Momento Policial

Polícia Civil prende mulher em flagrante por maus tratos contra filha de um e nove meses

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Uma mulher suspeita de maus tratos contra a filha de apenas um ano e nove meses foi presa em flagrante pela Polícia Civil, na manhã desta quinta-feira (15.10), no município de Ribeirão Cascalheira (900 km a leste de Cuiabá). A suspeita de 27 anos foi autuada pelos crimes de maus tratos qualificado e lesão corporal no âmbito da violência doméstica e também será investigada por possível tortura contra a criança.

A prisão ocorreu após o Conselho Tutelar acionar a equipe da Polícia Civil informando sobre um vídeo que mostrava a mulher agredindo a filha com uma vara e em seguida esfregando uma fralda suja no rosto da criança. Segundo as informações, o Conselho Tutelar já havia sido acionado outras vezes sobre os maus tratos praticados pela mãe contra a criança.

Diante dos fatos, as equipes da Polícia Civil e Conselho Tutelar foram até a residência da suspeita, onde resgataram a criança. Em conversa com familiares, foi informado que as agressões praticadas pela mãe são recorrentes e que diversas vezes já foi pedido para que ela entregasse a guarda da filha para o pai da criança.

Leia Também:  PRF apreende caminhão adulterado em Cáceres/MT

Em continuidade as diligências, os policiais seguiram até o local de trabalho da suspeita, onde foi realizada a sua prisão em flagrante. Questionada, ela confessou os fatos e disse que apenas estava educando a filha.

A mãe da criança foi conduzida à Delegacia de Ribeirão Cascalheira, onde foi interrogada pelo delegado Deuel Paixão de Santana e autuada em flagrante por maus tratos qualificado por ser praticado contra menor de 14 anos e lesão corporal no âmbito da violência doméstica.

O delegado também abriu uma investigação para apurar possível prática de tortura da suspeita contra a criança.

 

Fonte: PJC MT

Propaganda

Momento Policial

Policiais civis femininas participam de treinamento Prevenção e Reação à Violência Urbana

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Seis policiais civis mulheres latadas em unidades da Capital participaram nesta semana de treinamento de Prevenção e Reação a Violência Urbana, ministrado pela equipe da Gerência de Operações Especiais (GOE). As policiais destacaram a importância da atuação da mulher na área de segurança, assim como prestigiaram a Campanha de prevenção ao câncer de mama Outubro Rosa.

A capacitação foi realizada com 20 horas/aula foi realizada na segunda e terça-feira (19.20) contando com a participação das policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá, Gerência Estadual de Polinter e Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

O curso de Prevenção e Reação a Violência Urbana, ministrado pela GOE, tem como objetivo alertar os policiais para os riscos quando estão descaracterizados, seja nos momentos de folga ou até mesmo em serviço. Com ações voltadas à precaução e prudência, visando evitar o perigo e resguardar a integridade física do profissional.

Uma das propostas trabalhadas é o desenvolvimento e aprimoramento da postura preventiva do policial contra a violência urbana. Além de aperfeiçoar as técnicas de tiro policial, focadas no combate aproximado nessas situações em que o policial estiver portando sua arma de forma velada.

Leia Também:  Batalhão Ambiental encontra rinha e resgata 25 galos; suspeito detido em flagrante

Como força de alertar as mulheres para a Campanha Outubro Rosa, as policiais vestiram a camisa rosa durante o treinamento.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA