Momento Tecnologia

Polícia derruba rede criminosa de IPTV pirata e encontra 10 suspeitos

Publicados

em


source
Polícia derruba rede criminosa de IPTV pirata e encontra 10 suspeitos
Lucas Braga

Polícia derruba rede criminosa de IPTV pirata e encontra 10 suspeitos

A pirataria de TV por assinatura é crescente, e diversos órgãos lutam para conter os avanços do serviço ilegal. A polícia alemã fez uma operação que identificou um local que fazia a distribuição irregular de canais via IPTV e apreendeu equipamentos.

As autoridades conseguiram identificar 10 suspeitos envolvidos com a transmissão pirata de IPTV. Nenhum deles foi preso, mas a investigação da polícia aponta para o envolvimento com transmissões de canais pagos da operadora europeia Sky (que não tem relação com a Sky do Brasil).

Se condenados, os envolvidos poderão enfrentar uma pena de seis meses a 10 anos por fraude comercial. Os usuários dos serviços também podem ser enquadrados pela legislação alemã, uma vez que a polícia também investiga as conexões ao serviço pirata de IPTV.

Leia Também

Em setembro, a polícia alemã já havia apreendido 60 decodificadores de TV paga, 20 cartões de acesso (smart cards) e diversos computadores e equipamentos de rede. Em outra operação, as autoridades também recolheram cerca de 70 dispositivos incluindo receptores de TV, computadores, HDs e celulares.

Brasil também luta contra pirataria de TV

As autoridades europeias não são as únicas a combaterem o IPTV ilegal. No Brasil, órgãos do governo e do setor audiovisual têm lutado contra a  gato net .

Através do Plano de Ação de Combate à Pirataria (PACP), Anatel, Receita Federal e departamentos de polícia já apreenderam mais de 800 mil TV Box sem homologação ou com software embarcado para desbloqueio de canais.

O IPTV tem avançado no Brasil o mesmo tempo em que o serviço de TV por assinatura têm perdido milhões de assinantes a cada ano. Mais de 100 modelos de TV Box piratas já estão na mira da Anatel, incluindo modelos da  AzAmerica, BTV, HTV, Red Play  e  My TV Box .

Leia Também:  5g, maior resolução, Inteligência Artificial e mais; veja as novidades para 2022

Polícia derruba rede criminosa de IPTV pirata e encontra 10 suspeitos

Propaganda

Momento Tecnologia

Como fazer sua retrospectiva de 2021 do Apple Music

Publicados

em


source

Página da retrospectiva 2021 do Apple Music
Página da retrospectiva 2021 do Apple Music (Imagem: Lucas Lima/Tecnoblog)

Com o fim do ano, já virou tradição esperar pelas retrospectivas de plataformas de streaming — aquele compilado de músicas, álbuns e artistas que descobriu ou mais ouviu no ano. Ainda que o movimento tenha começado com o “Spotify Wrapped”, outros serviços seguiram a campanha. Já disponível, veja como fazer sua retrospectiva do Apple Music para 2021.

Diferente do Spotify, a retrospectiva do Apple Music é feita pelo navegador, tanto do desktop ou pelo próprio smartphone (iPhone ou Android). Não é possível ver as estatísticas pelo aplicativo, apenas pela página do browser, veja como encontrar:

Leia Também

Leia Também

  1. Acesse a página da retrospectiva do Apple Music

    No navegador, acesse https://replay.music.apple.com/br e toque na opção “Ouça seu mix Replay” . Será necessário fazer login com seu Apple ID. Se estiver no iPhone e o navegador abrir o app do Apple Music direto, encerre o aplicativo e tente novamente ou tente fazer o processo pelo computador. Tela para calcular as estatísticas da retrospectiva de 2021 do Apple Music

  2. Acompanhe as estatísticas

    Depois de fazer login e esperar a página calcular as estatísticas, uma playlist com a retrospectiva de 2021 será oferecida para adicionar à biblioteca. Continue rolando a página para encontrar os dados de músicas, artistas e álbuns mais ouvidos no ano. Retrospectiva do Apple Music de 2021

Leia Também:  Quem é Parag Agrawal, novo CEO do Twitter e substituto de Jack Dorsey

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA