Momento Tecnologia

Waze libera vozes do Batman e do Charada; saiba como usar

Publicados

em


source

Olhar Digital

Waze
Reprodução

Waze libera vozes do Batman e do Charada

O Waze é um dos aplicativos mais utilizados por quem dirige para obter informações sobre rotas e trajetos. Por sua vez, algo que faz bastante sucesso no programa são as vozes responsáveis por dar as instruções necessárias para que você siga por uma rota com segurança e sem precisar estar sempre de olho na tela do celular.

Já nesta semana, os fãs de heróis gostarão de saber que o Waze fez uma parceria com a DC para que o Batman e o Charada possam dar as instruções por voz de um percurso para os motoristas no aplicativo.

Além das vozes, o ícone do carro que aparece no mapa também ganhou novas opções. É possível colocar o Batmóvel e o Riddler’s Racer como substitutos para o carro tradicional. A seguir, veja como ativar a voz do Batman ou do Charada e usar os seus carros no Waze.

Leia Também:  O jeito como você se mexe pode definir os anúncios que você recebe online

Importante

O procedimento abaixo foi realizado em um celular com o Android , mas também pode ser realizado no aplicativo para iOS (sistema do iPhone).

Como usar a voz do Batman ou do Charada no Waze

  1. Acesse a Google Play ou a App Store e atualize o Waze para a última versão disponível;
  2. Abra o aplicativo, toque em “Buscar” e em “Dirija com o Batman”;
  3. Na nova tela, toque em “Humor” e escolha entre o “Batman” ou o “Charada”;
  4. De volta a tela anterior, toque em “Carro” e escolha entre o “Batmóvel” ou o “Carro do Charada;
  5. Mais uma vez, de volta a tela anterior, toque em “Voz” e escolha entre a voz do “Batman” ou do “Charada”;
  6. Com tudo configurado, de volta a tela anterior, clique em “Pronto” e, ao iniciar um novo percurso, você já verá as mudanças aplicadas em seu trajeto.

Caso a opção de “Dirija com o Batman” não apareça para você ou queira apenas a voz do Batman ou do Charada sem o ícone do carro, o processo é um pouco diferente. Siga este esse passo a passo:

  1. Acesse a Google Play ou a App Store e atualize o Waze para a última versão disponível;
  2. Abra o aplicativo normalmente e toque em “Buscar”;
  3. Clique no campo “Para onde” e procure pelo destino desejado;
  4. Após ter colocado o endereço, toque em “Ir” e no botão representado por um “alto falante”;
  5. Toque em “Voz Waze” e escolha entre a voz do Batman ou do Charada.
Leia Também:  Europa sem Facebook? Rede social pode sair após nova regra

Pronto! Agora, você já sabe como ativar a voz do Batman ou do Charada no Waze para quando for utilizá-lo em algum trajeto.

Propaganda

Momento Tecnologia

Europa sem Facebook? Rede social pode sair após nova regra

Publicados

em


source

Olhar Digital

Facebook
Unsplash/Brett Jordan

Facebook pode deixar a Europa

O Facebook afirmou que pode deixar a Europa caso a Comissão de Proteção de Dados da Irlanda (DPC) faça valer a determinação que impede empresas de transferirem informações pessoais de usuários europeus para os Estados Unidos. Em ação judicial apresentada à suprema corte irlandesa, a empresa argumentou que a medida pode comprometer as operações do negócio nos países do bloco.

“Caso [o Facebook] seja sujeitado a uma suspensão completa da transferência de dados dos usuários para os EUA, não está claro … como, nessas circunstâncias, [a empresa] poderia continuar a fornecer os serviços do Facebook e do Instagram na UE [União Europeia]”, apontou Yvonne Cunnane, diretora de proteção de dados da companhia, no documento.

Leia Também:  Cyberpunk 2077 será mais curto que The Witcher 3 — e a culpa é sua

Segundo o jornal britânico The Guardian, um porta-voz do Facebook negou que as alegações da companhia sejam uma ameaça da empresa a autoridades europeias. A fonte afirma que a ação judicial expõe “a simples realidade” de que o Facebook, e muitas outras empresas, organizações e serviços, dependem da transferências de dados para operar seus serviços”.

Em julho, o Tribunal Europeu de Justiça suspendeu o acordo Privacy Shield Agreement , que permitia empresas compartilharem as informações pessoais de clientes entre as instalações na União Europeia e nos Estados Unidos. A corte apontou que a legislação norte-americana não oferecia segurança suficiente para garantir a proteção da privacidade dos usuários.

A Justiça ainda abriu exceção para alguns contratos alternativos firmados entre organizações. A orientação, no entanto, é que os destinatários das informações pessoais teriam que aderir aos padrões de proteção europeus, reportou o The New York Times, na época.

Há duas semanas, a Comissão de Proteção de Dados decidiu suspender as transferências de dados entre os territórios. Poucos dias depois, o Facebook apelou à Suprema Corte da Irlanda para barrar a medida e indicou que a proibição poderia trazer danos para a economia de países da Europa.

Leia Também:  Algoritmos racistas: entenda como funciona o problema que atingiu o Twitter

Em resposta, o diretor de assuntos globais do Facebook , Nick Clegg, argumentou em publicação que, no pior cenário possível, a decisão pode “impedir uma startup tecnológica da Alemanha de contratar um fornecedor de recursos em nuvem dos Estados Unidos”. Assim como, um varejistas francês não poderia mais manter um “call center” no Marrocos, disse o executivo.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA