Momento Tecnologia

Instagram oferece dinheiro para influenciadores saírem do TikTok, diz jornal

Publicados

em


source

Olhar Digital

TikTok Instagram
Unsplash/Luke van Zyl

Instagram estaria pagando para influenciadores migrarem do TikTok


O TikTok vem sendo considerado uma ameaça em partes por estar em meio a uma tensão entre Estados Unidos e China , mas também por representar um risco para o Facebook e o Instagram , podendo roubar usuários das duas redes sociais e prejudicar os negócios da empresa.


Para garantir que isso não aconteça, o Facebook começou a recrutar alguns dos principais produtores de conteúdo do TikTok com “ofertas lucrativas” para eles mudarem de lado, de acordo com o Wall Street Journal.

O Facebook vem há algum tempo tentando conter o crescimento do TikTok . Recentemente, a empresa incluiu a função Reels no Instagram , que faz basicamente a mesma coisa que o app criado na China. O TikTok reagiu anunciando um fundo de US$ 200 milhões para manter pessoas na sua plataforma , oferecendo pagamentos para maiores de 18 anos que produzem vídeos curtos com frequência.

Leia Também:  Azul vai investir até R$ 1 bi em 'carro voador' junto com empresa alemã

A empresa de Mark Zuckerberg decidiu seguir um caminho parecido. De acordo com o Wall Street Journal, o Facebook vem conversando com alguns dos usuários mais populares do TikTok para que ou eles virem criadores exclusivos do Facebook e Instagram, ou que ao menos passem a postar vídeos curtos no Reels antes de outras plataformas.

Ao conversar com produtores de conteúdo, o Facebook tenta usar a vantagem política que tem em relação ao TikTok para convertê-los. Isso porque a rede social não sofre da mesma resistência do concorrente, que pertence a um grupo chinês em uma época em que os Estados Unidos acusam constantemente o governo chinês de usar empresas de tecnologia – como a Huawei – para espionagem.

Algumas empresas dos Estados Unidos estão inclusive pedindo para seus funcionários removerem o TikTok de seus celulares. Esse é um dos trunfos do Facebook: como oito dos dez maiores criadores de conteúdo do TikTok estão nos EUA, a r ede social oferece dinheiro e lembra que, na sua plataforma, eles não correm risco de perder seguidores que questionam práticas do governo chinês.

Leia Também:  Presidente da Activision Blizzard deixa empresa em meio a processo por assédio

Contratos de exclusividade com produtores de conteúdo populares estão se tornando comuns no mundo das redes sociais. No ano passado, a Microsoft contratou o streamer Ninja para o seu Mixer com o objetivo de expandir o alcance da sua plataforma e bater de frente com o Twitch . Aparentemente, o resultado não foi dos melhores – o Mixer deixou de funcionar no dia 22 de julho.

Propaganda

Momento Tecnologia

Missão espacial tripulada da SpaceX, de Elon Musk, vai ganhar série na Netflix

Publicados

em


source
SpaceX vai mandar tripulação ao espaço
Divulgação

SpaceX vai mandar tripulação ao espaço

A Netflix anunciou nesta terça-feira (3) que a primeira missão totalmente civil ao espaço será o tema de uma série documental na plataforma de streaming. A missão espacial será realizada pela SpaceX, empresa fundada por Elon Musk, em meados de setembro.

Chamada de “Countdown: Inspiration4 Mission To Space”, esta será “a primeira série documental da Netflix a cobrir um evento quase em tempo real”, anunciou a Netflix. A série será lançada em cinco partes, cobrindo o antes e o depois da viagem.

Dois episódios serão lançados em 6 de setembro e outros dois em 13 de setembro. O lançamento do foguete da SpaceX está planejado para 15 de setembro e, se o cronograma for mantido, o último episódio do documentário deve chegar no final do mês. O documentário está sendo co-produzido pela Time Studios e será dirigido por Jason Hehir.

Anunciada em fevereiro, a missão da SpaceX vai levar uma tripulação civil até a órbita da Terra, onde permanecerá por cinco dias. No anúncio, Musk disse que esse seria “um marco importante para permitir o acesso ao espaço para todos”. As viagens rápidas ao espaço realizadas por Richard Branson e Jeff Bezos são mais simples e não entraram em órbita por não atingirem velocidade e precisão necessárias.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA