Momento Tecnologia

YouTube remove vídeo e suspende conta de Donald Trump por uma semana

Publicados

em


source
Trump
Reprodução/Redes sociais

Plataforma suspendeu a conta do presidente norte-americano

O YouTube informou nesta terça-feira (12) que removeu um vídeo e suspendeu o canal do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump , por ter violado suas políticas de incitação à violência.

Em um comunicado, a plataforma anunciou que o republicano não poderá enviar novos vídeos ou fazer transmissões ao vivo por pelo menos sete dias. A empresa também destacou que a punição pode ser prorrogada.

“Após uma análise cuidadosa, removemos o novo conteúdo enviado para o canal de Donald Trump no YouTube e emitimos um aviso ao canal por violar nossas políticas de incitamento à violência. O canal não será capaz de enviar novos vídeos ou fazer transmissões ao vivo por pelo menos 7 dias, potencialmente extensíveis. O YouTube também desativou permanentemente os comentários dos vídeos”, informou um porta-voz do Google, que chefia o YouTube.

A medida do YouTube chega alguns dias depois da invasão do Capitólio, que foi estimulada por Trump no dia 6 de janeiro e que resultou, além dos atos de vandalismo, em cinco pessoas mortas.

Além do YouTube, o Twitter baniu o perfil do magnata de forma permanente . Já o Facebook e o Instagram suspenderam as contas do presidente até o dia da posse do democrata Joe Biden , agendada para 20 de janeiro.

Propaganda

Momento Tecnologia

Fundador do Alibaba reaparece após quase três meses; entenda o desaparecimento

Publicados

em


source

Olhar Digital

Jack Ma Alibaba
Wikimedia Commons/JD Lasica

Jack Ma, fundador do grupo Alibaba

O bilionário chinês Jack Ma , fundador do grupo Alibaba (que, entre outras empresas, controla o AliExpress, Taobao, Tmall, Cainiao e o grupo financeiro Ant) reapareceu após quase três meses longe dos olhos do público .

Ma participou virtualmente nesta quarta-feira (19) de um evento do Rural Teachers Initiative, programa promovido por seu grupo que fornece apoio a professores em regiões rurais na China e destaca os que tiveram maior impacto em sua comunidade. Durante o evento, que normalmente é realizado na cidade de Sanya, no sul da China, 100 professores foram homenageados.

Segundo o jornal The Wall Street Journal, Ma parecia “à vontade” e disse que não pôde encontrar os professores pessoalmente por causa da pandemia , mas que seu compromisso com a educação não irá mudar e que esperava ver todos os participantes novamente em um futuro próximo.

Outro video, sem data, mostra Ma em roupas de inverno visitando uma escola primária no condado de Tonglu, próximo a Hangzou, local que é a sede da Ant e do Alibaba .

Leia Também:  Huawei não deve ser barrada da implementação do 5G no Brasil

Você viu?

Entenda o sumiço de Jack Ma

Ma não era visto publicamente desde 24 de outubro, quando criticou o sistema de regulamentação de mercado do governo chinês durante um fórum financeiro em Shanghai. Dias depois, ele e dois executivos de alto escalão do Ant Group foram chamados por autoridades para uma reunião a portas fechadas.

Em 3 de novembro o Ant Group foi forçado a cancelar sua Oferta Pública Inicial (IPO) de ações em Hong Kong e Shanghai. Analistas de mercado estimavam uma arrecadação de mais de US$ 34 bilhões, o que tornaria este o maior IPO do mundo. O cancelamento, segundo o Wall Street Journal, foi ordenado diretamente pelo presidente chinês, Xi Jinping .

Além disso, o Alibaba está sofrendo uma investigação antitruste por reguladores do mercado chinês . A companhia está sendo acusada de abusar de sua posição dominante no setor de comércio eletrônico e de “obrigar” outros comerciantes a usarem a sua plataforma.

Estes acontecimentos fizeram com que as ações do Alibaba listadas em Hong Kong sofressem uma queda brusca desde novembro. Tanto que a capitalização de mercado da companhia caiu de US$ 859 bilhões para US$ 600 bilhões nos últimos dias de 2020.

Leia Também:  Após Twitter banir Trump, número de posts com desinformação cai 73%

A investigação, inclusive, pode ser o motivo para o “sumiço” de Jack Ma , já que alguns bilionários chineses costumam desaparecer durante investigações legais e regulatórias de suas empresas. No início de janeiro o jornalista David Faber, da CNBC, citou “pessoas com conhecimento do assunto” ao afirmar que Ma estava escondido, e não desaparecido .

Mas havia outra possibilidade: o sumiço de desafetos políticos não é nada incomum na China : o “desaparecido” geralmente ressurge após alguns meses, fazendo uma confissão pública de seus crimes e pedindo desculpas ao governo.

O ressurgimento de Jack Ma , mesmo que virtualmente, fez bem para as ações do grupo Alibaba , que saltaram 8,5% ontem.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA