Momento Tecnologia

Governo Trump forçou Apple a entregar dados de opositores

Publicados

em


source
Donald Trump, ex-presidente dos EUA
Reprodução/CNN

Donald Trump, ex-presidente dos EUA

Promotores do Departamento de Justiça dos Estados Unidos solicitaram à Apple dados pessoais de dois congressistas democratas durante a gestão do ex-presidente Donald Trump . Funcionários e familiares dos políticos também foram espionados, incluindo um menor de idade. As informações são do jornal the New York Times.

Os dois congressistas faziam parte do Comitê de Inteligência da Câmara de Representantes . Um deles é Adam Schiff, grande opositor de Trump e atual presidente do comitê. O outro é Eric Swalwell, que confirmou à CNN que foi espionado pelo governo. “Fui notificado pela Apple de que eles apreenderam meus registros”.

O New York Times apurou que, durante o governo Trump, funcionários que trabalhavam para o então procurador-geral dos EUA, Jeff Sessions, tentaram descobrir quem vazou informações confidenciais sobre contatos entre sócios de Trump e a Rússia. A investigação aconteceu em 2017 e 2018.

Na ocasião, o Departamento de Justiça obteve os registros eletrônicos dos congressistas com a Apple . Além deles, funcionários e familiares, incluindo um menor de idade, foram espionados. Ao todo, 12 pessoas foram atingidas, já que os investigadores pensaram que os políticos poderiam usar os celulares de pessoas próximas para esconder contatos com jornalistas .

Leia Também:  Spotify mostra quão fã você é do seu artista preferido; veja como descobrir

Há alguns dias, o jornal já havia revelado que o Departamento de Justiça também interceptou conversas telefônicas de jornalistas do New York Times, também durante o governo Trump. Repórteres do Washington Post e da CNN também foram atingidos, tendo seus dados rastreados por quatro meses. Depois das investigações, nenhum vínculo entre os democratas do Comitê de Inteligência e os vazamentos foi encontrado.

Depois da divulgação dos casos, Adam Shiff declarou que Trump “tentou usar o Departamento [de Justiça] como um bastão contra seus oponentes políticos e integrantes da mídia”, e pediu que o inspetor geral do órgão revise este caso e outros. A presidente da Câmara Nancy Pelosi, também democrata, pediu uma investigação e chamou o caso de “horroroso”. “Estas ações parecem ser outro ataque atroz à nossa democracia por parte do ex-presidente”. Depois da primeira reportagem do New York Times, o Departamento de Justiça afirmou que não vai mais buscar dados de jornalistas em investigações de vazamentos de informações.

Leia Também:  Amazon leva multa recorde de R$ 4,5 bilhões por violações de dados

Propaganda

Momento Tecnologia

Como transformar uma TV normal em Smart? Confira 4 opções com preço atrativo

Publicados

em


source
Veja como transformar uma TV em Smart
Unsplash/ Jens Kreuter

Veja como transformar uma TV em Smart

Com a ascensão das plataformas de streaming, todos querem ter uma Smart TV para aproveitar os filmes e séries na telona. Trocar de televisor, porém, pode ser bastante caro, além do fato de que dispensar um eletrônico em funcionamento não é bom para o meio ambiente .

Para a sorte de quem quer gastar menos, existem ótimas opções de dispositivos que transformam uma televisão normal em uma Smart TV. Os recursos são bastante completos e não ficam atrás daqueles presentes nas TVs mais modernas. Por isso, se sua televisão normal ainda está “inteirona”, confira 4 opções para atualizá-la com menos de R$ 400.

1. Chromecast

Chromecast
Divulgação

Chromecast

A primeira opção é o Chromecast, do Google. O aparelho é pequeno e se encaixa na entrada HDMI da televisão. Ele não tem controle nem interface própria e, por isso, precisa ser comandado pelo celular ou pelo computador.

Quando o Chromecast e o smartphone estão conectados na mesma rede Wi-Fi, é possível transmitir conteúdos da telinha para a telona. Por exemplo, dá para entrar no aplicativo da Netflix no celular (que pode ser Android ou iOS) e clicar em um botão para que o conteúdo seja exibido na televisão.

Leia Também:  Sony consegue bloqueio de 47 serviços piratas para Olimpíadas de Tóquio

Todos os controles, como pausar, mexer no volume e voltar alguns segundos do vídeo, são feitos pelo smartphone. O Chromecast 3, que exibe imagens em Full HD, está disponível no Brasil por cerca de R$ 230.

Você viu?

2. Roku Express

Roku Express
Divulgação

Roku Express

O aparelho da Roku é mais completo que o Chromecast, já que vem com controle e tem sistema operacional próprio. Ele também é pequeno e pode ser conectado à entrada HDMI da televisão.

Uma vez conectado, é possível baixar os aplicativos das plataformas de streaming e realizar todas as ações pelo controle – menos alterar o volume, que precisa ser ajustado na própria TV. O Roku Express também transmite imagens em Full HD e tem um aplicativo para smartphones que traz controles extras, como a possibilidade de ouvir o conteúdo da televisão em um fone de ouvido no celular. O dispositivo é vendido no Brasil por cerca de R$ 230.

3. Mi TV Stick

Mi TV Stick
Divulgação

Mi TV Stick

O Mi TV Stick, da Xiaomi, é um dispositivo que possui o sistema operacional Android TV. Assim como a opção da Roku, ele vem com controle remoto, e o aparelho que fica acoplado à TV tem o formato parecido com o de um pen-drive, que pode ser conectado à entrada HDMI.

Também com resolução Full HD, ele permite o download de aplicativos e o comando de ações pelo controle remoto. Assim como no Chromecast, também é possível enviar parear um celular e enviar conteúdos dele para a televisão. No Brasil, o Mi TV Stick sai por cerca de R$ 400.

4. Fire TV Stick

Fire TV Stick
Divulgação

Fire TV Stick

O Fire TV Stick, da Amazon, funciona de forma bastante similar ao Mi TV Stick e ao Roku Express, transformando a TV em Smart com controle remoto próprio. O grande diferencial é que o dispositivo tem suporte à Alexa, a assistente de voz da marca.

Isso significa que é possível controlar o conteúdo que passa na televisão através de comandos de voz, o que torna a experiência mais tecnológica do que a oferecida por muitas Smart TVs, mas por um preço bem mais atrativo. No Brasil, o produto é vendido por cerca de R$ 380.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA