Momento Saúde

Vacina da Novavax é eficaz contra variantes da Covid-19

Publicados

em


source
Vacina da Novavax é eficaz contra variantes da Covid-19
Flavia Correia

Vacina da Novavax é eficaz contra variantes da Covid-19

A vacina anti-Covid da Novavax tem uma eficácia global de 90,4% e conseguiu atuar contra as variantes do coronavírus Sars-CoV-2, informou o laboratório norte-americano nesta segunda-feira (14). Os dados ainda precisam ser confirmados por estudos independentes.

A nota ressalta que o imunizante NVX-CoV2373 “mostrou uma proteção de 100% contra as formas moderadas e graves e de 90,4% de maneira geral”. Para chegar ao resultado, a Novavax fez os testes clínicos com 29.960 em 119 cidades dos Estados Unidos e México.

Foram constatados 77 casos de Covid-19 nos estudos, sendo que 63 estavam no grupo de pessoas que receberam o placebo e 14 nos que receberam as duas doses da vacina. Já as reações adversas foram leves, sendo as mais comuns dor muscular e no lugar da aplicação, fadigas e dores de cabeça que duraram, no máximo, três dias.

Sobre as variantes, a Novavax informou que 65% dos casos constatados nos testes eram da variante Alpha, primeiramente detectada no Reino Unido. Um estudo preliminar anterior, feito no Reino Unido, havia mostrado uma queda de proteção quando a variante era a Delta, identificada na África do Sul.

Leia Também:  Covid-19: Japeri, no estado do Rio, vacina quem tem 18 anos ou mais

O imunizante usa uma fórmula bastante inovadora, que usa proteínas do Sars-CoV-2 para ativar uma resposta imune.

A empresa informou que pretende pedir o registro de uso emergencial da NVX-CoV2373 para a FDA, a agência regulatória norte-americana, ainda no terceiro trimestre. A capacidade de produção é de 100 milhões de doses por mês no início do segundo semestre, subindo para 150 milhões no fim do ano.

Fonte: IG SAÚDE

Propaganda

Momento Saúde

Covid-19: EUA podem chegar a 200 mil casos por dia nas próximas semanas

Publicados

em


source
EUA podem chegar a 200 mil casos por dia nas próximas semanas
Criptofácil

EUA podem chegar a 200 mil casos por dia nas próximas semanas


Segundo informações dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), os Estados Unidos podem alcançar 200 mil casos de Covid-19 por dia nas próximas seis semanas. O número elevado é quatro vezes a taxa atual de contaminados no país e pode acontecer graças à disseminação da variante Delta.

“Estamos entrando em um momento difícil. É provável, se nossa trajetória for semelhante à do Reino Unido, que possamos ver até 200 mil casos por dia”, disse Tom Frieden, ex-diretor do CDC, à CNN.

Frieden afirma, no entanto, que provavelmente não será visto um “número terrível de mortes” do início da pandemia graças ao número de pessoas que foram vacinadas. Mesmo assim, será visto “um aumento constante nas mortes, e essas são mortes evitáveis”.

Você viu?

A última vez que mais de 200 mil casos nos Estados Unidos foram registrados em um dia foi em janeiro, de acordo com a Universidade Johns Hopkins.

Leia Também:  'Todos os cariocas acima de 18 anos' imunizados em três semanas, prevê Paes

Vacinação nos Estados Unidos

Com a chegada da variante Delta, autoridades se preocupam ainda mais com a vacinação daqueles que ainda não foram imunizados. Apenas 49,1% da população do país está totalmente vacinada, de acordo com o CDC, que também afirmou que as taxas de vacinação diária estão diminuindo.

“Agora, estamos em um ponto onde há sólidos 25 ou 30 por cento da população dizendo que não quer ser vacinada, que está tudo bem em permitir que este vírus continue a se espalhar, a causar danos e, pior de tudo, possivelmente continuar a criar variantes que serão resistentes à imunidade induzida pela vacina”, disse diretor do Centro de Educação de Vacinas do Hospital Infantil da Filadélfia, Paul Offit, à CNN. 

Quem paga o preço

Segundo a analista médica da CNN, Leana Wen, as pessoas que se vacinaram podem pagar pelas escolhas dos antivacinas. Isso porque, apesar de oferecer forte proteção contra o vírus, uma pessoa vacinada cercada por pessoas não vacinadas pode se contagiar, podendo adoecer ou transmitir a infecção para amigos e familiares.

“Quando as pessoas dizem ‘Não vou ser vacinado’, elas estão, na verdade, escolhendo colocar todo mundo em perigo e estão prolongando a pandemia”, disse Wen.

Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA