Momento Policial

Quatro são presos pela Polícia Civil em ‘escritório do crime’ criado para aplicar golpes de estelionato

Publicados

em

 

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Quatro pessoas foram na tarde desta sexta-feira, 22 de outubro, em Rondonópolis, depois que a Polícia Civil flagrou um grupo, no bairro Jardim Atlântico, que mantinha um ‘escritório do crime’ criado para a prática de golpes de estelionato.

Uma investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) apontou que na residência, diversas pessoas se reuniram para planejar e executar golpes, entre eles, de estelionato.

No local havia seis pessoas, todas com vários registros criminais, e quatro delas estavam com mandados de prisões decretados e em aberto por crimes como roubo, tráfico e organização criminosa.

A equipe da DERF apurou ainda que o grupo planejava cometer crimes neste final de semana, em Rondonópolis.

Com os suspeitos foram apreendidas anotações, documentos, chips lacrados de telefonia celular. Eles foram autuados em flagrante por associação criminosa e posse de drogas.

Fonte: PJC MT

Leia Também:  Lucas: Curso de conserva de frutas leva às participantes mais uma alternativa de fonte de renda

Momento Policial

Após denúncia, Polícia Civil prende em flagrante homem que violentava psicologicamente a companheira

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Uma denúncia feita ao Disque 180 Nacional, de atendimento a mulheres vítimas de violência, levou a equipe da Delegacia da Polícia Civil de Barra do Bugres a um sítio, no município de Porto Estrela, onde foi preso em flagrante um homem de 43 anos por violência psicológica contra a esposa, de 37 anos.

No sítio, a equipe policial conversou com vítima, que confirmou as agressões psicólogicas. Além disso, ela relatou a violência física, a última delas ocorrida em julho deste ano. Ela disse que o companheiro a ameaça de morte e que se ela se separasse dele, seria morta e depois ele cometeria suicídio.

Em um dos episódios de violência, a vítima teve o braço fraturado pelo agressor, que também não a deixava sair de casa, inclusive para visitar a mãe, que reside na mesma comunidade. Diante do medo de novas ameaças, a vítima acabava obedecendo o companheiro, que estava sempre lúcido quando cometia as agressões e, de acordo com a mulher, ele usava argumentos religiosos para tentar convencer a vítima de que sua condição devia ser de submissão.

Leia Também:  Contas da Prefeitura de Cuiabá recebem parecer favorável à aprovação

A vítima foi ouvida posteriormente na delegacia. A equipe buscou atendimento psicossocial para ela.

O agressor foi autuado em flagrante pelo crime de violência psicológica (estabelecido no artigo147-B, do Código Penal) e o delegado Rondolpho Bandeira representou à Justiça pela prisão preventiva.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA