Momento Saúde

Centro de Contingência projeta 1,2 milhão de casos de covid-19 em SP

Publicados

em


Até o dia 31 de outubro, o estado de São Paulo deve ter entre 1,11 milhão e 1,2 milhão de casos do novo coronavírus.

A previsão foi divulgada hoje (16) pelo Centro de Contingência do Coronavírus, em São Paulo. Ele projeta também que o estado tenha, até o dia 31, entre 40 mil e 41 mil mortes provocadas pela covid-19.

Segundo balanço divulgado pela Secretaria de Saúde de São Paulo, o estado tem, até agora, 1.057.240 casos confirmados do novo coronavírus, com 37.870 mortes.

Os números de novos casos e de novas mortes registrados nas últimas 24 horas foram altos: 12.180 novos casos e 329 óbitos. Mas isso pode ter sido reflexo de um atraso nas notificações provocado pelo feriado prolongado de 12 de outubro. 

Mais números

A última vez que o estado de São Paulo ultrapassou o limite de 300 mortes por dia foi em 15 de setembro, quando houve 321 óbitos.

Quanto aos casos, a última vez que o estado superou a marca de 10 mil casos em um único dia foi em 3 de setembro, quando foram notificadas 11.647 ocorrências.

Leia Também:  EUA aprovam primeiro remédio contra Covid-19; OMS diz que tem pouca eficácia

Do total de casos diagnosticados, 935.272 pessoas já estão recuperadas da doença, sendo 115.644 após internação.

Há, atualmente, 3.153 pessoas internadas em estado grave em todo o estado em casos suspeitos ou confirmados do novo coronavírus, além de 4.040 pessoas internadas em enfermarias.

A taxa de ocupação de leitos de unidades de terapia intensiva (UTI) está em 41,6% no estado e em 41% na Grande São Paulo.

Edição: Kleber Sampaio

Fonte: EBC Saúde

Propaganda

Momento Saúde

Ministério da Saúde divulga números atualizados da pandemia

Publicados

em


Segundo o último boletim do Ministério da Saúde, divulgado hoje (24), o Brasil acumula 5.380.635 casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Nas últimas 24 horas foram 26.979 novos casos. De acordo com balanço pelo Ministério da Saúde, a doença já matou 156.903 pessoas – 432 novos óbitos desde ontem (23).

Ainda segundo o balanço, 4.817.898 pessoas (89,5% dos casos registrados) já se curaram da doença e 405.834 estão sob acompanhamento. A frequência de óbitos por covid-19 está em 2.560 mortes a cada 100 mil pessoas contaminadas.

O balanço do Ministério da Saúde é feito a partir de registros reunidos pelas secretarias estaduais de saúde e enviados à pasta para consolidação.

São Paulo

O estado de São Paulo registrou 38.726 mortes e 1.089.255 casos confirmados de covid-19 neste sábado (24). Entre o total de casos diagnosticados da doença, 972.113 pessoas estão recuperadas, sendo que 119.027 foram internadas e tiveram alta hospitalar.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 40,2% na Grande São Paulo e 39,7% no estado. O número de pacientes internados é de 7.165, sendo 3.988 em enfermaria e 3.177 em unidades de terapia intensiva (UTIs), conforme dados da Secretaria de Saúde do estado divulgados pela manhã.

Leia Também:  Moderna conclui inclusão de 30 mil voluntários em testes de vacina contra Covid

Hoje, os 645 municípios têm pelo menos uma pessoa infectada, sendo 586 com um ou mais óbitos. A relação de casos e óbitos confirmados por cidade pode ser consultada no site do governo estadual.

Perfil da mortalidade

Entre as vítimas fatais, 22.293 são homens e 16.433 mulheres. As mortes continuam concentradas em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 76,4% das mortes.

Considerando as faixas etárias, a mortalidade é maior entre 70 e 79 anos (9.943), seguida pelas faixas de 60 a 69 anos (9.119) e 80 e 89 anos (7.939). 

Entre as faixas de menor mortalidade, estão os menores de 10 anos (44), 10 a 19 anos (69), 20 a 29 anos (324), 30 a 39 anos (1.102).

Os principais fatores de risco associados à mortalidade são cardiopatia (59,8% das mortes), diabetes mellitus (43,3%), doenças neurológicas (10,9%) e renal (9,6%), pneumopatia (8,3%).

Outros fatores identificados são obesidade (8,1%), imunodepressão (5,5%), asma (3%), doenças hepáticas (2,1%) e hematológica (1,8%), Síndrome de Down (0,5%), puerpério (0,1%) e gestação (0,1%). Esses fatores de risco foram identificados em 31.115 pessoas que morreram por covid-19 (80,3%).

Leia Também:  Ministério da Saúde divulga números atualizados da pandemia

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Fonte: EBC Saúde

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA