Momento Policial

PRF apreende 30kg de skunk em Nova Mutum/MT

Publicados

em


.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu aproximadamente 30 kg de skunk (super maconha) e prendeu duas pessoas, na tarde desta terça-feira (15), em Nova Mutum.

Através de policiamento orientado por inteligência, a equipe PRF abordou o veículo Fita/Strada, de cor branca e placas de Cuiabá/MT, no Km 636, da BR-364. O automóvel estava ocupado pelo condutor, de 39 anos e um passageiro, de 26.

Ao realizar uma busca no veículo, os policiais encontraram 60 tabletes do entorpecente, que estavam escondidos sob a proteção da caçamba. Os ocupantes contaram que receberiam certa quantia em dinheiro para transportar a droga de Pontes e Lacerda/MT até Nova Mutum.

O veículo, a droga e os envolvidos foram encaminhados para Polícia Civil, em Diamantino/MT, em princípio, por tráfico de drogas.

SECOM PRF MT
e-mail: [email protected]
Instagram: @prf_mt
Para emergências e denúncias, ligue 191

 

Fonte: PRF MT

Leia Também:  Duas mulheres são detidas por tentativa de homicídio em Rondonópolis
Propaganda

Momento Policial

Polícia Civil apura desmatamento com derrubada de castanheira no norte de MT

Publicados

em


.

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Em diligências na região norte do Estado nesta semana, policiais civis da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) comprovaram a existência de mais uma área com desmatamento ilegal, inclusive com derrubada de árvores protegidas pela legislação.

O crime ambiental foi constatado em uma área no município de Cláudia (620 km ao norte de Cuiabá) e a delegacia foi comunicada por fiscais da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e do Indea-MT que estão em atuação na região.

A equipe da Delegacia de Meio Ambiente foi até o local, junto com peritos da Politec para checar a denúncia recebida e coletar provas. Entre as árvores derrubadas na área, os policiais encontraram uma castanheira que media, aproximadamente, 30 metros.

Após a coleta de evidências materiais e a realização da perícia, a Dema vai instaurar inquérito policial para investigação do crime ambiental e dar sequência às diligências necessárias para esclarecimento do delito.

De acordo com a delegada titular da Dema, Alessandra Saturnino de Souza Cozzolino, há evidências de crimes ambientais, entre eles o crime, em tese, de desmate ilegal da área e também será apurado se houve eventual fraude na requisição junto à Sema dos pedidos de autorização de desmate e de queima. “Será apurado se houve subterfúgio no intuito de obter a licença no órgão ambiental, com omissão por parte do solicitante de que a área era de castanheira”, explicou a delegada.

Leia Também:  Dois veículos recuperados em Cuiabá e Barra do Bugres

A derrubada e corte da castanheira são proibidos, uma vez que a espécie é ameaçada de extinção. A castanheira é uma das árvores mais altas do bioma amazônico, chega a viver 500 anos e pode atingir até 50 metros, o que corresponde à altura de um prédio de 16 andares.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA