Momento Tecnologia

Steve Jobs queria lançar o primeiro iPhone sem entrada para chip

Publicados

em

source
Steve Jobs durante lançamento do primeiro iPhone
Divulgação/Apple

Steve Jobs durante lançamento do primeiro iPhone

O chip virtual (eSIM) foi uma solução popularizada pelo iPhone desde 2018. Mas você sabia que o cofundador da Apple, Steve Jobs, já queria eliminar a entrada para chip de operadora no primeiro iPhone, em 2007? É o que conta um dos responsáveis pelo iPod, Tony Fadell, em uma entrevista dada à jornalista Joanna Stern.

A história gira em torno do chip de operadora colocado na lateral do smartphone. Segundo Fadell, durante o desenvolvimento do primeiro iPhone, Jobs era contrário à ideia de ter um espaço para colocar o cartão SIM. O problema é que, naquela época, soluções como o eSIM ainda não existiam, limitando os seus sonhos.

Mas o cofundador levantou algumas referências para sustentar a sua ideia. O executivo lembrou da operadora Verizon, que utiliza a tecnologia CDMA e não depende de chips para funcionar. Para refrescar a memória, trata-se da solução adotada pela Claro e a Vivo quando ainda se chamavam ATL e Telefônica, respectivamente.

Leia Também:  Spotify lança Netflix HUB no Brasil com trilhas de séries e filmes

O problema é que a tecnologia não possui uma grande abrangência no mundo. No Brasil, depois que a Oi e a TIM chegaram ao mercado nacional com a tecnologia GSM, a Claro e Vivo abandonaram o CDMA nos anos 2000. O GSM também está amplamente difundido em outras regiões, como a União Europeia, já que o padrão foi feito pelo Instituto Europeu de Normas de Telecomunicações (ETSI, em inglês).

No fim das contas, o iPhone foi lançado com a tecnologia GSM. Depois, em 2011, a Apple chegou a lançar uma versão do iPhone 4 com suporte ao CDMA para atender os clientes da Verizon. Mais tarde, em 2018, o iPhone XR, XS e o XS Max foram lançados com suporte ao eSIM, que tem o potencial de substituir o chip físico no futuro.

Apple se prepara para lançar iPhone sem entrada de chip

O eSIM não é uma tecnologia criada pela Apple, mas que foi popularizada pelo iPhone. A solução deu as caras nos modelos de 2018, levando aos smartphones da marca uma função para lá de esperada: o Dual SIM. Mas, apesar de o uso principal ser voltado ao uso de duas linhas ao mesmo tempo, o recurso tende a decretar o fim do chip físico.

E essa pode ser uma das apostas da Apple para o futuro. Em dezembro, o MacRumors informou que a fabricante pediu para as operadoras americanas se prepararem para um iPhone sem entrada para chip. O prazo final da mudança seria em setembro de 2022, quando a empresa deve lançar a linha iPhone 14.

De um lado, isto é um ponto bom: as fabricantes podem ganhar mais espaço interno para implementar outros componentes. Do outro, esta mudança pode ser uma barreira em algumas regiões. E é justamente este um dos problemas que muitos brasileiros encontram, pois ativar o eSIM no Brasil pode dar bastante dor de cabeça.

Propaganda

Momento Tecnologia

Os melhores jogos até R$ 50 desta semana: Undertale, BioShock e mais

Publicados

em

source
Confira os melhores jogos em promoção nesta semana
Reprodução

Confira os melhores jogos em promoção nesta semana

Undertale, Bayonetta, Blasphemous e a coleção da franquia BioShock são alguns dos melhores jogos para comprar nesta semana por até R$ 50 — ou até de graça! Quer conhecer mais sobre eles? Nas linhas a seguir, apresentamos cada um desses sucessos que se destacam nas promoções do PlayStation, Xbox, Switch e PC.

Undertale (2015) – R$ 49,91 na PlayStation Store

Undertale está em promoção na PlayStation Store e pode ser comprado por R$ 49,91. Criado por Toby Fox, o jogo é considerado um dos melhores RPGs independentes dos últimos anos. Com elementos inspirados na clássica franquia Earthbound, o game traz um enredo profundo e gameplay desafiadora no estilo “bullet hell”, em que é preciso desviar de chuvas de projéteis.

Você começa a aventura controlando um ser humano que cai em um buraco e chega a um mundo habitado por monstros. Sua missão é encontrar a saída e voltar à superfície, mantendo sua determinação. O diferencial está nas diferentes possibilidades de lidar com as criaturas: por genocídio, as eliminando; ou pacificamente, poupando suas vidas.

Os gráficos desenhados em pixels e a trilha sonora retrô ainda garantem um charme único a Undertale. Além de divertido, o jogo tem personagens apaixonantes que são não só bem construídos, como podem ensinar lições muito valiosas ao longo da jornada.

Bayonetta (2009) – R$ 43,98 na Xbox Store

Um clássico do gênero de jogos de ação, Bayonetta está custando R$ 43,98 na Xbox Store. Se você gosta da ideia de ser uma bruxa super poderosa que dizima anjos usando diversas armas, golpes estilosos e magias das trevas, provavelmente vai se identificar com esse título da Platinum Games.

Leia Também:  Microsoft lançará aparelho Xbox que permite streaming de jogos

Em Bayonetta, você controla a última sobrevivente de uma raça antiga de bruxas que têm a missão de manter o equilíbrio entre a luz, as trevas e o caos. Após ficar 500 anos adormecida, a protagonista retorna para proteger o mundo de eventos catastróficos.

O destaque de Bayonetta é o combate estiloso e recompensador em hack and slash. Quanto mais combos de golpes diferentes você usar, mais altas serão as pontuações no final das fases. Para quem é fã de jogos no estilo Devil May Cry, Bayonetta é uma refeição completa e muito bem servida.

Blasphemous (2019) – R$ 25,97 na Nintendo eShop

Blasphemous sai por R$ 25,97 na eShop do Nintendo Switch nesta semana. Esse metroidvania em 2D mistura ação brutal e desafiadora com uma atmosfera gótica e sombria. Assim como em títulos das franquias Metroid e Castlevania, a exploração de mapas em plataformas é um dos pontos fortes do game.

Outro destaque de Blasphemous é a dificuldade alta, mas na medida certa. Os desafios são honestos, sem mecânicas injustas que só existem para gerar estresse. Se você gosta de se sentir desafiado, esse game é bastante recomendado.

O enredo de Blasphemous se passa em um reino religioso chamado Cvstodia, onde uma terrível maldição conhecida apenas como “O Milagre” transforma a dor das pessoas em criaturas que precisam encontrar a salvação. Você como jogador assume o papel do Penitente — sobrevivente do “Sofrimento Silencioso” e o único capaz de ajudar as almas atormentadas.

BioShock: The Collection (2016) – Grátis no PC!

Para quem joga no PC, a Epic Games Store está oferecendo a coleção completa da franquia BioShock de graça por tempo limitado. O pacote BioShock: The Collection inclui os dois primeiros títulos remasterizados da série, além do mais recente BioShock Infinite, com todos os conteúdos adicionais lançados até hoje.

Em BioShock 1 e 2, você irá explorar a cidade submersa de Rapture — criada para ser o refúgio das maiores mentes da sociedade, mas que se tornou um pesadelo distópico. Já em BioShock Infinite, o cenário é a cidade flutuante de Columbia. Lá, sua missão é resgatar a jovem Elizabeth, mantida presa pelo líder de uma forte comunidade religiosa.

Na franquia inteira, a gameplay tem elementos de shooters, sempre com a câmera em primeira pessoa. Além do arsenal de armas de fogo, os protagonistas podem modificar seus corpos para usar poderes especiais, como lançar bolas flamejantes, eletrocutar alvos e até hipnotizar inimigos.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA