Momento Tecnologia

Salas ao vivo: como fazer live com até 4 pessoas no Instagram

Publicados

em


source

Tecnoblog

Veja como explorar o novo recurso do Instagram
Divulgação/Instagram

Veja como explorar o novo recurso do Instagram

O Instagram expandiu as lives para até quatro pessoas , um recurso que a rede social chama de Salas ao Vivo . O criador do chat pode convidar mais 3 pessoas, enquanto os seguidores dos participantes podem assistir e mandar mensagens. Confira a seguir como fazer live no Instagram com até 4 pessoas.

O que são as Salas ao Vivo?

Trata-se de um recurso de transmissão ao vivo do Instagram, em que até 4 pessoas, o dono da conta e mais 3 convidados, podem participar de um chat que será transmitido para os seguidores do criador da transmissão . Todos os seguidores dos participantes serão notificados quando a live começar.

Você viu?

Segundo o Instagram, a live com até 4 pessoas é uma ferramenta útil não apenas para interação e engajamento, mas também para viabilizar a monetização . Os espectadores poderão pagar, através dos Selos, para que seus comentários sejam destacados e lidos pelos integrantes da transmissão.

Cada sala ao vivo é moderada pelos próprios apresentadores, que podem bloquear palavras ofensivas ou banir seguidores que passarem do limite. De acordo com a rede social , as Salas ao Vivo receberão o recurso de moderadores (usuários que não participam do vídeo, mas têm poder de controle sobre o chat de espectadores) em uma atualização futura.

Leia Também:  WhatsApp ganha novo formato de fotos e mensagens que se destroem

Como fazer live no Instagram com até 4 pessoas

O procedimento funciona com usuários que seguem um ao outro, e é basicamente o mesmo para convidar um seguidor já presente antes no app, só que para mais participantes. Veja como fazer:

  1. Abra o app do Instagram em seu celular;
  2. Deslize a tela da esquerda para a direita e toque em “Ao vivo”;
  3. Toque em “Título” e defina um título para a live;
  4. Toque no botão na parte central inferior para começar a transmissão;
  5. Toque no ícone com duas pessoas;
  6. Faça buscas de seguidores e convide de 1 até 3 pessoas.

O Instagram enviará convites para as pessoas que você selecionou, e estes deverão confirmar presença em sua live.

Como pedir para participar de uma live

Até 3 usuários espectadores também podem solicitar a um usuário ao vivo para participarem da live do Instagram . Da mesma forma, o recurso é limitado a usuários que seguem um ao outro.

  1. Acesse a transmissão ao vivo de um usuário que você segue;
  2. Toque em “Solicitar” e depois, em “Enviar solicitação”;
  3. O usuário fazendo a transmissão receberá o pedido, e poderá aceitá-lo ou recusá-lo;
  4. Caso aceite, você será notificado e entrará ao vivo na transmissão.
Leia Também:  Google Assistente encontra iPhones perdidos e ganha novidade na web

Propaganda

Momento Tecnologia

Superapps: os aplicativos ‘tudo em um’ têm espaço no Brasil?

Publicados

em


source
Superapps são tendência global
Unsplash/Rob Hampson

Superapps são tendência global



Há alguns anos, ouvimos falar sobre a tendência dos superapps , os aplicativos que reúnem diversos serviços e produtos em um só, facilitando a vida dos usuários.

Quando se fala em superapps, um dos mais famosos e citados é o chinês WeChat . O aplicativo é um verdadeiro canivete suíço digital e permite troca de mensagens, consultas médicas, delivery, paquera, compra de produtos, pedidos de táxi, publicações, assistir a vídeos e muito mais – tudo na mesma aplicação.

No Brasil, a ideia de reunir diversas funções em um só aplicativo também vem ganhando espaço. Por aqui, um dos maiores exemplos é o Rappi , que começou como um serviço de delivery, mas já possui jogos, recursos de transmissões ao vivo , venda de pacotes de viagens e eventos online. Outros exemplos são o Ame, Magalu e PicPay, que reúnem alguns serviços em um só app.

Leia Também:  WhatsApp ganha novo formato de fotos e mensagens que se destroem

“O superapp nada mais é que uma resposta que a sociedade, na figura do consumidor, está dando para as empresas”, analisa Paulo Marcelo, CEO da empresa de tecnologia Solutis.

Você viu?

O especialista afirma que, cada vez mais, os usuários estão buscando praticidade, podendo encontrar diversas funcionalidades em um só aplicativo , ao contrário de ter vários sistemas instalados. Ele analisa, ainda, que embora não haja um superapp tão popular como o WeChat no Brasil, o cenário nacional segue uma tendência global e tem avançado nesse sentido.

Superapps em diversos setores da economia

Paulo afirma que o setor que mais investe em superapps é o varejo, que vem ultrapassando o conceito de compra e venda, com plataformas apostando também em outros serviços. Um dos exemplos é o app Magalu que, além de vender produtos do Magazine Luiza, também oferece cashback, compras de produtos de outras empresas parceiras e até supermercado.

Outro setor que tem apostados bastante nessa tendência é o financeiro. “O consumidor quer ter o canal com seu banco explorando outras alternativas, integrando não só produtos financeiros, mas também outros produtos de varejo, de serviços”, afirma Paulo.

Para o especialista, a área da saúde também pode se beneficiar bastante dessa tecnologia, já que o setor pode ser integrado em diversos sentidos. Paulo analisa que farmácias, hospitais e laboratórios, por exemplo, poderiam se integrar em uma só plataforma de telemedicina , prática que vem crescendo durante a pandemia de Covid-19 .

“Quando você faz uma teleconsulta com seu médico, isso tem a capacidade de se integrar com a compra de medicamentos, com suas receitas eletrônicas digitais, com disparar para fazer exames medicos”, exemplifica. “A saúde publica precisa se aproximar mais disso”.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA