Momento Policial

Polícia Civil incinera mais de 1,2 ton. de cocaína apreendida pela PRF em Pontes e Lacerda

Publicados

em


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Mais de 1240 quilos de cloridrato de cocaína apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na última terça-feira (01.09) foram incinerados pela Polícia Civil, na tarde de sexta-feira (05), nos fornos de uma cerâmica de Pontes e Lacerda (448 km a oeste de Cuiabá).

O carregamento de entorpecentes foi apreendido em ação da PRF realizada na BR 364, quando os policiais abordaram dois caminhões com dois semirreboques cada.

Durante fiscalização minuciosa, foram identificados nos veículos compartimentos adaptados que eram utilizados para transportar os tabletes de cloridrato de cocaína, resultando na apreensão de 1.246 quilos da droga e em um prejuízo estimado de R$ 180 milhões aos criminosos.

A destruição do entorpecente, de competência da Polícia Civil, teve parecer favorável do Ministério Público e autorização da Justiça devido ao alto risco do seu armazenamento.

Os tabletes de entorpecente foram escoltados até o local da destruição, sob esquema de segurança montado por policiais civis das Delegacias Regional e Municipal de Pontes e Lacerda, da Gerência de Operações Especiais (GOE) e da equipe da PRF.

Leia Também:  PM liberta reféns e prende suspeito por sequestro e roubo de carreta no interior

O delegado regional de Pontes e Lacerda, Clayton Queiroz, destacou que a apreensão e destruição da carga de entorpecente demonstra a união das forças de segurança da fronteira que tem apreendido cada vez mais droga na região.

“Foi um trabalho muito eficiente realizado pela PRF e agora realizamos a incineração desta grande quantidade de entorpecente tirando de circulação a droga que não será distribuída e também não poderia permanecer estocada”, explicou o delegado regional.

O delegado, Alexandre da Silva Nazareth, explicou sobre a importância das ações e operações integradas na região de fronteira para o combate do tráfico de drogas.

“Além das ações para apreensão de entorpecentes e prisão de traficantes, a destruição da droga é outro trabalho essencial para o combate ao tráfico, uma vez que tira qualquer possibilidade de que a substancia retorne ao mercado ilícito”, disse. .

 

 

 

Fonte: PJC MT

Propaganda

Momento Policial

PM prende quatro por tráfico e apreende armas, droga e dinheiro em Nova Olímpia

Publicados

em


.

Em duas ações distintas de repressão ao tráfico de droga realizada neste sábado (26.09), policiais da 1ª Companhia de Polícia Militar de Nova Olímpia (207 km de Cuiabá) prenderam quatro suspeitos, entre eles uma mulher, apreenderam armas, droga, dinheiro e outros produtos de preparo, embalagem de entorpecente.

Na primeira ação, em uma área de prostituição da cidade, foram presos dois homens, de 18 e 44 anos, e apreendidas 19 porções de cocaína e R$ 800 em dinheiro. Eles estavam em um veículo Celta, de cor vermelha, e estariam entregando droga.

Na continuação dessa ocorrência, com diligências em Barra do Bugres e apoio do Comando de Ação Rápida(CAR) da 12ª Companhia de PM, ocorreu a prisão de uma suspeita, que seria a ex-mulher do condutor do Celta, o homem de 44 anos. Na casa dela foram apreendidas três armas, sendo uma pistola calibre 22 e duas espingardas 22 e 32, além de 17 munições, duas delas deflagradas, e um caderno com anotações da movimentação do tráfico.

Leia Também:  Polícia Civil localiza 52 bananas de dinamite em área rural de Guarantã do Norte

Horas depois, na segunda ocorrência, no Jardim São João, em Nova Olímpia, os policiais prenderam um rapaz de 18 anos. Com ele apreenderam duas porções e um pedaço de droga o qual poderia ser transformado em pelo menos 30 papelotes.

Conforme narrativa dos policiais, esse suspeito confessou que estava traficando e que havia acabado de entregar o dinheiro da venda do dia ao fornecedor da droga.

Todos os suspeitos e materiais apreendidos foram levados para a Delegacia de Polícia de Nova Olímpia, incluindo o veículo usado pelos dois primeiros presos.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA