Momento Policial

Vítimas de violência doméstica e sexual recebem ambiente apropriado na Delegacia de Água Boa

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

O atendimento e proteção às vítimas de violência doméstica e sexual realizado pela Polícia Civil em Água Boa (703 km a leste de Cuiabá) ganhou espaço especial, nesta sexta-feira (23.10), com a inauguração de uma sala própria para recebimento de mulheres e crianças na Delegacia do município.

A ideia de criar um espaço mais apropriado, que pudesse oferecer um atendimento mais humanizado às vítimas de violência doméstica e sexual cometido contra mulheres, crianças e adolescentes, nasceu diante da estatística elevada de ocorrências em Água Boa e região.

Segundo o delegado de Água Boa, Gutemberg de Almeida Lucena, após várias conversas, a equipe da Polícia Civil de Água Boa assumiu o desafio de criação do espaço, proclamando os órgãos que fazem parte da Rede de Atenção à Criança e ao Adolescente e às Vítimas de Violência Doméstica.

“Diante do número de casos, foi percebida essa necessidade de proporcionar um atendimento mais especializado e humanizado, separando a questão do agressor e dando maior conforto, dentro do possível à vítima, que chega muito fragilizada”, explicou o delegado.

Leia Também:  PRF prende homem que trazia ouro escondido nos sapatos

A montagem do ambiente foi possível graças o apoio da sociedade civil organizada que através de doações contribuiu para que a sala especial se tornasse uma realidade. No quadro da delegacia, há policiais com formação em psicologia e que auxiliarão os trabalhos desenvolvidos pelo cartório especializado.

“A partir desse trabalho inicial poderemos dar efetivamente mais qualidade e a busca da perfeição nesse tipo de atendimento, resultando em melhores inquéritos policiais, punição dos agressores e encaminhamento das vítimas aos demais órgãos assistenciais”, finalizou Gutemberg.

O evento de inauguração do ambiente contou com a presença do diretor do interior, Walfrido Franklim do Nascimento e do chefe de gabinete, Newton Braga.

 

Fonte: PJC MT

Propaganda

Momento Policial

Mulher que ateou fogo no marido em Tangará da Serra é presa pela Polícia Civil logo após o crime

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

Uma mulher que ateou fogo no corpo do marido na manhã desta segunda-feira (14.06), no município de Tangará da Serra (239 km a médio norte de Cuiabá) foi presa em flagrante pela Polícia Civil, logo após cometer o crime. A mulher, 28 anos, foi localizada próximo a unidade de saúde em que a vítima foi socorrida e foi autuada em flagrante por tentativa de homicídio qualificada por meio insidioso e uso de fogo.

O marido de 37 anos encontra-se internado em estado grave de saúde com cerca de 40% do corpo queimado. A prisão da suspeita ocorreu logo após a equipe da Polícia Civil de Tangará da Serra ser acionada para atender a ocorrência de um homem que havia entrada na Unidade Pronto Atendimento (UPA) com graves queimaduras pelo corpo.

A vítima apresentava queimaduras de 1º grau em 40% do corpo, bem como encontrava-se intubada e seu estado de saúde considerado grave. Durante o atendimento da ocorrência, os policiais civis identificaram a esposa da vítima como a autora da tentativa de homicídio. A suspeita foi localizada logo em seguida, nas proximidades da UPA, e ao ser abordada, confessou que ateou fogo no marido.

Leia Também:  Rapaz é detido depois de postar mensagem em rede social ameaçando policiais

Questionada, ela alegou que na noite anterior, o marido havia a agredido, e na manhã desta segunda-feira (14) iniciaram uma nova discussão. A vítima então foi para o banheiro, ocasião em que a suspeita ficou o aguardando com uma bacia com álcool e fósforo, sendo a vítima surpreendida no momento em que saia do recinto. Mesmo após ter o corpo em chamas, a vítima foi dirigindo até UPA, onde foi socorrida.

Segundo o delegado, Adil Pinheiro de Paula, a suspeita alegou que ateou fogo no marido para se defender, porém a versão não convence, uma vez que ela ficou aguardando para atacar a vítima. “Ela aproveitou o momento em que a vítima saiu do banheiro para jogar o álcool e em seguida o fósforo aceso. Como na primeira tentativa o fósforo não pegou fogo, então ela acendeu um segundo palito, conseguindo incendiar o corpo da vítima”, explicou o delegado.

Diante das evidências, a mulher foi autuada em flagrante por tentativa de homicídio qualificada por meio insidioso e uso de fogo.

Fonte: PJC MT
Leia Também:  Dupla é presa depois de roubar distribuidora de gás em Sinop

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA