Momento Saúde

Anvisa diz que está investigando morte de adolescente que recebeu dose da Pfizer

Publicados

em


source
Morte após aplicação de vacina está sendo investigada
Reprodução: iG Minas Gerais

Morte após aplicação de vacina está sendo investigada

A Anvisa informou que está investigando a morte de um adolescente de 16 anos vacinado com a vacina da Pfizer. O caso veio a público mais cedo, citado pelo próprio ministro da Saúde Marcelo Queiroga, durante coletiva de imprensa sobre a suspensão da vacinação para crianças e adolescentes de 12 a 17 anos .

Segundo a agência reguladora, “não há uma relação causal definida entre este caso e a administração da vacina” – ou seja, as causas do óbito, ainda desconhecidas, podem ter ou não relação com o imunizante.

O comunicado frisa também que não existem evidências que embasem uma alteração nas condições aprovadas para a vacina. Os representantes da agência reguladora vão se reunir com representantes da Pfizer e os responsáveis pela investigação para obter mais informações. O caso foi registrado em 2 de setembro, e informado ao órgão em 15 de setembro.

A vacina da Pfizer é a única aprovada para aplicação em crianças e adolescentes de 12 a 17 anos no Brasil. A orientação é a mesma adotada pelas agêcias EMA (União Europeia), FDA (Estados Unidos), MHRA (Reino Unido, Health CAnada, TGA (Austrália) .

Suspensão da vacinação

O Ministério da Saúde orientou hoje a suspensão da vacinação em todo o país para adolescentes de 12 a 17 anos. Segundo a pasta, apenas jovens com comorbidades ou privados de sua liberdade devem receber o imunizante. Em entrevista, o ministro Queiroga alegou que faltam estudos para embasar a aplicação, no entanto, o cronograma do ministério já previa a inclusão do grupo no calendário de vacinação.

Estados e municípios, no entanto, podem não seguir a determinação. O governador de São Paulo, João Doria, já afirmou que a vacinação vai continuar no estado. Na capital, os jovens também vão continuar a receber o imunizante. Já Salvador, na Bahia, suspendeu a aplicação.

Fonte: IG SAÚDE

Propaganda

Momento Saúde

Covid-19: Brasil registra 6,2 mil novos casos e 187 óbitos

Publicados

em


O Brasil registrou neste domingo 6.204 novos casos de covid-19. No total, 21.729.763 pessoas já foram contaminadas no país, segundo revela a atualização do Ministério da Saúde publicada na tarde de hoje (24).

O boletim epidemiológico mostra que 187 novos óbitos em decorrência da doença foram confirmados. Outras 3.048 mortes estão em investigação. Segundo aponta o boletim, 76 pessoas morreram em decorrência da síndrome respiratória aguda grave (Srag) nos últimos 3 dias.

Boletim epidemiológico do Ministério da Saúde mostra a evolução dos números da pandemia de covid-19. Boletim epidemiológico do Ministério da Saúde mostra a evolução dos números da pandemia de covid-19.

Boletim epidemiológico do Ministério da Saúde mostra a evolução dos números da pandemia de covid-19. – Ministério da Saúde

Cerca de 1% dos contaminados – 216.895 casos – segue em observação médica, seja em hospitais ou em isolamento doméstico. A taxa de recuperação da covid-19 permanece no ápice desde o início da pandemia: 96,2% – 20,9 milhões de pessoas.

Estados

Segundo a Saúde, Mato Grosso não atualizou os números da pandemia desde o dia 22. Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Tocantins não atualizam os dados desde ontem (23).

Leia Também:  Trabalho remoto foi mais recorrente para quem tinha curso superior

São Paulo segue em primeiro, tanto em casos quanto em mortes. O estado contabiliza 4,39 milhões de casos e 151.544 óbitos. Mesmo desatualizada, a tabela do Rio de Janeiro indica que o estado permanece em segundo lugar nos óbitos, com 1,31 milhões de diagnósticos positivos e 67.997 óbitos – número que deve acumular 2 dias amanhã com a divulgação de um novo boletim. Minas Gerais segue em terceiro, com 55.401 óbitos e 2,17 milhões de casos.

Vacinação

Segundo mostra o painel nacional de vacinação, 271.727.874 doses de vacinas oferecidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) já foram aplicadas na população. Destas, 153.198.420 são referentes à primeira dose, enquanto 118.529.454 são relativas à segunda dose ou dose única. O painel mostra que foram aplicadas 921 mil doses nas últimas 24 horas.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Fonte: EBC Saúde

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA