Momento Policial

Polícia Civil incinera cerca de meia tonelada de entorpecente em Barra do Garças

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT
 

A Polícia Civil realizou a incineração da 420 tabletes de cloridrato de cocaína, totalizando aproximadamente 500 quilos do entorpecente, na tarde quinta-feira (10.06) no município de Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá).

A destruição está inserida na “Operação Integrada Narco Brasil” deflagrada pelas forças de segurança pública, visando desenvolver ações preventivas, de inteligência e repressão contra o tráfico de drogas e incineração, proporcionando à população de Mato Grosso a devida sensação de segurança.

Após autorização judicial a queima dos 420 tabletes da substância considerada pura e avaliada no mercado ilícito em cerca de R$ 25 milhões, foi realizada em uma empresa de cerâmica na cidade de Barra do Garças.

Para a incineração foi montada uma força tarefa que contou com a participação dos policiais civis da Delegacia Regional, 1ª Delegacia de Polícia e 2ª Delegacia de Polícia, coordenados pelos delegados de polícia Wilyney Santana Borges e Antônio Moura Filho.

Também estiveram presente acompanhando o ato equipes da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e da Vigilância Sanitária de Barra do Garças.

Leia Também:  Equipes da PRF prendem homem com mandado de prisão em aberto desde 2019

A operação integrada Narco Brasil é coordenada pela Secretaria de Operações Integradas, com atuação das polícias Civis e Militares das unidades da federação e parceria com a Secretaria Nacional de Política sobre Drogas, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal.

Fonte: PJC MT

Propaganda

Momento Policial

Polícia Civil frustra associação criminosa que planejava atentado contra fazendeiros no Araguaia

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de São Félix do Araguaia (1.200 km a nordeste de Cuiabá), com apoio da Delegacia de Porto Alegre do Norte, cumpriu na madrugada desta quinta-feira (17.06) dois mandados de prisão temporária contra suspeitos de planejarem a execução de crimes contra fazendeiros da região.

As duas ordens judiciais são decorrentes de inquérito policial instaurado pela Delegacia de São Félix do Araguaia para apurar os crimes de associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo.

O conflito teria surgido a partir de uma disputa de terras na região. Dando continuidade às diligências para esclarecer o crime, os policiais civis conseguiram identificar o imóvel onde os envolvidos residiam, um homem de 62 e outro de 31 anos.

Com base nas informações colhidas, o delegado Artur Andrade Almeida representou pela prisão dos suspeitos, que foi deferido pela Comarca de São Félix do Araguaia. Com a ordem de prisão em mãos, os policiais civis realizaram as prisões, na zona rural do município.

Leia Também:  Equipes da PRF prendem homem com mandado de prisão em aberto desde 2019

Os suspeitos foram encaminhados à Delegacia de São Félix do Araguaia para as providências de praxe e posteriormente colocados à disposição da justiça.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA