Momento Tecnologia

Apps da Samsung em celulares Galaxy têm falha que deixa espionar usuários

Publicados

em


source

Tecnoblog

Galaxy S21 Ultra
Divulgação/Samsung

Galaxy S21 Ultra

Os celulares e tablets Samsung Galaxy saem da caixa com aplicativos nativos da marca. Mas alguns desses softwares têm vulnerabilidades que permitem desde o acesso às informações do usuário até a instalação de apps sem o conhecimento do proprietário do dispositivo, segundo a companhia de segurança digital Oversecured afirmou nesta quinta-feira (10). Em nota, a Samsung informou que as vulnerabilidades foram corrigidas.

O relatório apresenta sete brechas em apps que acompanham os dispositivos da Samsung. Ao TechCrunch , o fundador da empresa de segurança, Sergey Toshin, explicou que as vulnerabilidades foram verificadas em um Galaxy S10+ . Mas ele alerta que outros dispositivos da fabricante poderiam ser igualmente afetados pelos problemas.

As falhas atingem alguns aplicativos nativos . Entre os riscos causados pelas vulnerabilidades reveladas, está o acesso a chamadas, contatos e mensagens das vítimas. Os invasores também conseguiriam instalar apps com permissão de administrador e alterar as configurações do sistema sem que o usuário saiba.

Você viu?

Confira as vulnerabilidades reportadas no relatório da Oversecured a seguir:

Leia Também:  Robô aspirador funciona em apartamentos? Confira os prós e contras
Identificação da falha Aplicativo afetado Descrição da falha
CVE-2021-25388 Knox Core (com.samsung.android.knox.containercore) Instalação de apps arbitrários e roubo de arquivos arbitrário em todo o dispositivo
CVE-2021-25356 Provisionamento gerenciado (com.android.managedprovisioning) Instalação de apps de terceiros com permissões de administrador
CVE-2021-25391 Pasta Segura (com.samsung.knox.securefolder) Obter acesso a provedores de conteúdo arbitrários
CVE-2021-25393 SecSettings (com.android.settings) Obter acesso a provedores de conteúdo arbitrários que levam ao acesso de leitura e gravação a arquivos arbitrários como usuário do sistema (UID 1000)
CVE-2021-25392 Samsung DeX System UI (com.samsung.desktopsystemui) Capacidade de alterar a configuração da política de notificação
CVE-2021-25397 TelephonyUI (com.samsung.android.app.telephonyui) (Sobre)escrever arquivos arbitrários como UID 1001
CVE-2021-25390 PhotoTable (com.android.dreams.phototable) Redirecionamento de intenção que leva à obtenção de acesso a provedores de conteúdo arbitrários

O que diz a Samsung?

A Oversecured já avisou a  Samsung sobre as vulnerabilidades. Ao TechCrunch , a fabricante sul-coreana confirmou as falhas em modelos “selecionados”. Mas não informou exatamente quais dispositivos foram atingidos pelas brechas.

“Não houve nenhum problema relatado globalmente e os usuários devem ter certeza de que suas informações confidenciais não estão em risco”, afirmaram. “Abordamos a vulnerabilidade em potencial desenvolvendo e emitindo patches de segurança por meio de atualização de software em abril e maio de 2021, assim que identificamos este problema”.

Cabe lembrar que é importante manter o celular com update mais recente instalado para evitar falhas de segurança . Saiba como atualizar celulares Samsung Galaxy :

  1. Abra as configurações do sistema;
  2. Vá em “Atualização de software”;
  3. Toque em “Baixar atualizações manualmente”;
  4. Aguarde o sistema verificar se há uma atualização disponível e leia as instruções com calma;
  5. Toque em “Instalar agora” ou “Agendar atualização”.

Propaganda

Momento Tecnologia

Como transformar uma TV normal em Smart? Confira 4 opções com preço atrativo

Publicados

em


source
Veja como transformar uma TV em Smart
Unsplash/ Jens Kreuter

Veja como transformar uma TV em Smart

Com a ascensão das plataformas de streaming, todos querem ter uma Smart TV para aproveitar os filmes e séries na telona. Trocar de televisor, porém, pode ser bastante caro, além do fato de que dispensar um eletrônico em funcionamento não é bom para o meio ambiente .

Para a sorte de quem quer gastar menos, existem ótimas opções de dispositivos que transformam uma televisão normal em uma Smart TV. Os recursos são bastante completos e não ficam atrás daqueles presentes nas TVs mais modernas. Por isso, se sua televisão normal ainda está “inteirona”, confira 4 opções para atualizá-la com menos de R$ 400.

1. Chromecast

Chromecast
Divulgação

Chromecast

A primeira opção é o Chromecast, do Google. O aparelho é pequeno e se encaixa na entrada HDMI da televisão. Ele não tem controle nem interface própria e, por isso, precisa ser comandado pelo celular ou pelo computador.

Quando o Chromecast e o smartphone estão conectados na mesma rede Wi-Fi, é possível transmitir conteúdos da telinha para a telona. Por exemplo, dá para entrar no aplicativo da Netflix no celular (que pode ser Android ou iOS) e clicar em um botão para que o conteúdo seja exibido na televisão.

Leia Também:  Alexa mais barata: Amazon dá desconto no Echo Dot

Todos os controles, como pausar, mexer no volume e voltar alguns segundos do vídeo, são feitos pelo smartphone. O Chromecast 3, que exibe imagens em Full HD, está disponível no Brasil por cerca de R$ 230.

Você viu?

2. Roku Express

Roku Express
Divulgação

Roku Express

O aparelho da Roku é mais completo que o Chromecast, já que vem com controle e tem sistema operacional próprio. Ele também é pequeno e pode ser conectado à entrada HDMI da televisão.

Uma vez conectado, é possível baixar os aplicativos das plataformas de streaming e realizar todas as ações pelo controle – menos alterar o volume, que precisa ser ajustado na própria TV. O Roku Express também transmite imagens em Full HD e tem um aplicativo para smartphones que traz controles extras, como a possibilidade de ouvir o conteúdo da televisão em um fone de ouvido no celular. O dispositivo é vendido no Brasil por cerca de R$ 230.

3. Mi TV Stick

Mi TV Stick
Divulgação

Mi TV Stick

O Mi TV Stick, da Xiaomi, é um dispositivo que possui o sistema operacional Android TV. Assim como a opção da Roku, ele vem com controle remoto, e o aparelho que fica acoplado à TV tem o formato parecido com o de um pen-drive, que pode ser conectado à entrada HDMI.

Também com resolução Full HD, ele permite o download de aplicativos e o comando de ações pelo controle remoto. Assim como no Chromecast, também é possível enviar parear um celular e enviar conteúdos dele para a televisão. No Brasil, o Mi TV Stick sai por cerca de R$ 400.

4. Fire TV Stick

Fire TV Stick
Divulgação

Fire TV Stick

O Fire TV Stick, da Amazon, funciona de forma bastante similar ao Mi TV Stick e ao Roku Express, transformando a TV em Smart com controle remoto próprio. O grande diferencial é que o dispositivo tem suporte à Alexa, a assistente de voz da marca.

Isso significa que é possível controlar o conteúdo que passa na televisão através de comandos de voz, o que torna a experiência mais tecnológica do que a oferecida por muitas Smart TVs, mas por um preço bem mais atrativo. No Brasil, o produto é vendido por cerca de R$ 380.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA