Momento Policial

Polícia Civil apura desmatamento com derrubada de castanheira no norte de MT

Publicados

em


.

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Em diligências na região norte do Estado nesta semana, policiais civis da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) comprovaram a existência de mais uma área com desmatamento ilegal, inclusive com derrubada de árvores protegidas pela legislação.

O crime ambiental foi constatado em uma área no município de Cláudia (620 km ao norte de Cuiabá) e a delegacia foi comunicada por fiscais da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e do Indea-MT que estão em atuação na região.

A equipe da Delegacia de Meio Ambiente foi até o local, junto com peritos da Politec para checar a denúncia recebida e coletar provas. Entre as árvores derrubadas na área, os policiais encontraram uma castanheira que media, aproximadamente, 30 metros.

Após a coleta de evidências materiais e a realização da perícia, a Dema vai instaurar inquérito policial para investigação do crime ambiental e dar sequência às diligências necessárias para esclarecimento do delito.

De acordo com a delegada titular da Dema, Alessandra Saturnino de Souza Cozzolino, há evidências de crimes ambientais, entre eles o crime, em tese, de desmate ilegal da área e também será apurado se houve eventual fraude na requisição junto à Sema dos pedidos de autorização de desmate e de queima. “Será apurado se houve subterfúgio no intuito de obter a licença no órgão ambiental, com omissão por parte do solicitante de que a área era de castanheira”, explicou a delegada.

Leia Também:  Jovens são presos em flagrante transportando maconha em caixa de sapato em Confresa

A derrubada e corte da castanheira são proibidos, uma vez que a espécie é ameaçada de extinção. A castanheira é uma das árvores mais altas do bioma amazônico, chega a viver 500 anos e pode atingir até 50 metros, o que corresponde à altura de um prédio de 16 andares.

Fonte: PJC MT

Propaganda

Momento Policial

Jovens são presos em flagrante transportando maconha em caixa de sapato em Confresa

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Dois jovens surpreendidos transportando entorpecentes foram presos em flagrante pela Polícia Civil, na tarde de quarta-feira (28.10), em Confresa (1.160 km a nordeste de Cuiabá). Os suspeitos, de 18 e 24 anos, transportavam tabletes de maconha escondidos dentro de uma caixa de sapato quando foram abordados pela equipe policial.

Os policiais estavam em um posto de combustível quando avistaram os jovens em atitude suspeita em uma motocicleta Honda Biz. Ao perceber a presença da viatura, os suspeitos tentaram fugir do local, porém foram abordados pela equipe policial. Questionado, o condutor da motocicleta disse que não possuía habilitação e que estava sem nenhum documento pessoal.

Os suspeitos estavam muito nervosos, e entre o condutor e o passageiro, foi encontrada uma caixa de sapato a qual estavam guardados dois tabletes e meio de maconha. Além da droga, também foi apreendido com os suspeitos aparelhos celulares e R$ 100 em dinheiro.

Diante dos fatos, o material ilícito foi apreendido e os suspeitos encaminhados para Delegacia de Confresa, onde após serem interrogados, foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Leia Também:  Duas novas viaturas reforçam a atuação da Polícia Civil na região de fronteira

 

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA