Momento Policial

Suspeitos são presos após PM receber denúncias de pessoas armadas no Vale do Goiabal

Publicados

em


.

Em Juína, a Polícia Militar prendeu dois homens (57 e 23 anos) com armas de fogo e munições, na última sexta – feira (7), na região do Vale do Goiabal, zona rural do município. Na ação policial foram apreendidos dois simulacros de arma de fogo, uma pistola, uma espingarda, 58 munições cal .40, três carregadores de pistola e dois cartuchos recarregados.  

A PM recebeu denúncias de que pessoas estariam circulando pelo Vale do Goiabal portando armas de fogo e ameaçando os moradores da região. Na tarde de sexta-feira, os policiais realizaram patrulhamento tático na localidade e visualizaram três pessoas em um local onde foi possível verificar em cima de uma mesa, dois simulacros de arma de fogo e uma espingarda cal 36.

A polícia realizou o procedimento de abordagem pessoal nos suspeitos e um deles confessou ser o dono da espingarda alegando que anda armado porque vem sendo ameaçado por uma pessoa em uma caminhonete S10. O homem confessou que é foragido da justiça e que esteve preso na cidade de Porto Velho em  Rondônia, mas  que não voltou ao estado vizinho depois que recebeu benefício da saída temporária do Sistema Prisional. O suspeito recebeu voz de prisão e teve a arma de fogo apreendida. Os dois simulacros de arma de fogo também foram apreendidos pela PM. 

Leia Também:  Dupla é conduzida à delegacia para explicar procedência de venda de cartelas de bingo beneficente

Outro homem abordado pelos policiais portava um coldre, uma pistola cal 40 com três carregadores municiados e 58 munições.  O suspeito justificou que tem registro da arma, que tem registro de caçador, ele disse ainda que trabalha em uma empresa de pesquisa em mineração da região onde existe um conflito agrário e que por isso anda armado para garantir sua segurança, mas moradores do local declararam aos policiais que o suspeito costuma ameaçar as pessoas e sempre transita pelo local portando o armamento de forma ostensiva. O homem foi preso e conduzido à delegacia para prestar esclarecimentos.

O armamento do suspeito foi apreendido e entregue a Polícia Judiciária Civil.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes.

Fonte: PM MT

Propaganda

Momento Policial

Polícia Civil cumpre prisão de suspeito de morte de adolescente em Guiratinga

Publicados

em


.

Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil do município de Guiratinga (328 km ao sul de Cuiabá) efetuou a prisão do principal suspeito de matar uma adolescente de 16 anos. O rapaz de 24 anos foi preso em cumprimento a mandado de prisão temporária decretado pela Comarca do município pelo crime de homicídio qualificado (feminicídio).

A menor Ketrin Antunes de Lima desapareceu no dia 30 de agosto. Desde então, os policiais civis da Delegacia de Guiratinga iniciaram as diligências ininterruptas para esclarecer o crime.

No dia 03 de setembro, o corpo da vítima foi localizado em um prédio abandonado no bairro Tancredo Neves, já em estado avançado de decomposição. 

Durante investigação a equipe realizou várias oitivas e diligências, e todas as evidências indicando como principal suspeito o rapaz com quem a menor estava se relacionando. 

O jovem foi interrogado na Delegacia de Guiratinga, e durante depoimento entrou em contradição por diversas vezes,  sendo também percebido que ele tentava atrapalhar as investigações.

Diante dos indícios de autoria, a Polícia Civil representou pelo pedido de prisão temporária do suspeito.  Com a ordem de prisão expedida pela Justiça, os policiais civis efetuaram a prisão do suspeito na tarde de sexta-feira (19), em uma fazenda na zona rural de Guiratinga. 

Leia Também:  Equipe da Rotam chega de surpresa em festa de aniversário e realiza sonho de menino de 4 anos

Conduzido para delegacia o suspeito foi novamente ouvido e negou as acusações. Em conformidade ao mandado, o preso foi encaminhado para uma unidade prisional onde ficará à disposição da Justiça.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA