Momento Policial

Polícia Civil recupera objetos roubados e prende dois receptadores em ações distintas

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

Dois homens suspeitos de receptação foram presos pela Polícia Civil em Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), na quinta-feira (15.10), durante diligências investigativas da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município. Nas ações distintas, dois homens foram presos e recuperado diversos produtos provenientes de dois roubos, praticados na cidade no início do mês de outubro.

Durante as investigações dos roubos, a Derf Rondonópolis conseguiu identificar um homem de 38 anos, que estava na posse do aparelho celular levado da vítima. Assim que a equipe chegou na casa do investigado, no bairro Jardim Dom Bosco, ele tentou esconder dentro de sua bermuda um aparelho celular.

Devida a essa atitude, foi pedido para que ele entregasse o telefone, sendo constatado se tratar de produto de roubo praticado no dia 07 de outubro. Na casa foram localizados outros produtos, alguns novos e com etiquetas, como parafusadeira elétrica, chinelos, pulseiras, correntes, pingente, relógios, televisor, sem comprovação fiscal, além de uma porção de droga.

Diante dos fatos, o suspeito (que já foi preso no dia 30 de julho por tráfico de drogas), foi conduzido para Derf Rondonópolis com o material recuperado, interrogado e autuado em flagrante pelo crime de recepção.

Leia Também:  Suspeito ameaça matar a esposa, se esconde no banheiro e é preso pela PM

Receptação de celular

O segundo suspeito de 28 anos (com passagens criminais por tráfico de droga porte ilegal de arma de fogo e estelionato) foi preso, no final da tarde de quinta-feira (15), pelos investigadores na região central de Rondonópolis.

Durante investigação, a Polícia Civil apurou que uma jovem com antecedente criminal estava na posse de um aparelho celular roubado de uma vítima no início do mês de outubro no bairro Vila Planalto. Em contato com a moça, foi solicitado para que ela comparecesse à delegacia para prestar esclarecimentos e informou que o celular smartphone de origem duvidosa havia sido adquirido há alguns dias pelo seu marido.

Diante da informação, ospoliciais civis foram até a rua na lateral da delegacia, onde o suspeito aguardava pela companheira, sendo apreendido com ele o aparelho roubado e lavrado o flagrante por receptação.

 

 

Fonte: PJC MT

Propaganda

Momento Policial

Condenado por homicídio, homem é localizado pela Polícia Civil em área rural de Juruena

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Em diligências no interior do estado, policiais civis da Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol) prenderam mais um foragido da Justiça, que era procurado pelo crime de homicídio qualificado. O foragido foi localizado nesta sexta-feira (23) em uma área no município de Juruena (880 km a noroeste de Cuiabá).

 Após receber a ordem judicial de prisão, os policiais passaram a realizar as investigações para localizar o fugitivo. Os investigadores apuraram que o foragido, de 31 anos, poderia estar escondido em uma região de mata densa na zona rural entre os municípios de Juara, Juína e Juruena.

Depois de percorrer vários quilômetros em locais de difícil acesso, a equipe da Polinter conseguiu localizar o homem na altura do quilometro 45, da MT-174, conduzindo um veículo Chevrolet Vectra.

Após acompanhamento tático, os investigadores realizaram a abordagem e, em um primeiro momento, o homem se identificou com nome diverso do que constava no mandado judicial.  Porém, ao ser reinquirido pelos policiais, ele revelou seu verdadeiro nome e recebeu voz de prisão.

Leia Também:  Vítima tem moto levada depois de anunciar em site de venda e policiais recuperam veículo

Ao ser questionado se tinha arma de fogo, ele revelou que possuía uma arma longa em sua residência. Na casa, os policiais  localizaram o armamento e 82 munições de calibre 22 e mais 12 cartuchos intactos de calibre 32.

O preso foi encaminhado à delegacia da Polícia Civil para apresentação à autoridade policial e registro do cumprimento da prisão.

O mandado de prisão foi expedido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Sinop, por sentença penal condenatória de 14 anos por homicídio qualificado, cometido por motivo torpe ou circunstâncias que impossibilitaram a defesa da vítima.

O crime ocorreu em fevereiro de 2011 após uma discussão entre o réu e a vítima ocorrida por conta de uma dívida contraída após a aquisição de uma motocicleta. O réu tem antecedentes criminais pelos crimes de corrupção ativa, furto qualificado e estelionato.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA