Momento Saúde

Vacina contra Covid: SP alcança marca de mais de 13 milhões de doses aplicadas

Publicados

em


source
Vacina contra Covid: SP alcança marca de mais de 13 milhões de doses aplicadas
Divulgação/Prefeitura de Manaus

Vacina contra Covid: SP alcança marca de mais de 13 milhões de doses aplicadas

O estado de São Paulo já aplicou, até a publicação desta reportagem, 13.129.272 doses da vacina Coronavac, desenvolvida pelo Instituto Butantan, em parceria com o laboratório chinês Sinovac. Os números são do ‘Vacinômetro’, do governo do estado.

Deste total, 8.399.907 tomaram, até o momento, apenas a 1° dose do imunizante, enquanto 4.729.365 já tomaram a segunda dose, e tem, portanto, a imunização completa contra a Covid-19.

“Estamos em um momento que temos a primeira dose sendo aplicada e também a segunda dose sendo aplicada. Quando a gente olha para as duas doses aplicadas, é nesse momento em que a pessoa está com o esquema vacinal completo, e ela tem a sua imunidade completada. E quinze dias depois você tem realmente a certeza de que essa pessoa está imunizada”, disse a coordenadora do Plano Estadual de Imunização, Regiane de Paula.

São Paulo está em primeiro lugar no ranking que compara o avanço da campanha no Brasil, com 10,11% de aplicação da segunda dose, à frente de estados como Paraná e Distrito Federal (ambos com 9,7%), Rio Grande do Sul (8,85%) e Santa Catarina (8,67%). Além disso, o índice de São Paulo é superior em quase dois pontos percentuais em comparação à média nacional, de 8,19%.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), o estado de São Paulo tem uma população estimada de 46.289.333 pessoas.

Fonte: IG SAÚDE

Propaganda

Momento Saúde

Rio inclui vacinação de gestantes sem comorbidades no Calendário Único

Publicados

em


source
Rio inclui vacinação de gestantes sem comorbidades no Calendário Único
Agência Brasil

Rio inclui vacinação de gestantes sem comorbidades no Calendário Único

A Secretaria estadual de Saúde (SES), em decisão conjunta com o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems), incluiu a imunização de lactantes, gestantes e puérperas sem comorbidades contra covid-19 no Calendário Único de Vacinação do estado do Rio de Janeiro. A medida tem como objetivo garantir a uniformidade da vacinação no estado.

De acordo com o secretário de Saúde, Alexandre Chieppe, até o momento, não há qualquer contraindicação na vacinação de lactantes (mulheres que amamentam por até 12 meses).

“As mulheres não precisam interromper a amamentação para serem vacinadas. Também não há contraindicações para a doação de leite materno. A imunização de lactantes já está elencada no Plano de Operacionalização da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, do Ministério da Saúde. Por isso, pactuamos a inclusão imediata desse grupo no Calendário Único de Vacinação do estado”, disse, em nota.

Seguindo as orientações do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde, a SES incluiu ainda a vacinação de grávidas e puérperas sem comorbidade no cronograma de imunização. Entretanto, a vacinação deste público deverá ser condicionada à prescrição médica, após avaliação individualizada do médico.

Leia Também:  Rio de Janeiro completa 50% de pessoas maiores de 18 anos já vacinadas

As gestantes e puérperas com e sem comorbidades que ainda não tenham sido vacinadas contra a covid-19 deverão ser imunizadas com as vacinas da Pfizer ou CoronaVac. Aquelas que receberam a primeira dose da vacina Oxford/AstraZeneca deverão aguardar o término do período da gestação e puerpério (até 45 dias após o parto) para a administração da segunda dose do esquema vacinal.

Hoje (19), a SES vai realizar a entrega de 325.620 doses de vacina contra covid-19 aos 92 municípios do estado. Serão distribuídas 194.220 doses de vacina da Pfizer para primeira aplicação e 131.400 da CoronaVac, divididas entre primeira e segunda aplicação.

Os municípios do Rio, Niterói, São Gonçalo, Maricá e Itaboraí vão retirar os imunizantes na parte da manhã, na Coordenação Geral de Armazenagem da SES, em Niterói. Para os outros 87 municípios, a entrega será realizada por caminhões e vans que sairão a partir das 8h, com escolta da Polícia Militar.

Leia Também:  Rio de Janeiro confirma variante Alpha do novo coronavírus no estado
Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA