Momento Tecnologia

EUA pedem para Apple e Google banirem TikTok das lojas de apps

Publicados

em

TikTok pode ser banido dos EUA
Unsplash/Kon Karampelas

TikTok pode ser banido dos EUA

Brendan Carr, comissário da Comissão Federal de Comunicações (FCC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, anunciou nesta terça-feira (28) que pediu para que o Google e a Apple removam o TikTok das suas lojas de aplicativos.

Em uma carta divulgada no Twitter, Carr relata preocupações a respeito da privacidade de dados dos usuários do TikTok nos Estados Unidos. O texto utiliza como principal argumento uma reportagem do BuzzFeed News que mostra que dados de usuários do TikTok no país foram acessados diversas vezes na China.

“O TikTok não é o que parece ser na superfície. Isso é a roupa da ovelha”, escreveu o comissário na carta. No texto, ele não obriga Google e Apple a banirem o TikTok, mas apenas solicita que isso seja feito com base nas regras das próprias lojas de aplicativos. Ele pede, ainda, que as empresas enviem um relatório até 8 de julho caso decidam por não banir a rede social.

Depois da reportagem do BuzzFeed News repercutir nos Estados Unidos, o TikTok anunciou que os dados dos usuários estadunidenses seriam armazenados em segurança em servidores da Oracle, uma empresa nacional.

Em sua carta, Carr afirma que isso não alivia as preocupações. “O TikTok alega há muito tempo que os dados de seus usuários dos EUA foram armazenados em servidores nos EUA e, no entanto, essas representações não forneceram proteção contra os dados acessados ​​de Pequim”, escreveu.

Fonte: IG TECNOLOGIA

Propaganda

Momento Tecnologia

Google Meet terá compartilhamento de Spotify e YouTube durante chamada

Publicados

em

Google Meet ganhará novos recursos
Tecnoblog

Google Meet ganhará novos recursos

O Google Meet ganhou muito destaque nos últimos anos, e vai receber alguns recursos extras para deixar suas reuniões mais legais. Com um novo recurso de compartilhamento ao vivo, dá para ouvir músicas no Spotify, ver vídeos no YouTube ou jogar com outros participantes da chamada. É bem parecido com o SharePlay, da Apple.

O recurso faz parte da fusão do Meet com o Duo, o app de videochamadas do Google (que não tem a mesma fama do irmão profissional).

Esse é um processo bem confuso, aliás: o app do Duo vai virar Meet e ganhar os recursos dele, enquanto o Meet vai ser renomeado para Meet Original e posteriormente descontinuado.

Jogos e streaming no Google Meet

Bagunça à parte, alguns novos recursos foram acrescentados. Um deles é este recurso de compartilhamento ao vivo. Ele ainda está em fase beta.

Durante uma chamada, basta tocar nos três pontos, escolher “Atividades” e selecionar uma das opções. Dá para iniciar uma sessão em grupo no Spotify, por exemplo, jogar Uno! Mobile ou Kahoot!, entre outras possibilidades.

Leia Também:  Golpe usa 'menina com câncer' para roubar R$ 3,3 milhões em doações

SharePlay da Apple funciona com produtos diferentes

Compartilhar conteúdo de streaming em uma chamada não é inédito. É isso que o SharePlay da Apple faz.

Ele permite usar o FaceTime para compartilhar conteúdos de apps de streaming. Dentre as opções, estão a Apple TV+, o Disney+ e o HBO Max.

Spotify e YouTube não estão nessa lista, o que conta como um diferencial para o serviço do Google Meet.

O compartilhamento ao vivo teria sido bem interessante durante a fase mais crítica da pandemia de Covid-19, quando regras restritas de circulação estavam em vigor.

Mesmo assim, pode ser útil para empresas que adotaram o trabalho remoto ou para quem tem amigos espalhados pelo país ou pelo mundo.


Fonte: IG TECNOLOGIA

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI