Momento Policial

Policiais civis localizam 5,5 quilos de entorpecentes com gerente do tráfico

Publicados

em

 

Assessoria | Polícia Civil-MT

Um carregamento de aproximadamente 5,5 quilos de entorpecentes, entre maconha e pasta base de cocaína, foi apreendido pela Polícia Civil, no final da tarde de quinta-feira (23.09), no município de Guarantã do Norte (715 km ao norte de Cuiabá).

Um integrante de uma organização criminosa, de 21 anos, que exercia a função de “gerente”, responsável por distribuir a droga e depois arrecadar os valores oriundo da mercancia, foi preso por tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores.

Durante diligências na região de Guarantã do Norte, os policiais civis através do trabalho de inteligência identificaram uma casa no bairro Cidade Nova, onde supostamente estava armazenada grande quantidade de droga, a qual havia chego na cidade há dois dias.

De posse das informações a equipe passou a monitorar o endereço, sendo constatada intensa movimentação de usuários, onde as pessoas chegavam e saiam rapidamente.

Diante dos indícios característicos de comércio ilícito, foi realizada a abordagem e no local encontrado em um balde com roupas sujas, contendo 6 porções grandes de pasta base. Dando continuidade nas buscas foram localizados dentro de uma bolsa vermelha 5 tabletes e meio de maconha, e mais 4 porções grandes da mesma substância.

Leia Também:  Sine Municipal de Cuiabá oferta 470 vagas de emprego com salário de até R$ 3 mil; Confira

Na ocasião o jovem que estava na companhia de dois adolescentes, 16 e 17 anos, correu para o fundo e jogou pelo muro 15 porções de base de cocaína, apreendidas posteriormente pelos investigadores. Ainda na residência havia um pé de maconha, além de vários materiais plásticos utilizados para embalar as drogas, entre outros apetrechos.

Após o flagrante o suspeito foi encaminhado até a Delegacia de Guarantã do Norte, interrogado e autuado pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores. Na unidade policial foi verificado que o maior de idade tinha saído da Cadeia há poucos meses por tentativa de homicídio.

Após a confecção dos autos, o preso foi apresentado e colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

 

Momento Policial

PRF localiza mercadorias transportadas de forma ilegal na cidade de Rondonópolis-MT

Publicados

em


Na última sexta-feira, durante suas abordagens, a PRF em Rondonópolis constatou três ocorrências do crime de transporte de mercadoria nacional sem nota fiscal.

Duas ocorrências aconteceram aproximadamente às 09 horas da manhã quando policiais abordaram um ônibus que fazia a linha Cascavel-PR x Alta Floresta-MT.

Ao ser fiscalizado o bagageiro, a equipe policial encontrou 14 caixas de essência para narguilé despachadas por uma determinada empresa. Em rápida conferência da nota fiscal e dos produtos, constatou-se que a mercadoria possui alto valor comercial, muito acima do declarado na nota.

Continuando na fiscalização, os policiais localizaram, também, mais duas caixas com mercadorias diversas e ao consultar a nota fiscal foi constatado que o valor declarado era de R$ 500,00. Em rápida conferência em sites da internet, verificou-se que a mercadoria nas caixas possuía alto valor de mercado, muito acima do declarado no documento fiscal. Tanto o remetente, uma mulher de 34 anos, quanto o destinatário, outra de 31, foram enquadradas no crime de transporte de mercadoria sem nota fiscal.

A última ocorrência aconteceu por volta das 14 horas, quando os policiais abordaram um caminhão-baú, conduzido por um homem de 32 anos. Em fiscalização às mercadorias localizadas no interior do veículo, foram encontradas três caixas e quatro sacos com produtos diversos (roupas e objetos eletrônicos). Ao ser indagado a respeito das notas fiscais, o motorista simplesmente informou que não as possuía. Declarou ainda, que quando passava por Mato Grosso do Sul, um desconhecido ofereceu determinada quantia para ele levar os produtos até Cuiabá-MT.

Todas as mercadorias apreendidas foram encaminhadas para a SEFAZ-MT para a realização dos procedimentos cabíveis.

Fonte: PRF MT

Leia Também:  Polícia Civil chega a 3,5 toneladas de drogas incineradas em nove meses, em Rondonópolis
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA