Momento Saúde

Câmara convida Queiroga para prestar esclarecimentos sobre combate à pandemia

Publicados

em


source
Registro do ministro da Saúde no Senado
Jefferson Rudy/ Agência Senado

Registro do ministro da Saúde no Senado

A Comissão Seguridade e Saúde aprovou nesta quarta-feira convites para que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o ministro da Justiça, Anderson Torres, e o presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, prestem esclarecimentos de ações no combate à pandemia de Covid-19. Na audiência, foi confirmado que Queiroga irá no dia 15 de dezembro, Barra Torres no dia 8, e uma data ainda será confirmada com Anderson Torres.

Parlamentares querem que o ministro da Saúde esclareça sobre o atual cenário da pandemia no país e as medidas para o controle da nova variante do coronavírus, a Ômicron. Outro ponto é quanto à exigência de certificação de vacinação para entrada no país, que foi recomendada pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas que ainda não foi adotada pelo governo.

Leia Também

O deputado Alexandre Padilha (PT-SP), autor do requerimento de convocação, o que obrigaria o comparecimento, aceitou que o pedido fosse transformado em convite após a indicação das datas para presença dos ministros.

Leia Também:  Covid-19: Grécia impõe multa mensal para idosos que recusarem vacina

“A Anvisa faz uma recomendação que os países estão assumindo , que é exigir certificado de vacinação de pessoas que venham para o Brasil. E as declarações do ministro da Justiça dizem que ele é contra e está passando por cima de uma posição da Anvisa”, disse Padilha, acrescentando que é preciso saber se o ministro também não mudou de opinião com o surgimento da variante Ômicron.

Os deputados querem ouvir o presidente da Anvisa sobre orientações da agência para evitar a entrada e disseminação de novas variantes do coronavírus no país.

Drop here!
Fonte: IG SAÚDE

Propaganda

Momento Saúde

Ministro da Saúde diz que há ‘narrativa’ sobre falta de testes

Publicados

em


source
O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga
Valter Campanato/Agência Brasil

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga


Enquanto laboratórios e hospitais apontam escassez de testes de Covid-19, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, negou a falta de exames e disse que há uma “narrativa” em torno do assunto.

“A dificuldade de testagem é, sobretudo, no setor primário. O interessante é que depois que o Ministério da Saúde anunciou ser favorável à venda do chamado autoteste nas farmácias, aí começa essa narrativa de que está faltando testes. Os testes existem”, rebateu Queiroga, ao falar com jornalistas em Recife, nesta terça-feira (18).

A declaração foi repercutida pelo jornal O Globo, que aponta que unidades de saúde já suspenderam a realização de testes para pacientes com quadros leves, a fim de garantir o insumo para os pacientes com quadros graves.

Em meio a isso, cresce no Brasil a discussão sobre a liberação dos autotestes de Covid , populares nos Estados Unidos e em países da Europa. Atualmente, o exame é proibido no Brasil por uma regulação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas na semana passada o ministério solicitou a autorização .

Leia Também:  Saúde lança nova versão da caderneta de saúde para crianças
Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA