Momento Tecnologia

Will.i.am lança máscara com fone acoplado por R$ 1,6 mil; conheça

Publicados

em


source
Máscara criada por Will.i.am
Reprodução

Máscara criada por Will.i.am

O rapper e produtor musical Will.i.am , líder da banda Black Eyed Peas , criou um novo modelo de máscara de proteção com  fones de ouvido Bluetooth  acoplados. O acessório foi batizado de “Xupermask” e desenvolvido em parceria com a empresa americana Honeywell. 

Segundo os desenvolvedores, a nova máscara possui um filtro altamente tecnológico que é capaz de filtrar até 99,9% das impurezas do ar. O acessório já está em um site próprio pelo não muito convidativo preço de US$ 299 (R$ 1,6 mil). 

A máscara chega de fato ao mercado nesta quinta-feira (8) e é produzida com um composto que mistura materiais plásticos, elastano e um sistema HEPA de filtragem de ar, que pode auxiliar na proteção contra o novo coronavírus (Sars-Cov-2). Os fones de ouvido acoplados possuem cancelamento de ruídos, luzes de LED e bateria com autonomia para até sete horas de música.

Você viu?

Como forma de divulgar a Xupermask, Will.i.am apareceu usando o acessório no mais recente videoclipe do Black Eyed Peas , Girl Like Me, que tem a participação da colombiana Shakira . Segundo a Honeywell, a máscara foi criada para durar até um ano sem a necessidade de manutenção ou troca dos filtros, sendo necessária apenas a higienização dos tecidos.

Leia Também:  iPad Pro chega ao Brasil por até R$ 30 mil, valor mais caro do mundo

Coisa de cinema

Além de Will.i.am e da Honeywell, outro envolvido no projeto da Xupermask é José Fernandez, fundador e CEO da Ironhead Studios e responsável pela criação dos uniformes de diversos filmes do  Marvel Studios , como “Pantera Negra” e o primeiro “Vingadores”, da Fox, como “X-Men 2” e da série “Mandalorian”. Além de ser o responsável pelo conceito dos uniformes da  SpaceX .

O número de  Xupermasks  vendidas será limitado e o produto terá poucos lotes, em um esquema parecido com o que é usado pela marca de roupas urbanas Supreme. Cada lote terá uma combinação de cores única que vai durar somente até o fim dos estoques.  A relação de Will.i.am  com a tecnologia não é algo novo, alguns dos clipes do Black Eyed Beas têm uma estética futurista e o tema de algumas músicas também remete à relação do homem com as máquinas. Em um dos hiatos da banda, Will chegou a trabalhar como consultor de inovação na Intel e apresentar um podcast sobre o tema.

Leia Também:  Cuidado com o WhatsApp Rosa: novo golpe pode controlar celulares das vítimas

Propaganda

Momento Tecnologia

Governo quer obrigar Apple e Samsung a vender celular com carregador

Publicados

em


source

Tecnoblog

Governo quer obrigar Apple e Samsung a vender celular com carregador
Bruno Gall De Blasi

Governo quer obrigar Apple e Samsung a vender celular com carregador

A Apple e Samsung removeram o carregador da caixa de seus celulares. Mas a Secretaria Nacional do Consumidor ( Senacon ) quer um acordo para que as duas empresas voltem a vender o iPhone e o Galaxy com o acessório no Brasil. A multa, caso as partes envolvidas não cheguem em um consenso, pode ser de até R$ 10 milhões.

A ação da secretaria do Ministério da Justiça retoma um cabo de guerra entre as fabricantes e as entidades de defesa do consumidor. Agora, a Senacon propôs um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), com a finalidade de fazer com que as fabricantes vendam seus celulares com o adaptador de tomada no pacote.

Você viu?

Segundo o Estadão , o órgão não aceitou as explicações das empresas. Ao anunciar a remoção, tanto Apple quanto Samsung utilizaram a preocupação do meio ambiente como justificativa para retirar o acessório da caixa dos celulares. Cabe lembrar que as empresas foram notificadas pela Senacon em novembro do ano passado. A multa pode chegar a R$ 10 milhões, caso as fabricantes não aceitem a proposta.

Apple e Samsung vendem celular sem carregador na caixa

O acordo tem como alvo as decisões das fabricantes de não vender mais seus celulares com o carregador. Depois do Apple Watch , a Apple anunciou que não forneceria mais o adaptador de tomada durante o lançamento do iPhone 12 . A alteração também afetou os modelos anteriores que ainda estão à venda, como o iPhone XR, 11 e SE.

Leia Também:  AirPods continuam funcionando após serem engolidos por cachorro

A mudança, segundo a fabricante, chega para reduzir a emissão de lixo eletrônico . Em outubro, a vice-presidente de marketing de produto do iPhone, Kaiann Drance, chegou a dizer que vender o iPhone 12 sem adaptador é “o certo a se fazer”, pois seus clientes já têm o acessório em casa. Ao Tecnoblog, a Apple afirmou que a garantia de iPhones não será afetada por carregadores aprovados pela Anatel.

Mas o Procon-SP não ficou satisfeito. Em março, a Apple foi multada em R$ 10 milhões pela entidade . Além da ausência do adaptador de tomada, o órgão de defesa do consumidor também acusou a fabricante de praticar publicidade enganosa, devido à resistência à água do iPhone 11 Pro , e impor cláusulas abusivas aos seus clientes.

A Samsung veio na sequência, quando fez o lançamento global do Samsung Galaxy S21 , em janeiro de 2021. Assim como a Apple , a marca sul-coreana também tomou a decisão para evitar o desperdício de recursos do meio ambiente. Mas, durante a estreia do sucessor do Galaxy S20 no Brasil, a companhia ofereceu o acessório de graça na pré-venda , depois de fechar um acordo com o Procon-SP.

Leia Também:  YouTube exclui vídeo de Bolsonaro falando de cloroquina, mas mantém outros no ar

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA