Momento Saúde

Anvisa e Butantan discutem testes com soro equino anti-covid-19

Publicados

em


Técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e do Instituto Butantan se reuniram, nesta sexta-feira (19), para tratar sobre o pedido de autorização de pesquisa em seres humanos do soro equino desenvolvido contra a covid-19, também conhecido como soro hiperimune anti-Sars-CoV-2. 

A equipe do Butantan indicou que fará as adequações em nova versão do protocolo de pesquisa para cobrir aspectos importantes da condução da pesquisa que ainda estão em aberto. Nenhum estudo em humanos com esse soro foi realizado até o momento, o que requer autorização da Anvisa. As informações até o momento referem-se apenas a estudos em animais.

O objetivo é verificar se a proposta de estudo é suficiente para produzir dados confiáveis sobre a segurança e eficácia do medicamento. Isso envolve a avaliação do desenho estatístico da pesquisa, perfil de voluntários, definição de doses que serão testadas, entre outros aspectos.

No dia 2 de março, a Anvisa recebeu do Butantan o Dossiê de Desenvolvimento Clínico de Medicamento (DDCM) do soro hiperimune anti-Sars-CoV-2. Em 4 de março a Anvisa enviou suas considerações técnicas para o Butantan sobre o primeiro pedido. No dia 10 de março o Butantan enviou o Dossiê Específico de Ensaio Clínico, que apresenta a proposta de como o estudo será realizado, quantos voluntários participarão e onde os estudos serão conduzidos.

Leia Também:  Butantan pede à Anvisa para vacinar público de 3 a 17 anos com Coronavac

Cavalos

Se apresentar a eficácia esperada na próxima etapa de testes, o soro poderá ser usado para tratar pessoas que apresentem os primeiros sintomas da doença, para bloquear o avanço da infecção. Aplicado em cavalos, em resposta ao vírus os animais produzem anticorpos do tipo imunoglobulina G (IgG), extraídos do sangue e purificados de acordo com uma técnica usada no instituto há décadas para produção de outros soros. Informações sobre a técnica podem ser lidas em artigo publicado na página da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Saúde

Propaganda

Momento Saúde

Marco zero de pandemia, Wuhan volta a registrar casos de Covid-19

Publicados

em


source
Marco zero de pandemia, Wuhan volta a registrar casos de Covid-19
Reprodução

Marco zero de pandemia, Wuhan volta a registrar casos de Covid-19

Marco zero da pandemia do novo coronavírus, a cidade chinesa de Wuhan voltou nesta segunda-feira (2) a registrar casos de contágio depois de vários meses.

Segundo as autoridades sanitárias locais, sete trabalhadores pendulares testaram positivo para a Covid-19 ao chegar em uma estação de trem. Todos eles foram enviados a hospitais para isolamento.

Apenas no último domingo (1º), a China registrou 98 novos casos de Covid, maior número para um único dia desde janeiro, sendo que 55 são de transmissão interna. A variante Delta já foi detectada em cerca de 20 cidades e forçou as autoridades a imporem medidas restritivas.

Na capital Pequim, o governo local adiou a reabertura das escolas, testou milhões de pessoas e colocou em quarentena os cidadãos que tiveram contato próximo com casos positivos. Já na cidade de Zhuzhou, mais de 1,2 milhão de residentes estão em lockdown.

País mais populoso do planeta, com 1,4 bilhão de habitantes, a China diz ter aplicado até o momento quase 1,7 bilhão de doses de vacinas anti-Covid. O gigante asiático reporta 105.151 casos de coronavírus desde o início da pandemia e 4.848 mortes.

Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA