Momento Saúde

Brasil registra 497 mortes e 20,2 mil casos de Covid-19 por dia na última semana

Publicados

em


source
cemitério
Reprodução/ O Dia

Veja os dados da pandemia da Covid-19 no Brasil neste sábado (17)


Brasil registrou 24 mil casos de Covid-19 neste sábado (17), segundo levantamento do Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass). O número de contaminações chegou a 5.224.362, sendo que 24.062 foram registradas nas últimas 24 horas. A média móvel da semana foi de 20.246 casos por dia


Também no último dia, o País registrou mais 461 mortes causadas pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), fazendo o total subir para 153.675 óbitos. A média móvel da semana foi de 497 óbitos por dia.

A contagem de casos realizada pelas Secretarias Estaduais de Saúde inclui pessoas sintomáticas ou assintomáticas; ou seja, neste último caso são pessoas que foram ou estão infectadas, mas não apresentaram sintomas da doença.

Leia Também:  Queda de imunidade contra Covid-19 ameaça tratamento com plasma

O ranking de número de mortes segue liderado pelo estado de São Paulo, que tem 37.992 óbitos causados pela Covid-19 . O Rio de Janeiro continua em segundo lugar, com 19.715 mortes, seguido por Ceará (9.207), Pernambuco (8.480) e Minas Gerais (8.405).

Os estados que registram maior número de casos são:  São Paulo (1.062.634), Bahia (334.697), Minas Gerais (333.998), Rio de Janeiro (289.569) e o Ceará (264.245).

Desde o início de junho, o Conass divulga os números da pandemia da Covid-19 por conta de uma confusão com os dados do Ministério da Saúde . As informações dos secretários de saúde servem como base para a tabela oficial do governo, mas são publicadas cerca de uma hora antes.

O Brasil segue como o terceiro país do mundo em número de casos de Covid-19 e o segundo em mortes, atrás apenas dos Estados Unidos.



Fonte: IG SAÚDE

Propaganda

Momento Saúde

Rússia interrompe testes de vacina por escassez de doses

Publicados

em


source
Rússia
Fundo de Investimento Direto da Rússia/Reuters

vacina Sputnik V, desenvolvida na Rússia

A vacinação de novos voluntários para testes com a vacina Sputnik V, desenvolvida na Rússia, foi temporariamente interrompida devido à escassez de doses. De acordo com informações da empresa responsável pelo estudo à agência Reuters, outo das 25 clínicas envolvidas nos estudos suspenderam a vacinação.

A alta demanda, explica a empresa Crocus Medical, é causada pelo grande fluxo de voluntários. “Há uma demanda colossal pela vacina e não estão produzindo o suficiente para acompanhar”, disse o representante. As vacinações devem ser reiniciadas no dia 10 de novembro.

Apesar da interrupção temporária, que e mostra um desafio para a meta de imunização do país, o assessor do ministro da Saúde da Rússia, Alexei Kuznetsov, afirmou que “a meta de 40.000 voluntários vacinados será atingida”.

Leia Também:  Estudo: 80% dos pacientes internados com Covid tinham deficiência de vitamina D
Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA