Momento Saúde

Covid-19: Américas registram mais de 100 mil novos casos por dia, diz OMS

Publicados

em


source
Covid-19
Reprodução

Américas são responsáveis por grande parte dos casos confirmados da doença

Nesta terça-feira (11), um dia após o planeta atingir a marca de 20 milhões de casos confirmados desde o início da pandemia da Covid-19 , a diretora regional da Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou que a doença segue em alta nas Américas e lamentou a soma de 100 mil novos casos por dia.

“Nossa região continua sob o comando da Covid-19 “, disse Etienne em entrevista virtual de Washington com outros diretores da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), segundo informações da agência Reuters.

Etienne ressaltou ainda a preocupação da entidade com os EUA, que seguem em primeiro lugar no ranking de países mais afetados pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2), o Brasil, que ultrapassou a marca de 100 mil mortes no último final de semana , e outros países, como México, Peru, Chile e Argentina, que estão em tendência de alta.

Leia Também:  Metade das vacinas contra Covid-19 foram vendidas a países ricos

A declaração ocorre no mesmo dia em que a OMS demonstrou preocupação com a  divulgação, por parte do governo da Rússia, do registro da primeira vacina contra a Covid-19 . Mais cedo, o porta-voz da entidade disse que o medicamento precisará passar por avaliações rigorosas antes de ser disponibilizado .

Fonte: IG SAÚDE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Momento Saúde

Brasil terá maior fábrica de vacinas da América Latina

Publicados

em


.

A Fundação Oswaldo Cruz e a Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado do Rio de Janeiro (Codin) assinaram hoje (17) acordo para instalação da maior fábrica de vacinas da América Latina. O Complexo Industrial de Biotecnologia em Saúde vai ocupar uma área de 580 mil metros quadrados e terá capacidade de produção de 120 milhões de frascos de vacinas e biofármacos por ano e será instalada em Santa Cruz, na zona oeste do Rio de Janeiro.

As vacinas contra meningite, hepatite e tríplice bacteriana, que atualmente são importadas, vão passar a sair do polo. O acordo prevê a construção de nove prédios e a inauguração está prevista para 2023 e deverá gerar cinco mil empregos diretos. O complexo será responsável por toda produção de vacinas da Fiocruz, inclusive a de covid-19, quando esta for aprovada.

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Presidente do TST é hospitalizada com sintomas da covid-19
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA