Momento Tecnologia

Aplicativo da Xiaomi mede frequência cardíaca pela câmera do celular; saiba como

Publicados

em


source

Tecnoblog

Xiaomi
Unsplash/Alex Ware

Celular é capaz de medir frequência cardíaca sem necessidade de hardware próprio

A Xiaomi está adicionando a função de leitura de batimentos cardíacos dentro do aplicativo Mi Health , que já está presente em alguns aparelhos da marca chinesa e acompanha dados como número de passos e a qualidade do sono do usuário. A novidade chega sem a necessidade de qualquer hardware específico, fazendo a leitura com a câmera do próprio celular.

Antes da leitura de batimentos cardíacos aparecer em relógios inteligentes e hardware dedicados de smartphones , como no caso de diversos celulares da linha Galaxy S e Note, a frequência cardíaca poderia ser aferida com ajuda de algum app que utilizava a câmera do aparelho, junto do flash aceso. É exatamente assim que a Xiaomi resolveu adicionar este tipo de leitura em seus aparelhos.

Leia Também:  iPhone 12 pode ser revelado pela Apple em 13 de outubro

A ferramenta apareceu na versão 2.7.4 do Mi Health e ela é capaz de fazer o que propõe quando o usuário coloca a ponta do dedo cobrindo toda a lente da câmera traseira, além de cobrir o LED do flash ao mesmo tempo. O app identifica que isso aconteceu quando a imagem escura fica vermelha, que é quando o sensor pode analisar o fluxo sanguíneo que passa nas veias e assim faz a medição.

Quando a leitura termina, o aplicativo pergunta se o usuário estava descansando, se acabou de fazer um exercício físico ou se já está acordado e trabalhando. Uma barra mostra quão próxima a frequência registrada está do máximo ou do mínimo recomendado para a situação atual.

Assim como acontece com outros apps de acompanhamento de saúde, o Mi Health exibe um histórico das leituras mais recentes e que podem ser dos últimos dias, semanas ou meses. O Mi Health, exclusivo dos aparelhos vendidos para o mercado chinês, deve ser lançado em mercados fora do país nas próximas semanas.

Propaganda

Momento Tecnologia

Amazon Echo Show 10 ganha tela que se move sozinha para te olhar melhor

Publicados

em


source

Tecnoblog

Amazon Echo Show 10
Divulgação/Amazon

Amazon Echo Show 10 tem tela que rotaciona

A Amazon anunciou nesta quinta-feira (24) os smart speakers Echo e Echo Dot com design esférico, mas a grande novidade ficou para o Echo Show 10 . A maior tela inteligente com Alexa agora acompanha seus movimentos e se move automaticamente para te manter enquadrado na webcam de 13 megapixels, com visão computacional, que pode funcionar como uma câmera de segurança.

O Echo Show 10 possui tela de 10 polegadas com resolução HD e, de acordo com a Amazon, traz um painel mais brilhante que o da geração anterior. Os alto-falantes em 2.1 canais possuem som adaptativo, analisando a acústica do ambiente para reproduzir o áudio de forma otimizada. Assim como no novo Echo de 4ª geração, há um hub Zigbee integrado para controlar dispositivos de casa inteligente compatíveis.

Leia Também:  Instagram Reels agora permite vídeos de até 30 segundos; saiba com criar

Echo Show 10 tem motor silencioso para mover tela

O recurso mais diferente é, claro, a tela móvel. Segundo a Amazon, o display “se mantém sob o alcance da sua visão, se movimentando conforme você interage com a Alexa, não importa onde você estiver no ambiente”. Isso permite fazer chamadas de vídeo sem sair do enquadramento, já que a câmera de 13 megapixels, com lente grande angular, aumenta e diminui o zoom para te manter no centro da imagem.

A Amazon diz que o motor da tela móvel é “absolutamente silencioso”, para que o usuário não escute nada enquanto é acompanhado (medo!). Para isso, um algoritmo que utiliza uma “combinação de localização por áudio e visão computacional” roda no próprio dispositivo. É claro que você pode desativar o movimento inteligente pedindo à Alexa ou então fechando a câmera com a tampa mecânica integrada.

Quando você estiver fora de casa, o Echo Show 10 pode funcionar como uma câmera de segurança, que gira automaticamente para monitorar o ambiente. As imagens podem ser consultadas pelo aplicativo da Alexa (ou outro Echo Show). É possível configurar para ser alertado quando alguém entrar no campo de visão da câmera, ou então criar uma rotina para acender as luzes automaticamente sempre que alguém entrar no ambiente.

Leia Também:  LGPD: primeiro processo com base na nova lei tem sentença proferida

Uma das grandes deficiências dos Echo Show anteriores será sanada: “em breve, você também poderá assistir à Netflix somente pedindo para a Alexa, com a habilidade de navegar, procurar e transmitir o catálogo inteiro”, diz a Amazon em comunicado. No entanto, questionado pelo Tecnoblog sobre o YouTube , o diretor internacional de Alexa , Michele Butti, diz que ainda não há previsão para que o serviço do Google esteja disponível na tela inteligente.

A data de lançamento do Echo Show 10 no Brasil não foi informada, mas a Amazon confirma que o dispositivo custará R$ 1.899 quando chegar ao país. Este será o Echo mais caro a desembarcar no mercado nacional, acima dos R$ 1.699 do Echo Studio .

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA