Momento Tecnologia

Quer um emoji com a sua cara? Google facilita criação no Android; confira

Publicados

em


source

Olhar Digital

Google
Reprodução

Aplicativo Bitmoji permite que o usuário faça um emoji de si mesmo

O Google adicionou nesta quarta-feira (9) uma nova aba que facilita a instalação do app Bitmoji pelo Gboard . Incluído no teclado inteligente há cerca de 2 anos para concorrer com os Memojis da Apple , mas sem alcançar o mesmo sucesso, o Bitmoji permite a criação de figurinhas baseadas na aparência do usuário. Com a atualização, a empresa tenta aumentar a popularidade do aplicativo.

Anteriormente, a instalação do Bitmoji via Gboard só era disponível dentro da aba de stickers, de maneira bem menos proeminente. Agora, a aplicação tem sua própria seção, que redireciona o usuário para a página de download do app na Play Store , caso ele ainda não esteja instalado. A integração do Bitmoji já está disponível para o Gboard beta 9.8.

Leia Também:  Após posts violentos, rede social "sem censura" é removida pela Apple

Novidade causa controvérsias

A atualização, porém, foi criticada pela promoção de uma nova seção que não é parte nativa do Gboard . A prática do que muitos consideram como uma “auto-propaganda” dentro do teclado também desagradou parte dos usuários.

No entanto, os relatos iniciais indicam que o posicionamento desta nova aba continua relativamente discreto e que não deve atrapalhar aqueles que não são fãs dos Bitmojis.

Propaganda

Momento Tecnologia

Após Twitter banir Trump, número de posts com desinformação cai 73%

Publicados

em


source

Tecnoblog

Twitter
Unsplash/Yucel Moran

Desinformação cai no Twitter

A decisão de banir Donald Trump teve impacto significativo nas redes sociais. Uma semana após o presidente dos Estados Unidos ser bloqueado do Twitter , houve queda de 73% em posts com desinformação sobre a eleição americana. É o que aponta a Zignal Labs, que analisou alegações de fraude na disputa eleitoral, algo negado pela Justiça do país.

A redução de posts com fake news sobre a eleição americana ocorreu de 9 e 15 de janeiro, na comparação com a semana anterior. Após Trump ser banido do Twitter em 8 de janeiro, as conversas sobre uma suposta fraude eleitoral em redes sociais despencaram. A Zignal Labs diz que as menções ao tema em várias plataformas caíram de 2,5 milhões de posts para 688 mil posts.

O movimento acontece depois de Trump e seus apoiadores serem bloqueados em várias plataformas. O Twitter removeu 70 mil contas que promoviam a teoria da conspiração QAnon . O republicano ainda foi suspenso por tempo indeterminado de Facebook e Instagram , e teve medidas desfavoráveis em outras plataformas.

Leia Também:  Concorrente do Google, DuckDuckGo bate recorde histórico de buscas diárias

Você viu?

Ainda de acordo com o levantamento, houve queda de 95% em posts com a #FightforTrump e de mais de 95% em posts com #HoldTheLine ou “March for Trump”, considerando várias plataformas. Já os tweets com termos como “voter fraud”, “stop the steal”, “illegal votes” e “shredded ballots” registraram quedas entre 67% e 99%.

Os posts com expressões relacionadas à teoria QAnon caíram, mas houve alta de 15% em menções a “Q” e “QAnon”. A Zignal Labs acredita que o crescimento aconteceu devido às publicações que comentavam sobre a participação dos apoiadores dessa teoria na invasão ao Capitólio dos EUA .

Trump promoveu desinformação sobre eleição

A Zignal Labs afirma que uma rede formada por Trump , influenciadores e outros seguidores conhecidos contribuiu para eleitores comuns realizarem acusações sem provas de fraude na eleição americana. A desinformação levou à invasão ao Capitólio no dia da certificação da vitória de Biden . O ato resultou em cinco mortes.

Depois do bloqueio de Trump e vários de seus apoiadores no Twitter e em outras plataformas, ainda há incertezas sobre como esta rede de fake news atuará. No entanto, parece cada vez mais claro que as plataformas têm ferramentas para evitar a desinformação com mais antecedência.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA