Momento Policial

Treze policiais iniciam curso do Bope para uso de cães em operações em Mato Grosso

Publicados

em

Treze policiais iniciaram o 4º Curso de Cinotecnia Policial do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), na manhã desta segunda-feira (25.10). A aula inaugural da instrução, que formará operadores para uso de cães em ações policiais, aconteceu no auditório da Controladoria-Geral do Estado (CGE), na capital.

Com 45 dias de duração, o curso promovido pela Polícia Militar, através da equipe do Canil do Bope, conta com a participação de sete policiais militares da PMMT e seis de instituições coirmãs, como Polícia Judiciária Civil, Polícia Federal, Exército Brasileiro, Corpo de Bombeiro Militar, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Penal.

Na solenidade de abertura da capacitação, o comandante–geral da PM, coronel Jonildo José de Assis, destacou a integração das Forças de Segurança do Estado e a importância da atuação policial com uso de cães nas ocorrências. “Essa capacitação reúne instituições importantes de segurança de Mato Grosso. É uma grande satisfação para promovermos o início de uma capacitação técnica deste nível. Esse curso de Cinotecnia proporcionará aos senhores um excelente padrão de conhecimento”, diz coronel Assis.

Leia Também:  Coral Mato Grosso lança disco remix e documentário inspirados em linguajar cuiabano

Na aula inaugural, os alunos puderam conhecer, através de uma palestra, um pouco sobre o trabalho desenvolvido pelo major Rafael Ribeiro Marcondes do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso, na condução e adestramento de cães em ações de busca. Binomio (dupla entre o bombeiro militar e o cão de busca) com a cadela de resgate Sheron desde 2012, major Marcondes, também contou em sua apresentação sobre a sua experiência, na Operação Brumadinho, em 2019, em Minas Gerais, e em mais de 88 ocorrências reais atendidas por ele.

“É feito um trabalho, um convívio, entre o policial/bombeiro militar com o cão. É uma atividade que traz otimização de recursos. O cão potencializa a eficiência do operador. É uma ocupação de lazer para o animal e de vínculo também para o operador. O cão pronto requer uma grande dedicação e trabalho árduo e no dia a dia”, explicou major Marcondes.

Atualmente o Bope, possui sete cães e quatro policiais operadores, que atendem ocorrências de detectação de drogas, armas, explosivos, dentre outras. Com a formação de mais policiais habilitados para o uso de cães, a PM passará a ampliar ainda mais este atendimento especializado para mais regiões do estado.

Leia Também:  Polícia Civil prende em Matupá tio que abusou de sobrinho de dez anos em Sinop

As aulas e atividades práticas do curso aconteceram na unidade do Bope, o encerramento da capacitação está marcado para 03 de novembro.

O comandante da unidade especializada, tenente-coronel Fabiano Pessoa, explica que essa 4º edição do curso de cinotecnia é uma forma de valorizar o operador. “É uma oportunidade de integração institucional, um curso com uma mescla de teoria e prática de conhecimentos sobre o uso do cão nas ocorrências, uma instrução completa de nível operacional alto para a formação do cinotécnico”, conta.

Também participaram da solenidade de abertura o comandante adjunto da PMMT, coronel Daniel Lipi Alvarenga; o subchefe de Estado-Maior Geral, coronel Carlos Eduardo Pinheiro da Silva; o comandante do Comando Especializado da PM, coronel José Nildo; o deputado estadual Elizeu Nascimento, representando a Assembleia Legislativa; e outras autoridades militares e civis das instituições parceiras da Polícia Militar.

Fonte: PM MT

 

Momento Policial

Policiais civis da Defron participam de curso de tiro em Cáceres

Publicados

em

 

Assessoria | Polícia Civil-MT

Policiais civis da Delegacia Especial de Fronteira (Defron), participaram do curso de aperfeiçoamento de tiro realizado na sexta-feira (03.12), no Clube de Tiro Pantaneiro no município de Cáceres (225 km a oeste de Cuiabá).

A capacitação direcionada para atividades práticas, contemplou exercícios de disparos com diversos tipos de armas de fogo, em diferentes distâncias, e com técnicas avançadas para aferição de equipamento.

 A instrução foi ministrada pelo Segundo Sargento do Exército Brasileiro, Arlébio de Oliveira Alcântara; pelo 3º SGT PM Eliseu Campos da Costa; pelo 3º SGT PM Maurizon Gomes dos Santos e pelo TEN CEL PM Dulcezio Barros Oliveira.

Conforme a delegada da Defron, Juda Maali Pinheiro Marcondes, o curso foi extremamente salutar para o aprimoramento necessário dos servidores da delegacia, os quais atuam diuturnamente nesta faixa fronteiriça enfrentando inúmeras adversidades.

“Razão pela qual se torna importante e necessária a participação recorrente dos policiais civis em cursos dessa natureza”, destacou a delegada de polícia.

Fonte: PJC MT
Leia Também:  Polícia Militar apreende adolescente por roubo, sequestro e cárcere privado em Pontes e Lacerda

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA