Momento Policial

PRF em Rondonópolis-MT apreende 713 garrafas de vinhos importados ilegalmente

Publicados

em

Na manhã desta quarta-feira (15), uma equipe da PRF em Rondonópolis realizava fiscalização com foco no combate a ocorrências criminais, na BR 364, quando abordou um ônibus que fazia a linha Foz do Iguaçu-PR x Rio Branco-AC.

Em verificação ao compartimento de bagagem, foram encontradas diversas caixas de papelão, que conforme relato dos motoristas, foram despachadas na cidade de Realeza-PR e com destino a Cuiabá-MT.

Os motoristas apresentaram a nota fiscal, e ao verificar a mercadoria, a equipe constatou que tratavam-se de vinhos importados ilegalmente para o Brasil, tendo em vista que os rótulos estavam em língua estrangeira, configurando dessa forma o crime de descaminho.

Além do mais, no documento fiscal constava a quantidade de 400 unidades, no valor total de R$ 8.000,00. Só que na conferência realizada pela equipe, constatou-se a quantidade de 713 garrafas, no valor aproximado de R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil reais), de acordo com consultas realizadas em sites especializados da internet.

Diante dos fatos, ficou contatada a ocorrência do crime de descaminho. Toda a mercadoria foi encaminhada à Polícia Federal de Rondonópolis para apresentação à autoridade policial.

Leia Também:  Sine Municipal de Cuiabá oferta 470 vagas de emprego com salário de até R$ 3 mil; Confira
Fonte: PRF MT

 

Momento Policial

PRF localiza mercadorias transportadas de forma ilegal na cidade de Rondonópolis-MT

Publicados

em


Na última sexta-feira, durante suas abordagens, a PRF em Rondonópolis constatou três ocorrências do crime de transporte de mercadoria nacional sem nota fiscal.

Duas ocorrências aconteceram aproximadamente às 09 horas da manhã quando policiais abordaram um ônibus que fazia a linha Cascavel-PR x Alta Floresta-MT.

Ao ser fiscalizado o bagageiro, a equipe policial encontrou 14 caixas de essência para narguilé despachadas por uma determinada empresa. Em rápida conferência da nota fiscal e dos produtos, constatou-se que a mercadoria possui alto valor comercial, muito acima do declarado na nota.

Continuando na fiscalização, os policiais localizaram, também, mais duas caixas com mercadorias diversas e ao consultar a nota fiscal foi constatado que o valor declarado era de R$ 500,00. Em rápida conferência em sites da internet, verificou-se que a mercadoria nas caixas possuía alto valor de mercado, muito acima do declarado no documento fiscal. Tanto o remetente, uma mulher de 34 anos, quanto o destinatário, outra de 31, foram enquadradas no crime de transporte de mercadoria sem nota fiscal.

A última ocorrência aconteceu por volta das 14 horas, quando os policiais abordaram um caminhão-baú, conduzido por um homem de 32 anos. Em fiscalização às mercadorias localizadas no interior do veículo, foram encontradas três caixas e quatro sacos com produtos diversos (roupas e objetos eletrônicos). Ao ser indagado a respeito das notas fiscais, o motorista simplesmente informou que não as possuía. Declarou ainda, que quando passava por Mato Grosso do Sul, um desconhecido ofereceu determinada quantia para ele levar os produtos até Cuiabá-MT.

Todas as mercadorias apreendidas foram encaminhadas para a SEFAZ-MT para a realização dos procedimentos cabíveis.

Fonte: PRF MT

Leia Também:  Polícia Civil prende em Pedra Preta motorista suspeito de furtar carga de soja
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA