Momento Policial

Universidade Federal de Mato Grosso se nega a fornecer imagens de testes de aptidão física e Justiça cancela concurso Público da PMMT e do CBMMT

Publicados

em

Justiça Federal determinou um prazo de 48 horas para que a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) divulgue imagens do teste de aptidão física dos candidatos ao concurso público da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

Enquanto isso, o concurso está suspenso por decisão do juiz Raphael Casella de Almeida Carvalho.

Na semana passada, outra decisão da Justiça Federal suspendeu o concurso da Polícia Civil com o mesmo argumento, de que os candidatos não tiveram acesso às gravações do teste físico.

Também foi aplicada uma multa diária no valor de R$ 5 mil – até o limite de R$ 500 mil – em caso de descumprimento da decisão.

A decisão é um deferimento ao pedido de tutela de urgência da Defensoria Pública da União. Na fundamentação, é citado que “diversos candidatos que se submeteram ao Teste de Aptidão Física – TAF no referido concurso desejam ter acesso à filmagem do exame, o que vem sendo negado pela Gerência de Exames e Concursos sob o fundamento que as gravações serão utilizadas por ela própria e que o edital não prevê tal disponibilização aos candidatos”.

Leia Também:  Investigado por atear fogo em casa de ex-companheira com a família dentro é preso em Brasnorte

Mas, os pedidos estão sendo negado pela banca examinadora do concurso sem amparo legal e constitucional.

“O acesso à filmagem do exame físico é a única forma de permitir a averiguação da inexistência na análise da comissão, possibilitando ao candidato o direito de recorrer, ou não”, lembra trecho da decisão.

Concurso

O concurso público foi realizado no dia 20 de fevereiro. Logo após as provaas, a Ouvidoria do Ministério Público do Estado (MPE) recebeu diversas denúncias, como ausência de detectores de metal, celular vibrando em sala de aula e selfs (autofotografia) realizadas no local das provas estão entre as irregularidades apontadas e que serão analisadas por meio do Núcleo de Promotorias da Cidadania.

O certame foi realizado pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), contratada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp). 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessorias e GD)

Momento Policial

Polícia Civil apreende duas armas de fogo, várias munições e prende um suspeito em Cáceres

Publicados

em

Policiais civis, da 1ª Delegacia de Cáceres (225 km a oeste de Cuiabá), apreenderam duas armas de fogo e diversas munições, na manhã desta segunda-feira (04.07), durante averiguação de denúncia anônima.

Uma das armas apreendidas é uma pistola Taurus de calibre .40, furtada de um policial civil em Cuiabá.

Um suspeito, de 36 anos, foi autuado em flagrante pelos crimes de posse irregular de arma de fogo de uso permitido e posse ilegal de arma de fogo de uso restrito ou proibido.

Após receber informações sobre um sítio localizado próximo a região conhecida como “Chapadinha”, em Cáceres, onde estariam escondidos integrantes de facção criminosa, a equipe passou a monitorar o local.

Durante o trabalho de campana, foi verificada movimentação intensa de pessoas no endereço, razão pela qual na manhã desta segunda-feira (04) os policiais civis se aproximaram da propriedade.

Ao serem recebidos, o morador autorizou a entrada na residência e, nas buscas, foi localizada uma pistola Taurus modelo 840 e oito munições,  além de uma espingarda de calibre 22, com munições.

Leia Também:  Grave acidente neste domingo(03) na Serra de São Vicente em Cuiabá envolvendo um ônibus de Buenos Aires mata os dois motoristas argentinos

Em checagem, foi constatado que a pistola era produto de furto ocorrido em Cuiabá, tendo como vítima um policial civil. 

Diante dos fatos, o suspeito foi conduzido à 1ª Delegacia de Cáceres, interrogado pelo delegado Marlon Nogueira e autuado em flagrante delito. Após a confecção dos autos, o preso foi colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI