Momento Policial

Polícia Civil prende em flagrante homem suspeito de estuprar vítima em entrevista de emprego

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

 

Um homem suspeito de abusar sexualmente de uma jovem durante entrevista de emprego foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na terça-feira (27.10), após a vítima procurar o Plantão de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica e Sexual de Cuiabá.

A vítima de 18 anos levou o currículo na loja, no bairro Jardim Leblon, após visualizar o anúncio de emprego com vaga para atendente de assistência técnica, na rede social da empresa. No local, a jovem foi recebida pelo proprietário do estabelecimento que pediu para que a vítima retornasse no final da tarde com roupa mais adequada para que ele e a gerente da loja visualizassem melhor sua aparência.

Quando a jovem retornou à loja, o suspeito estava sozinho e começou a fechar o estabelecimento, dizendo que a gerente tinha saído, mas que logo retornaria. A partir desse momento, o suspeito passou a assediar a vítima, falando sobre as tatuagens que ela tinha pelo corpo, pedindo para que ela trocasse de roupa e colocasse o uniforme da empresa e em seguida andasse pela loja para ele avaliá-la.

Leia Também:  Policiais civis prendem em flagrante rapaz que cometeu tentativa de homicídio em Comodoro

Durante a entrevista, o proprietário disse que faria um teste com ela e que cada pergunta que ela errasse teria que tirar uma peça de roupa, momento em que também começou a tocar o corpo da jovem para ver suas tatuagens. Muito nervosa e chorando, a vítima conseguiu se desvencilhar do suspeito que ainda tentou convencê-la a voltar na loja no dia seguinte.

Ela saiu da empresa e procurou o Plantão de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica e Sexual para registrar a ocorrência. Imediatamente, a equipe policial do plantão coordenada pela delegada Jannira Laranjeira Siqueira Campos iniciou as diligências para identificar e localizar o suspeito, que foi preso em flagrante em uma residência no bairro Ribeirão do Lipa em Cuiabá.

O suspeito foi conduzido ao Plantão, onde foi interrogado pela delegada plantonista e autuado em flagrante por estupro. “O que chama atenção é que a vaga divulgada pela empresa era para atendente, serviço realizado exclusivamente por telefone. Mesmo assim, o suspeito alegou a aparência da vítima para buscar a oportunidade para ficar sozinho com ela e praticar o abuso”, disse a delegada. 

Leia Também:  Em 12 horas, Operação Maria da Penha atendeu 117 vítimas de violência doméstica e visitou 16 agressores em MT

 

 

Fonte: PJC MT

Propaganda

Momento Policial

Ação integrada prende nove pessoas envolvidas em roubo de mineradora em Nova Lacerda

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Nove pessoas envolvidas no roubo de uma mineradora, ocorrido na noite de sábado (28.11), no município de Nova Lacerda (644 km a oeste de Cuiabá) foram presas em flagrante em ação rápida das forças de segurança da região de fronteira, realizada menos de 24 horas do crime. Na ação foram apreendidos veículos, armas de fogo e dinheiro.

Os suspeitos foram autuados em flagrante pelos crimes de latrocínio tentado e associação criminosa.

 

Participaram dos trabalhos, as equipes da Policia Civil da Delegacia de Pontes e Lacerda, Comodoro, Vila Bela da Santíssima Trindade, Gerência de Operações Especiais (GOE), Polícia Militar, Grupo Especial de Fronteira (Gefron), com apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

O crime ocorreu por volta das 22 horas, quando aproximadamente 15 homens chegaram à mineradora, a pé pela mata  e renderam os seguranças. Durante a ação, os criminosos agiram com estrema violência, efetuaram disparos de arma de arma de fogo e subtraíram uma caminhonete Toyota Hilux além de objetos das pessoas que trabalham no local.

Leia Também:  Operação integrada encontra adolescentes consumindo droga e álcool e detém dono de espaço

Assim que foi acionada do roubo, a equipe da plantonista da Polícia Civil sob o comando do delegado João Paulo Berté acionou as demais Forças de Segurança que iniciaram as diligências e com bases em informações colhidas conseguiram identificar e prender alguns dos envolvidos nos crime.

 

Com os suspeitos foram localizados três veículos,  um Fiat Uno, um Fiat Palio e um Hiunday Santa Fé, além da caminhonete Toyota Hilux roubada da mineradora. Os suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Pontes e Lacerda e confessaram a participação no crime, autorizando posteriormente buscas em suas residências.

Em continuidade as diligências foram realizadas as buscas nas casas, onde foram apreendidas armas de fogo, material para refino de ouro e R$ 6,9 mil em dinheiro, além de outros objetos de origem ilícita.

Segundo o delegado, João Paulo Berté, mesmo tentando ocultar suas identidades utilizando apetrechos como bala clavas no momento do crime, os suspeitos foram reconhecidos pelas vítimas por outros aspectos fiscos diversos dos rostos.

Leia Também:  PM promove operação em área central de Juína e aborda 135 pessoas
 

Ainda de acordo com o delegado, há cerca de 60 dias ocorreu um furto na mineradora, fato que teria sido praticado pelo mesmo grupo criminoso, demonstrando que os suspeitos tinham conhecimento do local.

“Em ação rápida e integrada das forças de segurança, foi possível identificar e prender parte do grupo envolvido no crime, que confessou que estava planejando o roubo há aproximadamente um mês. As investigações estão em andamento para prender os outros envolvidos no crime”, disse o delegado.

O secretario de Segurança Pública, Alexandre Bustamente, destacou que a ação integrada demonstrou mais uma vez que o crime organizado está perdendo espaço em Mato Grosso. “É mais uma mostra da eficiência da área de segurança no combate a crimes de grande monta procurando dar a resposta cada vez mais rápida, resultando na recuperação do patrimônio roubado e desarticulação do grupo envolvido na ação criminosa”, destacou.

 

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA