Momento Tecnologia

Nintendo terá carro em formato do Pikachu, revela patente; veja

Publicados

em


source

Olhar Digital

Pikachu
Unsplash/Melvina Mak

Pikachu serviu de inspiração para design de carro

Assim que foi lançado, Pokémon Go conquistou inúmeros fãs em todo o mundo, tornando-se um grande sucesso. A Nintendo resolveu pegar uma carona nessa empolgação e trazer mais Pokémon para o mundo real. Desta vez, um carro inspirado no Pikachu , o monstrinho mais famoso da saga.

A gigante japonesa entrou com um pedido de três patentes para o nome e o design do veículo com o tema. Os pedidos de marca registrada foram formalizados no dia 13 de agosto e publicados nesta terça-feira (1°) no Japão.

As patentes se enquadram nas categorias Veículos e Educação e foram relatadas tanto pela Nintendo no Japão quanto pelo site Destructoid. Segundo os documentos, o nome do carro será ” Pi! Car! “, escrito tanto em inglês quanto em japonês. O nome faz alusão ao modo como Pikachu se expressa. Além disso, serão dois designs baseados no eletrizante monstrinho. Embora todas as patentes tenham relação com o mais amado Pokémon dos animes, nenhuma das marcas registradas está de fato relacionada ao Pokémon Go.

Leia Também:  Diversidade: veja os mais de 200 emojis que serão lançados em 2021

A Nintendo japonesa ressaltou que o “Pi! Car!” é um projeto conjunto entre a Pokémon Company (de propriedade da Nintendo) e da montadora de automóveis  Toyota . A ideia é produzir um veículo compacto e sem gasolina com o tema Pikachu. Não está claro se “sem gasolina” significa que o carro funcionará com energia solar ou elétrica. Considerando o personagem, eletricidade seria o mais adequado.

Pikachu
Reprodução/Nintendo Japão

Desenho do carro inspirado no Pikachu

O carro tem um design futurista ergonômico e compacto, além de ser considerado limpo para o meio ambiente. Se ele for realmente elétrico, talvez a Toyota use a tecnologia de um de seus carros, como o ultracompacto Toyota i-ROAD, um veículo de dois lugares apresentado no 83° Salão do Automóvel de Genebra, ou talvez do i-RIDE, revelado durante o Tokyo Motor Show de 2017.

Queridinho do público

Pokémon foi lançado no Japão, em 1996, e desde então se tornou uma das marcas de entretenimento infantil mais populares do mundo. Um dos personagens principais da série é o Pikachu , um pequeno rato amarelo de bochechas vermelhas e poderes elétricos, introduzido na primeira geração. Quando em contato com uma Pedra do Trovão, evolui para Raichu, também presente desde o início da série.

Leia Também:  Imagens noturnas da Terra indicam focos de transmissão do novo coronavírus

Na geração seguinte, os criadores de Pokémon nos apresentaram Pichu, uma pré-evolução de Pikachu. O ratinho tem sido o favorito do público desde o início, principalmente entre as crianças, e logo virou também o mascote do jogo e da empresa como um todo.

A responsável pelo gerenciamento da marca, licenciamento, produção e marketing da franquia Pokémon é a Pokémon Company. De acordo com seu site, ela detém os direitos da série de TV animada, do site oficial da saga, do Pokémon Trading Card Game e outras mercadorias.

Se esse projeto ganhará vida ou ficará apenas como conceito, ainda não sabemos. Entretanto, caso chegue ao mercado, será com certeza um sucesso entre os fãs de Pokémon .

Propaganda

Momento Tecnologia

Google Meet terá reuniões ilimitadas na versão grátis até 2021

Publicados

em


source

Tecnoblog

Google Meet
Unsplash/Harry Cunningham

Google Meet amplia prazo para limitar tempo das chamadas de vídeo

O Google Meet continuará a oferecer um recurso premium de graça até março de 2021: usuários do Gmail poderão realizar chamadas em vídeo com duração praticamente ilimitada (máximo de 24 horas). Anteriormente, a  empresa planejava restringir as reuniões em até 60 minutos nas contas gratuitas. No entanto, o cancelamento de ruído e a gravação no Google Drive ficarão exclusivos para clientes G Suite.

“Queremos continuar ajudando aqueles que dependem do Meet para manter contato nos próximos meses”, diz o Google em comunicado. “Como um sinal de nosso compromisso, hoje continuamos com chamadas ilimitadas do Meet (até 24 horas) na versão gratuita até 31 de março de 2021 para contas do Gmail.”

Leia Também:  Google Meet limitará reuniões em uma hora na versão grátis

Em abril, o Google havia anunciado que iria limitar as videochamadas gratuitas do Meet em 60 minutos a partir de 30 de setembro de 2020. A empresa mudou de ideia dias antes desse prazo.

Além disso, todos os usuários ainda poderão usar o desfoque de fundo , o layout com até 50 pessoas ao mesmo tempo (incluindo você), a transmissão via Chromecast e a integração ao Gmail na web e nos aplicativos de celular.

Recursos premium do Google Meet deixarão de ser grátis

Vale notar, no entanto, que outros recursos premium do Google Meet ficarão indisponíveis em contas gratuitas: ou seja, não será possível realizar gravação de reuniões no Google Drive, nem fazer transmissões ao vivo no domínio para até 100 mil pessoas. Além disso, o limite de participantes por chamada cairá de 250 para 100 (o que deve ser bastante para a maioria dos usuários).

Há outra perda importante: o cancelamento de ruído ficará restrito a clientes do G Suite Enterprise e G Suite Enterprise for Education . O recurso foi liberado esta semana para Android e iPhone; ele já estava disponível na web há alguns meses.

Leia Também:  Corra para aproveitar: quase 50 títulos deixam a Netflix nesta semana

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA