Momento Tecnologia

Streaming paga R$ 13 mil para quem assistir 24h de filmes sobre crimes

Publicados

em


source
Objetivo é assistir a 18 documentários na sequência
Unsplash/Georgia Vagim

Objetivo é assistir a 18 documentários na sequência

A plataforma de streaming norte-americana Magellan TV está oferecendo dinheiro para três usuários que aceitarem ficar 24 horas assistindo documentários sobre crimes reais. Cada um deles vai receber US$ 2,4 mil pelo feito, o equivalente a R$ 13 mil, em conversão direta.

O objetivo é que os três selecionados publiquem sobre a experiência nas redes sociais . Além do dinheiro, eles também receberão um ano de assinatura gratuita no Magellan TV, streaming focado em documentários.

De acordo com a plataforma, o candidato ideal é aquele que “tem nervos de aço” e “vive para o crime real”. “Ele pode lidar com o assassino em série mais ameaçador e os detalhes mais horríveis”, diz o anúncio.

Quem conseguir a vaga no “emprego dos sonhos”, como define o Magellan TV, assistirá a 18 documentários em sequência, como “O Massacre de Columbine: na mente do assassino” e “Jack, o Estripador: Tabloid Killer”. É preciso ser residente dos Estados Unidos para se inscrever.

Leia Também:  Instagram ganha versão mais leve e sem anúncios no Brasil

Propaganda

Momento Tecnologia

Facebook confunde nome de cidade com xingamento e tira página do ar

Publicados

em


source
Facebook confunde nome de cidade francesa
Unsplash

Facebook confunde nome de cidade francesa

O Facebook excluiu a página de uma cidade da França depois de confundir seu nome com um insulto. O vilarejo histórico de Bitche , no nordeste francês, tem o nome bastante parecido com um xingamento em inglês.

De acordo com a prefeitura da cidade, a página foi removida em 19 de março por supostamente violar as regras da rede social . “O nome da nossa cidade parece ter sofrido uma má interpretação”, disse Benoît Kieffer, prefeito de Bitche, de acordo com o G1.

O Facebook informa que restaurou a página nesta terça-feira (13), quando teve conhecimento do problema. “A página foi removida por engano”, disse um porta-voz da rede social à BBC.

Durante o período em que a página ficou fora do ar, a prefeitura de Bitche criou outra página, a Mairie 57230, que é o código postal da cidade. O objetivo era continuar se comunicando com os cerca de cinco mil habitantes da vila.

Depois da confusão, o prefeito de Bitche convidou o CEO do Facebook , Mark Zuckerberg , para conhecer a vila. “O que aconteceu com a cidade de Bitche demonstra que as ferramentas moderadoras são insuficientes e limitadas, algo que só o olhar humano pode averiguar”, disse Kieffer.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA