Momento Tecnologia

Roblox terá avatares mais realistas e planeja NFTs de itens limitados

Publicados

em


source
Roblox terá avatares mais realistas
Divulgação

Roblox terá avatares mais realistas

Em suas próximas atualizações, Roblox vai lançar avatares com visuais mais realistas e outras formas de monetização dentro da plataforma de jogos, como a venda de NFTs de itens limitados. Esses planos foram compartilhados pelo próprio CEO da Roblox Corporation, David Baszucki, na conferência anual de desenvolvedores da empresa, que aconteceu nesta semana.

A ideia de Baszucki é modernizar Roblox, deixando de lado os tradicionais avatares feitos de blocos para introduzir modelos com corpos mais “realistas”. A parte realista está entre aspas porque a ideia é ter não só avatares humanos, como também bonecos baseados em animais, alienígenas e outras criaturas.

Com esses novos avatares, o CEO promete diversas opções de customização e grande variedade de estilos, incluindo roupas e acessórios diferentes. Assim, a plataforma que, hoje, é voltada para crianças, também poderá ser interessante para o público adulto que busca mais formas para se expressar nos mundos virtuais.

Leia Também

As primeiras mudanças em relação ao visual dos avatares vai focar em atualizar as roupas. Segundo Baszucki, as skins terão aparência realista e dinâmica e serão capazes de se adaptar ao modelo dos personagens, seja ele baseado em um humano ou um dinossauro, por exemplo.

Leia Também:  15 anos de iPhone: os principais rivais do celular da Apple em 2007

Para aumentar ainda mais o realismo nas animações dos personagens, Roblox vai começar a implementar um recurso chamado “cabeças dinâmicas”, que irá fazer a boca dos avatares se mexer quando o jogador falar algo no chat de voz. Por enquanto, essa nova ferramenta está em testes beta com alguns desenvolvedores selecionados.

Roblox vai lançar itens limitados registrados como NFT

Além das novidades para os avatares, o CEO da Roblox Corporation também planeja lançar mais itens limitados. De acordo com Baszucki, a objetivo é criar novas formas para os jogadores e desenvolvedores ganharem Robux — a moeda virtual da plataforma — com a venda desses itens colecionáveis.

Esses itens limitados serão registrados como NFT — Non-fungible token — ou seja, o proprietário original poderá continuar ganhando dinheiro com as vendas subsequentes, graças aos royalties dos tokens não fungíveis. “A ideia é que você será eventualmente capaz de definir as regras do que acontece na revenda de um item”, disse o diretor de produtos da Roblox Corporation, Manuel Bronstein, ao TechCrunch.

Leia Também:  Pokémon Unite, jogo grátis para celular, agora está em português-BR

Por fim, os criadores de jogos em Roblox ainda poderão usar um novo sistema de desenvolvimento pela nuvem chamado Open Cloud. Com esse recurso, será possível usar ferramentas de criação de terceiros e exportar os projetos diretamente para o Roblox em vez de ficar limitado ao Roblox Studio.

Propaganda

Momento Tecnologia

Microsoft fala com Sony e planeja manter Call of Duty no PlayStation

Publicados

em


source
Microsoft conversa com Sony e planeja manter Call of Duty no PlayStation
Felipe Vinha

Microsoft conversa com Sony e planeja manter Call of Duty no PlayStation

Após a Sony expressar preocupação com a série Call of Duty , Phil Spencer, diretor da linha Xbox na Microsoft, comentou em seu Twitter que conversou com representantes da empresa a respeito e disse que planeja manter COD como um game multiplataforma nos consoles PlayStation. Vale lembrar que a Microsoft anunciou a compra da Activision Blizzard, produtora da marca, há poucos dias.

“Tive boas conversas nesta semana com líderes da Sony. Confirmei nossa intenção de honrar todos os acordos existentes após a aquisição da Activision Blizzard e nosso desejo de manter Call of Duty no PlayStation. A Sony é uma parte importante do nosso setor e valorizamos nosso relacionamento”, disse Spencer.

A declaração foi bem recebida por fãs na rede social, que elogiaram a liderança do executivo na hora de tomar decisões importantes e em não incitar a guerra de consoles, ao elogiar a concorrência direta da Sony.

Leia Também

Sony demonstrou preocupação

Ao comentar pela primeira vez sobre a aquisição da Microsoft, representantes da Sony demonstraram preocupação especialmente com Call of Duty. “Esperamos que a Microsoft cumpra os acordos contratuais e continue a garantir que os jogos da Activision sejam multiplataforma”, disse a Sony ao The Wall Street Journal. Vale lembrar que Call of Duty já teve um acordo de “exclusividade” com o PlayStation para conteúdo extra, em 2015, durante cinco anos.

Call of Duty: Black Ops Cold War foi o segundo jogo mais jogado do PS5 ao longo de todo o ano de 2021, de acordo com a Sony, perdendo apenas para Fortnite , outro título multiplataforma. Call of Duty também ficou no topo dos jogos mais vendidos do ano nos Estados Unidos, nos últimos 12 meses.

Vale lembrar que a Microsoft pode ou não manter a exclusividade de alguns futuros jogos da Activision Blizzard, como fez com a Bethesda, que também comprou. O game Starfield , um dos mais aguardados de 2022, será exclusivo do Xbox por este motivo, por exemplo.

Microsoft conversa com Sony e planeja manter Call of Duty no PlayStation

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA