Momento Saúde

Parada cardíaca de menina foi causada por doença rara e não por vacina

Publicados

em


source
A menina foi hospitalizada na tarde da última quarta-feira (19/01), cerca de 12 horas depois de tomar a dose pediátrica
Jefferson Peixoto/Secom

A menina foi hospitalizada na tarde da última quarta-feira (19/01), cerca de 12 horas depois de tomar a dose pediátrica

A Secretaria da Saúde de São Paulo concluiu nesta quinta-feira (20) que a vacina contra a Covid-19 da Pfizer não causou uma parada cardíaca em uma menina de 10 anos, notificada em Lençóis Paulista.

O comitê científico da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, que reúne técnicos da vigilância sanitária e especialistas médicos, analisou o caso e chegou à conclusão. A menina foi hospitalizada na tarde da última quarta-feira (19/01), cerca de 12 horas depois de tomar a dose pediátrica.

De acordo com as informações do prontuário hospitalar da paciente, a parada cardíaca da criança ocorreu em decorrência de uma doença rara pré-existente.

A análise apontou que foi uma doença congênita rara, até então desconhecida pela família, que desencadeou a parada cardíaca. A criança já teve o quadro revertido e se encontra hospitalizada, apresentando quadro estável. Ela foi internada em uma UTI de um hospital de Botucatu, onde permanece em observação. 

Leia Também:  Varíola dos macacos: brasileiro é o primeiro infectado na Alemanha
Fonte: IG SAÚDE

Propaganda

Momento Saúde

SP: vacinação no parque Buenos Aires está suspensa neste domingo (22)

Publicados

em

source
Vacinação no parque Buenos Aires está suspensa neste domingo (22)
Rovena Rosa/Agência Brasil – 19.01.2022

Vacinação no parque Buenos Aires está suspensa neste domingo (22)

Devido a problemas internos e manutenção na rede de abastecimento de água no parque Buenos Aires, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) informa que a vacinação que seria realizada no local neste domingo (22) precisou ser suspensa.

As  campanhas de imunização contra a Covid-19, contra a gripe e a multivacinação ocorrerão normalmente nos parques Severo Gomes, do Carmo, Villa-Lobos, da Independência, Ceret e da Juventude, das 8h às 17h.

Na Avenida Paulista, a imunização acontece em uma tenda instalada no número 52, para todas as faixas etárias elegíveis. Já no número 995, uma farmácia parceira aplicará vacina contra Covid-19, das 8h às 16h.

É válido destacar que, para crianças entre 5 e 11 anos de idade, as vacinas de sarampo e Covid-19 não devem ser aplicadas simultaneamente, devendo ser priorizada a imunização contra a Covid-19. Depois de 15 dias pode ser aplicada a vacina contra o sarampo. Para a população em geral, acima de 12 anos e trabalhadores da saúde, pode ser feita a imunização simultânea entre as vacinas de sarampo, gripe e Covid-19.

A partir da segunda-feira (23), a vacinação volta a ocorrer em toda a rede: UBSs e AMAs/UBSs Integradas, das 7h às 19h, e megapostos e drive-thrus, das 8h às 17h.

Mais informações e a lista completa dos postos podem ser encontradas na página do Vacina Sampa . Os grupos prioritários para a vacina contra a gripe estão disponíveis neste link .

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.


Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA