Momento Tecnologia

Cérebro de astronautas são ‘reorganizados’ no espaço, aponta estudo

Publicados

em


source

Olhar Digital

Um estudo de neurocientistas de universidades europeias sugere que a estadia na Estação Internacional Espacial (ISS) pode provocar alterações reversíveis no sistema nervoso central de astronautas. A pesquisa indicou que a microgravidade no laboratório orbital afeta a distribuição de líquidos no encéfalo e provoca um deslocamento do cérebro para cima.Os autores analisaram centenas de imagens de tomografia do cérebro de 11 astronautas homens da agência espacial russa Roscosmos. Eles compararam registros de datas anteriores à viagem ao espaço com chapas coletadas nove dias depois dos astronautas retornarem à Terra. Oito participantes ainda passaram por mais uma bateria de exames após 239 dias do desfecho da missão. O tempo médio de permanência dos astronautas na ISS foi de 171 dias, pouco menos de seis meses.Entre as descobertas está um aumento no tecido de massa branca na região do cerebelo. A substância consiste em um conjunto de células que oferecem suporte nutritivo aos neurônios, enquanto o cerebelo corresponde a um órgão do sistema nervoso central responsável por garantir o equilíbrio e o aprendizado motor do nosso corpo.Além disso, foi identificado uma redistribuição do fluido cerebrospinal (LCR), que exerce a função de proteger os órgãos do sistema nervoso central contra impactos mecânicos externos. Segundo os pesquisadores, o volume do líquido aumentou na parte inferior do cérebro e diminui ao longo da convexidade cerebral superior.”Esses resultados apontam para um deslocamento cerebral para cima, induzido pela microgravidade dentro do crânio”, diz o artigo publicado na Science Advances. As descobertas também sugerem o mesmo tipo de deslocamento para o cerebelo.Os autores observaram ainda um aumento significativo de tecidos de massa cinzenta – que abriga os neurônios – nas áreas frontais superiores do cérebro. Por outro lado, eles encontraram uma correlação inversa entre a presença da substância e o fluido cerebrospinal. De acordo com os pesquisadores, as mudanças na substância cinzenta são resultados de alterações estruturais do sistema nervoso e não de perdas de tecidos.”As mudanças que observamos no tecido GM [massa cinzenta] e WM [massa branca] parecem resultar de efeitos morfológicos, que provavelmente não afetarão a função cerebral na área cerebral correspondente”, diz o estudo.Ainda assim, o volume do fluido cerebrospinal pode provocar uma expansão dos ventrículos cerebrais e levar a quadros de SANS. Comum em astronautas que retornam à Terra após muito tempo no espaço, a síndrome afeta a visão de curta distância. A pesquisa, entretanto, aponta que a maior parte das alterações observadas foram revertidas após sete meses do retorno dos astronautas.Para os cientistas, o trabalho pode contribuir com evidências para agências espaciais adaptarem ‘estratégias motoras’ em missões espciais.Via: Science Advances

Leia Também:  Amazon Echo Show 10 ganha tela que se move sozinha para te olhar melhor

Propaganda

Momento Tecnologia

Diversidade: veja os mais de 200 emojis que serão lançados em 2021

Publicados

em


source

Olhar Digital

Emojis
Emojipedia/Divulgação

Novos emojis chegarão aos celulares em 2021

Há novidades à vista no universo dos emojis . Outras 217 novas imagens foram aprovadas pelo Consórcio Unicode, organização voluntária responsável pela seleção e inclusão destes pictogramas à família. Os novos membros estarão à disposição em meados de 2021.

Entre as estreias, destaque para um coração em chamas, o rosto nas nuvens, uma mulher barbada, além de novas opções de tons de pele mistos para casais, que representam a maioria das adições.

A atualização é pequena e é reflexo da própria pandemia de Covid-19 , que provocou inclusive o adiamento do Unicode 14.0 , previsto agora para 2022. Nesta futura oportunidade, espera-se que seja liberado um pacote completo de figuras. Como ainda estão em desenvolvimento, o 14.0 poderá ter novas figuras além das de abutre, bolhas, corvo, panela e mão com indicador e polegar cruzados (também conhecido como coração de dedo).

Leia Também:  As 11 melhores séries de comédia da Netflix segundo a crítica

Personalização depois de aprovação pelo Consórcio Unicode

A respeito das novas imagens que fazem parte do pacote 13.1, estas foram anunciadas antes mesmo de a maioria dos usuários ter tido acesso ao conjunto 13.0, já previamente divulgado. Google e Samsung , por exemplo,  só fizeram o lançamento no mês passado para um subconjunto de telefones.

Já o novo suporte a emoji da Apple , também parte do 13.0, foi anunciado em 17 de julho, no Dia Mundial do Emoji. Espera-se que esteja disponível para o iOS até o fim do ano. Na lista apresentada constam Ninja, Boomerang, Piñata e Bubble Tea.

Embora o conjunto de novos emojis já tenha sido aprovada pelo Unicode, em janeiro, como parte do pacote 13.0, cada fornecedor de plataforma precisa de mais tempo até torná-los disponíveis para o usuário final. Isso porque eles criam seus próprios designs e padronização, o que demanda igualmente tempo para a execução. É por isso que, geralmente, as novidades deste universo acabam chegando somente na segunda metade do ano.

Leia Também:  Número de usuários do 5G dobra em três meses, mas ainda é 10x menor que do 2G

Além dos novos ícones, o pacote 13.1 adicionará 200 combinações de tons de pele para os emojis de casal com coração e casal se beijando. Será possível, por exemplo, utilizar o emoji de uma pessoa branca beijando uma pessoa negra, entre muitas outras possibilidades, podendo mesclar as cinco tonalidades de pele existentes nas figuras.

emojis
Divulgação/Emojipedia

Novos emojis darão mais possibilidades de combinações entre casais

Até então, os emojis de casais com coração ou de casal se beijando mostravam apenas pessoas com tom de pele neutro, na cor amarela. Os novos modelos permitirão usar emojis de pessoas do gênero neutro, masculino ou feminino, formando centenas de combinações diferentes. Evidentemente, como cada empresa usa padrões gráficos exclusivos, os traços finais dos emojis acabam sendo diferentes daqueles que são lançados pelo Consórcio Unicode .

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA