo.

Laudos periciais solicitados comprovaram o abuso sexual e com base nas provas, a delegada Judá Maali Marcondes representou à Justiça pela prisão preventiva do investigado.

Ele foi encaminhado para a unidade prisional de Cáceres, onde permanece à disposição da justiça.

Leia Também:  Polícia Civil e Procon Municipal apuram aumento de preços em materiais de construção na Capital

Fonte: PJC MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA