Momento Saúde

Rússia diz que deve enviar doses da vacina ao Brasil em novembro

Publicados

em


source
vacina
Ministério da Saúde da Rússia

Vacina desenvolvida na Rússia está na terceira fase de testes

O Fundo Russo de Investimento Direto, RDIF, confirmou  o acordo divulgado pela Secretaria de Saúde da Bahia para a distribuição de 50 milhões de doses da vacina Sputnik V, que passa agora pela terceira fase de testes no país.

De acordo com o comunicado enviado à imprensa, o fornecimento das vacinas ao Brasil deve começar ainda em novembro de 2020, considerando a aprovação dos órgãos regulatórios e do governo brasileiro – ou seja, a distribuição pode sofrer atrasos caso qualquer problema na segurança do medicamento seja identificado.

Atualmente, o estudo da vacina é realizado com 40 mil pessoas em território russo. Além da Bahia, o governo também negocia a distribuição e testes do imunizante no Paraná. O México, outro país que firmou acordo para a vacina, também deve receber doses em novembro.

Fonte: IG SAÚDE

Leia Também:  Brasil avalia não entrar em grupo de vacinas da ONU, diz portal
Propaganda

Momento Saúde

Governo brasileiro confirma intenção de aderir à Covax

Publicados

em


.

Após tratativas com a Aliança GAVI, o governo brasileiro confirmou a intenção de aderir à Covax Facility. A iniciativa inédita, co-liderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), visa impulsionar o desenvolvimento de vacinas para combater a pandemia de covid-19 e ajudar na produção e distribuição dos medicamentos mais eficazes assim que disponíveis. 

Por meio de nota, a Secretaria Especial de Comunicação Social, do Ministério das Comunicações, disse que o Ministério da Saúde tem atuado em diversas frentes para alcançar com agilidade e segurança uma solução efetiva para a cura da covid-19. Reiterou ainda, que a aquisição de uma vacina segura e eficaz é prioridade do governo federal.

Mais de 170 países aderiram ao programa de vacinas contra covid-19

Em um vídeo pré-gravado para um webinar sobre o Covax, Tedros Adhanom Ghebreysus, diretor geral da OMS disse que ontem (17) que mais de 170 países aderiram à iniciativa.

“Mais de 170 países aderiram à Covax, ganhando acesso garantido ao maior portfólio mundial de vacinas candidatas”, informou.

*Com informações da Reuters

Edição: Liliane Farias

Leia Também:  Governo convoca médicos peritos para atendimento no INSS
Fonte: EBC Saúde

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA