Momento Policial

Rotam percebe homem com fuzil na porta de casa e descobre rede de tráfico de droga

Publicados

em


.

Uma equipe da Rotam prendeu na madrugada deste sábado (1º.08), dois homens por tráfico de droga, no bairro Parque do Lago, em Várzea Grande.

Os policiais estavam em patrulhamento quando viram um homem carregando um fuzil na frente de uma casa. Imediatamente, foi iniciado o procedimento de abordagem. O suspeito ainda tentou correr, mas foi contido.

A arma se tratava de uma réplica de fuzil que o detido alegou usar para sua segurança, por vender droga na região. Acrescentou que teria outra réplica de pistola na casa da sua mãe.

Referente à droga, ele disse que pegava de outro homem no bairro Alameda. Os militares foram até o imóvel e, recebidos pelo denunciado que apontou onde estava o entorpecente.

Ele ainda apontou um terceiro suspeito, seu vizinho, de quem teria pegado a droga. Esse não foi localizado. Logo em seguida, os policiais foram até a casa da mãe do primeiro suspeito detido onde encontraram a réplica de pistola. Em seu nome constou passagens criminais por roubo, porte ilegal de arma de fogo, furto e tráfico de droga.

Leia Também:  Mandados de prisão e de buscas são cumpridos em mais uma fase da Operação Reclusos

Na ação foram apreendidos 12 tabletes de maconha, dois tabletes de pasta base de cocaína, uma sacola com pasta base de cocaína, mais 11 porções de maconha, oito sacolas com ácido bórico, dois celulares e dois cadernos com anotações do tráfico, além de três balanças, duas máquinas de cartão de crédito e dinheiro.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Momento Policial

Mulher grávida foge de cativeiro, pede ajuda a PM e suspeito é preso em Cuiabá

Publicados

em


.

Em Cuiabá, policiais militares do 9º Batalhão socorreram uma mulher que havia sido agredida, sequestrada e mantida refém pelo namorado de quarta-feira (4) até a madrugada desta segunda-feira (10), no bairro São José.

A PM prendeu o suspeito de 23 anos em flagrante, por crime de lesão corporal, sequestro e cárcere privado.

Por volta de 1 hora da manhã, a vítima conseguiu chegar até a Base do 9º Batalhão da PM após fugir da residência em que era mantida refém pelo namorado. A mulher contou aos policiais que o homem a manteve a trancou na residência na quarta-feira (4), depois que ela foi ao aeroporto verificar passagens para visitar a família em Brasília, Distrito Federal.

Segundo a vítima, quando retornou para casa e o namorado soube que ela iria viajar para visitar os pais, o suspeito passou a agredi-la com socos no rosto que ocasionaram hematomas que foram constatados no olho da vítima.

No relato a PM, a mulher contou que depois o suspeito a trancou no quarto, ele tomou seu celular e não a deixava sair para nada. Quando nessa madrugada, o homem a deu um empurrão, a enforcou até ela perder os sentidos com tantos tapas, puxões de cabelo e chutes desferido pelo namorado. Ao acordar, a mulher e o suspeito discutiram por causa do celular e a vítima conseguiu sair correndo da casa e pediu ajuda de pessoas que transitavam em uma avenida.

Leia Também:  Mandados de prisão e de buscas são cumpridos em mais uma fase da Operação Reclusos

A vítima confirmou a polícia que está grávida e que há cerca de cinco meses está em Cuiabá, que veio a trabalho e que há três meses conheceu o suspeito. Diante das informações, os policiais foram até a residência apontada pela vítima e prenderam o suspeito. O homem foi entregue à delegacia.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes.

Fonte: PM MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA